Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

“ESPIRITISMO, A MAIOR SABOTAGEM DA VERDADE BÍBLICA” _ A TRINDADE

Vamos comparar o que ensina o espiritismo e o que ensina a Bíblia!

O espiritismo, codificado por Allan Kardec, tem a ousadia de mencionar a Palavra de Deus para de seguida a descredibilizar. Influenciado pelos demónios que o inspiraram a escrever uma das maiores mentiras de sempre, a reencarnação, Kardec usou a Bíblia para parecer credível e, é a própria Bíblia que traz à luz todo o engano do espiritismo. Usando os escritos espíritas, vamos perceber como se tenta deturpar o ensino bíblico em benefício de uma mentira mortal.

 

O espiritismo nega a doutrina da Trindade

Examinemos os principais dogmas e mistérios, cujo conjunto constitui o ensino das igrejas cristãs. Encontramos a sua exposição em todos os catecismos ortodoxos. Começa com essa estranha concepção do Ser divino, que se resolve no mistério da Trindade, um só Deus em três pessoas, o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Essa concepção trinitária tão obscura, incompreensível… (“Cristianismo e Espiritismo”, 7a edição 1978, p. 86).

 

Resposta Bíblica

Toda a doutrina bíblica é incompreensível e obscura para os servos do Diabo (mesmo os que, na sua igorância, pensam servir a Deus) "nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus. 2 Coríntios 4:4.

Definindo a doutrina da Trindade apontamos a existência de um só Deus eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Estas três pessoas constituem um só Deus, o mesmo em natureza, sendo as pessoas iguais em poder e glória.

Tal definição pode ser explicada e biblicamente provada seguindo três factos:

a) Existe um só Deus (Dt 6.4; Is 43.10; 45.5-6). Trata-se de unidade composta como se lê em Gn 2.24 (serão dois uma só carne).

b) Esse único Deus é constituído de uma pluralidade de pessoas (Gn 1.26; 3.22; 11.7; Is 6.1-3,8), textos que empregam o verbo façamos, o pronome nossa e nós.

Isto pode ser visto ainda pela seguinte comparação entre as seguintes passagens:

1. Em Isaías 6.1-3, quando Isaías disse que viu o Senhor;

2. Em Jo 12.37-41, João disse que Isaías viu Jesus, quando viu o Senhor;

3. Em Is 6.8-9, se lê que o Senhor falou a Isaías. Ainda no versículo 8 se lê: A quem enviarei e quem irá por nós?

4. Em At 28.25, Paulo declara que quem falou a Isaías foi o Espírito Santo.

a) Há três Pessoas na Bíblia que são chamadas de Deus e que são eternas por natureza:

1. O Pai (2 Pe 1.17);

2. O Filho (Jo 1.1; 20.28; Rm 9.5; Hb 1.8)

3. O Espírito Santo (At 5.3-4).

O vocábulo Trindade foi usado pela primeira vez por Teófilo de Antioquia em 189 a.D. (no livro “Epístola a Autolycus” 2.15).

 

“ESPIRITISMO, A MAIOR SABOTAGEM DA VERDADE BÍBLICA” _ A BÍBLIA

Vamos comparar o que ensina o espiritismo e o que ensina a Bíblia!

O espiritismo, codificado por Allan Kardec, tem a ousadia de mencionar a Palavra de Deus para de seguida a descredibilizar. Influenciado pelos demónios que o inspiraram a escrever uma das maiores mentiras de sempre, a reencarnação, Kardec usou a Bíblia para parecer credível e, é a própria Bíblia que traz à luz todo o engano do espiritismo. Usando os escritos espíritas, vamos perceber como se tenta deturpar o ensino bíblico em benefício de uma mentira mortal.

 

O espiritismo nega a inspiração divina da Bíblia

Segundo Satanás, o inspirador de Kardec: "A Bíblia contém evidentemente fatos que a razão, desenvolvida pela ciência, não pode aceitar, e outros que parecem singulares e que repugnam, por se ligarem a costumes que não são mais os nossos… A ciência, levando as suas investigações desde as entranhas da terra até as profundezas do céu, demonstrou, portanto, inquestionavelmente os erros da Gênese mosaica… Incontestavelmente, Deus que é a pura verdade, não podia conduzir os homens ao erro, consciente, nem inconscientemente, do contrário não seria Deus. Se, portanto, os fatos contradizem as palavras atribuídas a Deus, é preciso concluir logicamente que Ele as não pronunciou ou que foram tomadas em sentido contrário."(A Gênese”, p. 936. Opus Ltda; 2ª edição especial, 1985).

