Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

O espiritismo e suas mentiras sobre a Bíblia _ 2ª parte

 O Sr. Alamar alega ter dado uma reposta a um pastor evangélico que o emudeceu. Sob o título " Resposta a Evangélico" o Alamar dá-se ares de grande conhecedor. A prepotência dele é de uma arrogância e de um desconhecimento atrozes. A linguagem torpe e pobre com a qual comenta versículos retirados dum contexto de época, usos e costumes é, no mínimo... não encontro nenhum termo que o descreva de tão vulgar que é! Analisemos:

 

O tal "evangelho de Allan Kardec”
É muito comum a gente encontrar protestantes, que se auto denominam como evangélicos, na necessidade de buscarem argumentos para desmerecerem o Espiritismo, falarem que nós espíritas seguimos um tal “evangelho de Allan Kardec” e não aquilo que eles chamam de “Palavra de Deus”.

 

Também é muito comum, ouvir espíritas e outras seitas dizer-se cristãos e negar o Jesus Cristo Bíblico, bem como tudo aquilo que Ele disse, que não sirva os seus interesses. Criticam, acusam e desconhecem  a Palavra de Deus, mas isso não os impede de utilizar passagens isoladas, separadas do contexto, para tentar fundamentar uma doutrina que apelidam de cristã, mas que, quando confrontada com os ensinamentos de Jesus se revela como aquilo que  a própria Bíblia chama de "doutrinas de demónios".

Nas suas visões, que concebem o conjunto de livros inseridos na Bíblia, como sendo escritos pelo próprio Deus, por isto afirmarem que é a palavra dele e não dos homens que de fato escreveram, vêem o histórico livro, do povo judeu, como sendo o livro único para toda a humanidade, sagrado, infalível, perfeito e inquestionável.

 

Mais uma prova da ignorância total do Sr. Alamar,  tanto no que diz que acreditamos ser a Bíblia, escrita por homens sim, mas divinamente inspirados por Deus.

O Velho testamento é de facto o Livro da Lei dos Judeus onde os Seus profetas previam a vinda de um Messias para redimir o povo de Israel dos seus pecados e conduzi-los à Salvação. O Novo Testamento é o Evangelho de Jesus Cristo, Boas novas para todos aqueles que O aceitarem como Senhor e Salvador _ tanto judeus como gentios. Como podemos ler em João 1

 

9 Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
10 Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;
13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.

 

Daí condenarem o “Evangelho, segundo o Espiritismo”, como se fosse uma obra de orientação satânica, cujos ensinamentos seriam contrários as propostas de Jesus.

 

É verdade! O "Evangelho Segundo o Espiritismo" é uma obra satânica porque contém ensinos totalmente contrários ao ensino de Jesus. Vejamos esta simples passagem no evangelho de Jesus Cristo, segundo João, 14:

 

6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
7 Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.

 

Ora, o espiritismo ensina que há muitos caminhos. Ao fazê-lo, nega o ensino claro de Jesus Cristo.

Agora, o Sr. Alamar, decide insultar-me sem sequer ter a mínima noção do que eu conheço, ou não, sobre a doutrina que defende:

Só mesmo uma pessoa de nível bastante rasteiro e inteligência de minhoca para julgar uma obra, sem procurar conhecê-la antes.

.
Concordo totalmente neste ponto, criticar uma obra sem antes a conhecer, como o Sr. Alamar fez em relação á Bíblia, só mesmo quem tem um cérebro de minhoca...

Mas, como poderão constatar, mesmo conhecendo as obras de Kardec e as suas mentiras, largamente expostas neste blog e noutros, todo aquele que disser que o espiritismo é uma doutrina de demónios e que não tem nada a ver com os ensinos de Jesus Cristo, tem inteligência de minhoca.

Agora pergunto eu: «_  E este sr. que fala da Bíblia sem a conhecer e sem ponta de respeito, como vem sendo amplamente demonstrado, que segue uma doutrina supostamente baseada em acontecimentos bíblicos, sendo o maior deles todos o próprio Jesus Cristo, tem inteligência de quê!? Eu fico-me por cegueira espiritual!»

