Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

O Salário do Pecado

«O propósito supremo do pecado é produzir a morte "O pecado, após ser consumado, gera a morte»

(Tiago 1:15).

 

Ele, o pecado, no entanto, oculta essa informação, confundindo o pecador.
O pecado nunca admite que o seu propósito seja mortal, por isso tem que enganar. O pecado engana principalmente por meio da tentação. "Cada um... é tentado pelo próprio mau desejo" (Tiago 1:14) ... a vida da tentação encerra-se no engano. Faz parte da essência do pecado tentar ou enganar; que é a mesma coisa. Podemos ver isso na narrativa da Queda: "A serpente enganou-me" (Génesis 3:13).

Esse engano ocorre por causa da própria cobiça ou do pecado que habita no interior. (...) O pecado segue a tentação passo a passo, pois ele, por natureza, avança gradualmente em busca de obter vantagem. Identificamos cinco passos do pecado em Tiago 1:14-15:


1º - o pecado engana: "Cada um, porém, é tentado pelo seu próprio desejo".
2º - o pecado seduz: "e é seduzido".
3º - o pecado concebe: "então esse desejo, tendo concebido".
4º - o pecado desenvolve-se: "Dá à luz o pecado"
5º - o pecado é consumado: "O pecado, após ter se consumado, gera a morte". - John Owen

Todos os dias devemos ter presente a admoestação de Paulo em Romanos 16.19:
"… quero que sejais sábios para o bem e simples para o mal".

 

salario-pecado-morte-tambemfalho.jpg

 

1 comentário

Comentar post