 

Resposta Biblica:

O espiritismo nega a criação do homem conforme descrita no livro de Gênesis "E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Gênesis 1:26-27

E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente." Gênesis 2:7

Kardec adoptou uma teoria, a de Darwin, o evolucionismo, em detrimento da verdade que Deus revela na Sua Palavra. Por isso, o espiritismo, admite que o registo bíblico não deve ser tomado literalmente, mas apenas em sentido figurado.

Contráriamente a Kardec e Darwin, Jesus reiterou a criação dos seres humanos, descrita em Gênesis 1:26-27, ao dizer: "Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez (Mateus 19.4). Em Hebreus 11:3 lemos que: "Pela fé entendemos que os mundos pela Palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.

E, assim, outros textos da Palavra de Deus confirmam a descrição do Gênesis "Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Salmos 19:1; "Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam." Salmos 24:1. Posto isto, aceitamos as declarações de 2 Timóteo: "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra. 2 Timóteo 3:16-17.

Na sua carta aos Tessalonicenses, Paulo escreveu: "Por isso também damos, sem cessar, graças a Deus, pois, havendo recebido de nós a palavra da pregação de Deus, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo é, na verdade), como palavra de Deus, a qual também opera em vós, os que crestes." 1 Tessalonicenses 2:13     A pseudo-ciência, na qual se baseia o espiritismo, muda de opinião frequentemente, de modo que não pode ser levada a sério, pois não tem a última palavra.

 

 

 

 

 

 

“ESPIRITISMO, A MAIOR SABOTAGEM DA VERDADE BÍBLICA” _ RESSURREIÇÃO

Vamos comparar o que ensina o espiritismo e o que ensina a Bíblia!

O espiritismo, codificado por Allan Kardec, tem a ousadia de mencionar a Palavra de Deus para de seguida a descredibilizar. Influenciado pelos demónios que o inspiraram a escrever uma das maiores mentiras de sempre, a reencarnação, Kardec usou a Bíblia para parecer credível e é a própria Bíblia que traz à luz todo o engano do espiritismo. Usando os escritos espíritas, vamos perceber como se tenta deturpar o ensino bíblico em benefício de uma mentira mortal.

 

O espiritismo nega a ressurreição do corpo

Em que se torna o Espírito depois de sua última encarnação?

Em puro Espírito (“O Livro dos Espíritos”, p. 84. Editora Opus Ltda., 2ª edição especial, 1985).

 

Resposta Biblica:

A ressurreição do corpo é uma doutrina enfatizada na Bíblia. Isaías, que viveu cerca de 600 anos antes de Jesus, já afirmava no seu livro: "Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos." Isaías 26:19

 

Ainda no Antigo Testamento encontramos exemplos de ressurreição realizados por Elias e Eliseu "E depois destas coisas sucedeu que adoeceu o filho desta mulher, dona da casa; e a sua doença se agravou muito, até que nele nenhum fôlego ficou. Então ela disse a Elias: Que tenho eu contigo, homem de Deus? vieste tu a mim para trazeres à memória a minha iniqüidade, e matares a meu filho? E ele disse: Dá-me o teu filho. E ele o tomou do seu regaço, e o levou para cima, ao quarto, onde ele mesmo habitava, e o deitou em sua cama, E clamou ao SENHOR, e disse: O SENHOR meu Deus, também até a esta viúva, com quem me hospedo, afligiste, matando-lhe o filho? Então se estendeu sobre o menino três vezes, e clamou ao SENHOR, e disse: O SENHOR meu Deus, rogo-te que a alma deste menino torne a entrar nele. E o SENHOR ouviu a voz de Elias; e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu. E Elias tomou o menino, e o trouxe do quarto à casa, e o deu a sua mãe; e disse Elias: Vês aí, teu filho vive. Então a mulher disse a Elias: Nisto conheço agora que tu és homem de Deus, e que a palavra do SENHOR na tua boca é verdade." 1 Reis 17:17-24

"E, chegando Eliseu àquela casa, eis que o menino jazia morto sobre a sua cama. Então entrou ele, e fechou a porta sobre eles ambos, e orou ao SENHOR. E subiu à cama e deitou-se sobre o menino, e, pondo a sua boca sobre a boca dele, e os seus olhos sobre os olhos dele, e as suas mãos sobre as mãos dele, se estendeu sobre ele; e a carne do menino aqueceu. Depois desceu, e andou naquela casa de uma parte para a outra, e tornou a subir, e se estendeu sobre ele, então o menino espirrou sete vezes, e abriu os olhos. Então chamou a Geazi, e disse: Chama esta sunamita. E chamou-a, e veio a ele. E disse ele: Toma o teu filho. E entrou ela, e se prostrou a seus pés, e se inclinou à terra; e tomou o seu filho e saiu." 2 Reis 4:32-37

 

Jesus falou da ressurreição futura de todos os mortos "Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação. João 5:28-29

 

Quando Lázaro morreu, sua irmã Marta revelou crer na ressurreição. Eis o que ela disse ao ouvir que Jesus se aproximava:

"Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido. Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá. Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar. Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia" (João 11.21-24).