 

Ele prossegue: Quando se trata de uma pessoa possuidora de sensatez e coerência, ela, para não se expor ao ridículo, procura ter o cuidado de conhecer, antes, a obra sobre a qual pretende tirar conclusões e até estabelecer julgamentos. Todo aquele, católico ou protestante, que se dá ao trabalho de examinar o “Evangelho, segundo o Espiritismo”, desde que tenha o mínimo de compromisso com a honestidade, vai perceber que todos os ensinamentos que ali estão, são exactamente os mesmos propostos por Jesus.

 

A sério? E que tal começarmos por este? Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus cap. 10

 

28 E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.

 

Jesus disse "inferno"? Segundo o espiritismo não há pecado, nem juízo, muito menos inferno...  Mas, Jesus disse inferno... Será que se enganou?

 

41 Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;

 

Parece que, em Mateus 25 piorou... Agora Jesus falou em fogo eterno, diabo e seus anjos? Mas o espiritismo diz que não há diabo, inferno, condenação... Afinal qual é o Jesus Cristo do espiritismo? O da Bíblia não é com toda a certeza.

A presunção do Sr. Alamar é digna de nota quando se auto-elogia como o maior sabichão da rua dele:


Várias vezes, em conversas com “crentes” que questionavam a referida obra espírita, alguns que até disseram que já foram espíritas, eu perguntei: "Seria possível você me apontar algum local de “O Evangelho, segundo o Espiritismo”, onde é ensinado matar, roubar, assassinar, fazer intriga, falar mal dos outros, julgar os semelhantes, condenar, praticar terrorismo... enfim, praticar ao nosso próximo aquilo que não queremos que ninguém faça connosco?


Se esses "crentes" disseram que conheciam e que já tinham sido espíritas é porque, graças a Deus,  descobriram quem é o pai do espiritismo, Satanás, e refugiaram-se em Jesus Cristo.

Mas, para conhecer o que ensina o "Evangelho segundo o espiritismo", basta ler os comentários e as ameaças feitos por alguns espíritas neste blog... Ameaçar e chamar todos os que denunciam que, o espiritismo, à luz das palavras de Jesus Cristo, é uma doutrina que não provém de Deus, de "cérebro de minhoca", "ignorante", etc., é o quê? Não é julgar o próximo? _ Não! É enxovalhá-lo.

Julgar Deus é algo que homem nenhum está qualificado a fazer. Mas, uma coisa sei: ninguém pode chamar racista a Deus, já o codificador do espiritismo, Allan Kardec, foi um racista da pior espécie.

 

E prossegue na sua sabedoria: É óbvio que, diante de um desafio deste, o suposto dono da verdade fica sem resposta, termina fugindo do assunto e partindo para outras argumentações, naturalmente sem lógica e sem sentido.

 

É caso para perguntar se os tais "crentes" ficaram como aqueles espíritas que vão viajar urgentemente quando lhes são colocadas à frente questões como estas:

 

_ Kardec terá dito que João Baptista era a reencarnação do profeta Elias. A Bíblia, onde Kardec foi buscar tanto o profeta como o João Baptista, diz que Elias não morreu, mas, alguém aqui comentou que essa parte da mesma Bíblia os espíritas não aceitam. Vai daí que, depois de não aceitarem o arrebatamento de Elias e afirmarem que João Baptista é o Elias reencarnado, e, sabendo nós através dos escritos espíritas que o espírito guarda sempre a aparência da sua última reencarnação,  aproveitam outra passagem da Bíblia, mais propriamente a do monte da transfiguração, mencionam-na como uma prova do espiritismo, mas, pasmemos todos... Quem aparece a Jesus nesse monte é Moisés e ELIAS...Outra vez...ELIAS??? Mas como João Baptista já tinha morrido, não deveria ser ele a aparecer?
Segundo a doutrina espírita: SIM! Mas, não... Não foi.

 

_ Se a reencarnação fosse verdadeira, com o passar dos séculos haveria, necessariamente, uma diminuição dos seres humanos, pois, à medida que os espíritos se aperfeiçoassem, deixariam de reencarnar neste planeta. No limite, a humanidade estaria a diminuir a olhos vistos. Ora, tal não acontece. Pelo contrário, a humanidade cresce diariamente. Logo, a reencarnação não existe!!
 