 

O mesmo fez Paulo em Atos 24.15: "Tendo esperança em Deus, como estes mesmos também esperam, de que há de haver ressurreição de mortos, assim dos justos como dos injustos."

 

No Juízo Final, diante do trono branco, todos irão ressuscitar, até mesmo os mortos nos mares, para prestar contas a Deus de seus atos praticados no corpo: "E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros… E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia…" (Ap 20.11-15).

 

 

“ESPIRITISMO, A MAIOR SABOTAGEM DA VERDADE BÍBLICA” _ O DIABO

Vamos comparar o que ensina o espiritismo e o que ensina a Bíblia!

O espiritismo, codificado por Allan Kardec, tem a ousadia de mencionar a Palavra de Deus para de seguida a descredibilizar. Influenciado pelos demónios que o inspiraram a escrever uma das maiores mentiras de sempre, a reencarnação, Kardec usou a Bíblia para parecer credível e é a própria Bíblia que traz à luz todo o engano do espiritismo.

Usando os escritos espíritas, vamos perceber como se tenta deturpar o ensino bíblico em benefício de uma mentira mortal.

 

O espiritismo, entregue a Kardec pelo próprio pai da mentira, Satanás, nega a existência do seu criador e dos demónios como pessoas reais espirituais.

Kardec ensina inspirado pelos demónios:

Satanás, segundo o espiritismo e a opinião de muitos filósofos cristãos, não é um ser real; é a personificação do mal, como nos tempos antigos Saturno personificava o tempo (“O Que é o Espiritismo”, p. 297. Editora Opus Ltda., 2ª edição especial, 1985).

Há demônios, no sentido que se dá a essa palavra? Se houvesse demônios, seria obra de Deus. E Deus seria justo e bom, criando seres, eternamente voltados ao mal? (“O Livro dos Espíritos”, pp. 72-74. Editora Opus Ltda., 2ª edição especial, 1985).

A propósito de Satanás, é evidente que se trata da personificação do mal sob uma forma alegórica (“O Livro dos Espíritos”, p. 74. Editora Opus Ltda., 2ª edição especial, 1985).

 

Resposta Biblica:

Deus não criou um ser maligno, mas um anjo de luz que se desviou "Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti.

Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de Deus, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas." Ezequiel 28:14-16

"Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo." Isaías 14:12-14

Jesus disse que o Diabo não permaneceu na verdade: "Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira." João 8:44. Jesus Cristo ensinou e pregou de forma a alertar-nos contra o Diabo, trata-se de uma personalidade real e nefasta para a vida humana. Ao contrário da mentira de Kardec, Jesus Cristo ensinou que o Diabo não só existe como se disfarça de "anjo de luz" para enganar a muitos.

a) O Diabo é mencionado entre pessoas espirituais "E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles." Jó 1:6

b) Conversou com Jesus no monte, tentando-O "Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.

Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra. Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus. Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás." Mateus 4:1-10

c) É uma pessoa inteligente, que faz planos para ludibriar os outros "Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira." João 8:44 

"Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; 1 Pedro 5:8

d) Está condenado ao fogo eterno "E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre." Apocalipse 20:10

 

 


Imagem copiada de: http://www.palavradodia.net/2010/11/palavra-do-dia-22-nov.html

 

E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.2 Coríntios 11:14

JULGAR? SIM ou NÃO?

Da mesma forma que muitos espíritas se têm levantado para gritar que "Jesus nos proibiu de julgar" quando abordamos e retratamos as doutrinas satânicas de Allan Kardec, há muitos cristãos que não aceitam que alguém lhes apresente a verdade bíblica como única fiel e verdadeira.

No sentido de esclarecer o engano do "Não Julgueis", encontrei este artigo do Augusto Nicodemus que passo a compartilhar:

 

Ainda recentemente participei de uma discussão no Facebook com vários de meus amigos onde uma moça aborreceu com alguns comentários feitos a um terceiro (não por mim, garanto!) e retirou-se zangada, dizendo que Jesus havia ensinado que não se devia julgar os outros.

Eu sei que existem situações em que julgar é realmente errado, mas aquela não era uma destas situações. A pessoa que estava sendo "julgada" tinha feito declarações e expressado suas opiniões e os outros simplesmente estavam avaliando e rejeitando as mesmas. A atitude da mocinha, que ficou sentida, ofendida e magoada, é infelizmente comum demais no meio evangélico moderno, onde as pessoas usam as famosas palavras de Jesus de maneira errada como argumento em favor de que devemos aceitar tudo o que os outros dizem e fazem, sem pronunciarmos qualquer juízo de valor que seja contrário.

Mas, foi isto mesmo que Jesus ensinou? A passagem bíblica diz assim:

"Não julgueis, para que não sejais julgados. Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também. Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na trave que está no teu próprio? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho e, então, verás claramente para tirar o argueiro do olho de teu irmão. Não deis o que é santo aos cães Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis ante os porcos as vossas pérolas, para que não as pisem com os pés e, voltando-se, vos dilacerem."

(Mateus 7:1-6).

Analisando correctamente a passagem:
1) O que Jesus está proibindo é o julgamento hipócrita, que consiste em vermos os defeitos dos outros sem olharmos para os nossos. O Senhor determina que primeiro nos examinemos e nos submetamos humildemente ao mesmo crivo que queremos usar para medir e avaliar o procedimento e as palavras dos outros. E que, então, removamos a trave do nosso olho,  isto é, que emendemos nossos caminhos e reformemos nossa conduta.

 
2) Em seguida, uma vez que enxerguemos com clareza, o próprio Senhor determina que tiremos o argueiro do olho do nosso irmão. O que ele quer evitar é que alguém quase cego com um tronco de árvore no olho tente tirar um cisco no olho de outro. Mas, uma vez que estejamos enxergando claramente, após termos removido o entrave da nossa compreensão e percepção, devemos proceder à remoção do cisco do olho de outrem.
 
3) Jesus faz ainda uma outra determinação no versículo final da passagem (verso 6) que só pode ser obedecida se de facto julgarmos. Pois, como poderemos evitar dar  nossas coisas preciosas aos cães e aos porcos sem primeiro chegarmos a uma conclusão sobre quem se enquadra nesta categoria? Visto que é evidente que Jesus se refere a pessoas que se comportam como porcos e cães, que não vêem qualquer valor no que temos de mais precioso, que são as coisas de Deus. Para que eu evite profanar as coisas de Deus preciso avaliar, analisar, examinar e decidir - ou seja, julgar - a vida, o comportamento e as declarações das pessoas ao meu redor.
Fica claro, então, que o Senhor nunca proibiu que julgássemos os outros, e sim que o fizéssemos de maneira hipócrita, maldosa e arrogante. Julgar faz parte essencial da vida cristã. Somos diariamente chamados a exercer o papel de juízes movidos por amor pelas pessoas e zelo pelas coisas de Deus.
Quem nunca julga contribui para que o erro se propague, para que as pessoas continuem no erro. Essas são pessoas sem convicções. Elas tornam-se coniventes e cúmplices das mentiras, heresias e actos imorais e anti-éticos dos que estão ao seu redor. Paulo disse a Timóteo, "A ninguém imponhas precipitadamente as mãos. Não te tornes cúmplice de pecados de outrem. Conserva-te a ti mesmo puro" (1Tim 5:22). Não consigo imaginar de que maneira Timóteo poderia cumprir tal orientação sem exercer julgamento sobre outros.
Em resumo, julgar não é errado, cumpridas estas condições:
a) que primeiro nos examinemos;
b) que nos coloquemos sob o mesmo juízo e estejamos prontos para admitirmos que nós mesmos estamos sujeitos a errar, pecar e dizer bobagem;
c) que nosso alvo seja ajudar os outros a acertar e consertar o que porventura fizeram ou disseram.
Augustus Nicodemus Lopes Disponível em < http://tempora-mores.blogspot.com.br/2011/07/e-proibido-julgar.html >