O Sr. Alamar acha que: Na realidade, o que querem é que nós espíritas sigamos toda a Bíblia, e não apenas os ensinamentos morais que os Espíritos seleccionaram para colocar em “O Evangelho, segundo o Espiritismo”, como se eles fossem seguidores fiéis de toda a obra judaica, o que, na verdade, não são. Uma vez, num debate que eu tive na Rádio Marajoara de Belém do Pará, com um crente que se dispôs a me “desmascarar” (eu era colunista espírita do Jornal O LIBERAL), em momento que ele fez referência a esta aspecto, eu disse pra ele o seguinte:

- “Olha, meu irmão. Eu tenho o direito de não seguir determinadas orientações, obrigações e ensinamentos da Bíblia, porque ela, para mim, não é livro sagrado, não é palavra de Deus e é, simplesmente, um livro histórico do povo Judeu, e não de toda a humanidade, embora seja uma obra respeitável. Não estarei em pecado nenhum e muito menos faltando com fidelidade a nada.

 

Mais do mesmo... É como diz! Tem todo o direito de seguir aquilo que quiser. O que não tem é o direito de dizer que é cristão e de enganar as pessoas que não conhecem a Bíblia, o livro de fé e prática dos cristãos. Paulo, há quase dois mil anos atrás, divinamente inspirado, escreveu o que acontece com o Sr. Alamar e com todos aqueles que rejeitam a graça de Deus:

 

1 ¶ Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demónios;
2 Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;

1 Timóteo 4:1-2


Afirmar seguir os ensinamentos de Jesus Cristo e não aceitar a Bíblia que testifica desse Jesus como Ele mesmo afirmou, é, no mínimo, uma grande contradição! 

O que é que Jesus  ensinou sobre a possibilidade de comunicação do mundo dos vivos com o mundo dos mortos que Kardec apelidou de "espíritos dos antepassados". No evangelho segundo Lucas, capítulo 16, temos a história do rico e de Lázaro onde  Cristo ensina que:

 

15 E disse-lhes Jesus: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação.
16 A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele.
17 E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei.
18 Qualquer que deixa sua mulher, e casa com outra, adultera; e aquele que casa com a repudiada pelo marido, adultera também.
19 ¶ Ora, havia um homem rico, e vestia-se de púrpura e de linho finíssimo, e vivia todos os dias regalada e esplendidamente.
20 Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele;
21 E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as chagas.
22 E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado.
23 E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.
24 E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.
25 Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.
26 E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.
27 E disse ele: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai
28 Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento.
29 Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.
30 E disse ele: Não, pai Abraão; mas, se algum dentre os mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam.
31 Porém, Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite.

 

Entenderam? "E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá."

Assim, temos mais um texto da Bíblia que não concorda com a doutrina espírita... Palavras de Jesus Cristo cujos ensinamentos os espíritas dizem seguir. Claro que o Jesus que apareceu a Kardec foi este descrito em Mateus 24

 

5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

 

Acautelai-vos

26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.
27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.

 

2 Tessalonicenses capítulo 2, mostra-nos quem apareceu a Kardec e qual é o seu propósito:

 

9 A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,
10 E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.
11 E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira;
12 Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.

 

Não devemos esquecer que Deus nos dá a oportunidade de escolher obedecer-Lhe ou não! Ele dá, a cada um de nós, a oportunidade de fazermos a Sua vontade que é boa, perfeita e agradável, ou a nossa! A nossa escolha determina onde passaremos a eternidade!

Deus mostrou o Seu imenso amor por nós, ao dar o Seu único e amado Filho para morrer em nosso lugar! João 3:

16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigénito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
17 Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigénito Filho de Deus.
19 E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.
20 Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas.
21 Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus.

 

Escolhe hoje a quem vais seguir: Se Jesus Cristo para a vida, ou o espiritismo para o inferno.

 

112 comentários

Comentar post

Pág. 1/2