NOVA CRIATURA

"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." 2 Coríntios 5:17
Olhando para o ano que ontem terminou podemos ver algumas coisas... Alguns amigos deixaram-nos, mas Deus sempre esteve connosco. Ele não se afastou, não se cansou, nunca desistiu de nós. Certamente falhámos mais com Ele do que com qualquer outra pessoa, mas, Ele deu-n...os novas oportunidades a cada dia. Quando a nossa alma agonizava e não conseguíamos sair do "buraco", Ele tomou-nos nos Seus braços e elevou-nos com a força da Sua misericórdia.   Quantas vezes, no início de um novo ano, nos entusiasmamos tanto com os nossos próprios projectos, e nos esquecemos de deixar espaço para que Deus realize o seu projecto em nós? Quantas vezes Lhe impomos os nossos pensamentos em vez do O deixarmos agir e realizar em nós o que Ele tem para fazer?   É por isso que Ele permite que os desapontamentos venham à nossa vida... para abrir o Seu próprio espaço. Os desertos que se nos apresentam ao longo da caminhada, são caminhos especiais que Ele cria para ficarmos a sós com Ele, para sermos abençoados e transformados muito para além daquilo que alguma vez pensámos ou pedimos.   O fim desses desertos chegou como uma benção vinda do Altíssimo, com força para nos fazer parar, meditar, mudar a nossa rota e prosseguir em direcção a um novo dia na rota do Pai.   Que hoje, o primeiro dia de um novo ano, possa ser o início de um relacionamento de perfeita intimidade com o Senhor, porque, não adianta desejar um "Ano Novo diferente" se nos mantivermos iguais... "as coisas antigas já passaram, eis que se fizeram novas".
 

A MENSAGEM

A MENSAGEM
"Porque vocês estão sempre dizendo: 'Senhor, Senhor', mas nunca fazem nada do que digo? As palavras que digo não são meros adendos ao seu estilo de vida, como a reforma de uma casa, que resulta em melhora de padrão. Elas são o próprio alicerce, a base da sua vida.   "Se vocês puserem essas palavras em prática, serão como pedreiros competentes, que constroem sua casa sobre a solidez da ...rocha. Quando o rio saíu do leito e investiu contra a casa, ela nem oscilou. Foi construída para durar. Mas, se vocês usarem minhas palavras apenas para fazer estudos bíblicos, sem nunca aplicá-las à própria vida, não passarão de pedreiros tolos, que constroem sua casa sem dar atenção aos fundamentos. Quando o rio transbordou e avançou contra a casa, ela ruiu como um castelo de cartas. Perda total".
(Lucas 6:46-49 - paráfrase "A Mensagem", Eugene H. Peterson, Editora Vida)
 

FELIZ ANO NOVO

Para todos os visitantes, amigos e irmãos em Cristo:

Hoje, riscou-se o último dia no calendário deste ano... vivemos mais um ano.

É forçoso olhar para trás e dizer "Ebenezer", até aqui nos ajudou o Senhor! Em momento algum Ele se esqueceu que estamos aqui. As lágrimas que chorámos amoleceram e furaram a pedra dura do nosso coração, tornaram-nos mais humanos, mais empáticos com a dor alheia, mais cordiais, mais perdoadores. Os momentos de fraqueza fizeram-nos lembrar que Deus nos conhece e sabe que somos pó. Vimos como Ele é um Deus que trabalha para aqueles que esperam n'Ele, um Deus maravilhoso do qual podemos esperar o que nem imaginamos tal é o Seu amor e a Sua misericórdia para connosco. Tudo o que Ele permite que venha à nossa vida tem um objectivo que nem sempre entendemos... Ele permite que passemos pelo fogo das provações para nos moldar, e, é apenas pela Sua graça que não nos tornamos pessoas amargas, tristes, altivas, nem pessoas que pensam ter direito à última palavra em todas as ocasiões. Isto é obra da graça de Deus. Só Ele nos ensina o valor do silêncio e o poder da palavra dita a seu tempo. Ele fala-nos na quietude da alma, partilha os Seus pensamentos e os Seus sentimentos com aqueles que O amam, sem levar em conta as nossas fraquezas e a insignificância humana. A Sua presença é preciosa e pode mudar tudo à nossa volta. Neste ano que termina, queremos louvá-Lo com todo o nosso ser, sentir a alegria intensa da gratidão  e, dizer-Lhe "Porque este Deus é o nosso Deus para todo o sempre; ele será nosso guia até à morte." (Salmos 48:14) Que o novo ano nos aproxime mais e mais d'Ele! Que Ele seja o nosso Guia, o nosso Mestre, o nosso Rei perante o qual nos ajoelhamos em louvor e adoração! O ano que está a chegar só será verdadeiramente novo se o Rei Jesus se assentar no trono do nosso coração e cumprir assim o propósito para o qual Deus nos criou. Sem Cristo no trono, não há felicidade plena nem paz que excede todo o entendimento.

FELIZ ANO NOVO!