Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Se não fosse Deus naquela cruz...

«Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há Salvador.»

Isaías 43:11

 

O título "Filho de Deus" refere-se à pessoa Divina, não à natureza humana. Deus é o Pai, o Filho e o Espírito Santo. O Filho é Deus e o Espírito Santo é Deus tanto como o Pai é Deus. Por isso quando dizemos que "o Filho de Deus foi crucificado", estamos a dizer que Deus, na pessoa bendita do Filho, foi crucificado.

Jesus Cristo foi crucificado como homem. Mas não somente como homem. Se não fosse Deus naquela cruz, estaríamos perdidos. Nenhum homem comum poderia ter suportado a plenitude da ira do Pai como suportou Jesus. O Mediador precisava ser verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Verdadeiro homem para sofrer e morrer, verdadeiro Deus para que sua morte tivesse valor para expiar pelos nossos pecados.

Quando dizemos que Deus foi crucificado não estamos dizendo que a natureza divina sofreu e morreu. Um dos atributos da natureza divina é o que chamamos de "impassibilidade". A impassibilidade divina significa que a natureza divina é incapaz de sofrer. Quando dizemos que Deus foi crucificado, o que estamos a dizer é que Deus, na pessoa do Filho, sofreu e morreu por meio da natureza humana que Ele assumiu, não por meio da natureza divina. Deus verdadeiramente sofreu, foi crucificado e morreu por meio da natureza humana que Ele assumiu. E Ele sofreu, foi crucificado e morreu sem deixar de ser Deus. Deus não deixou de ser Deus na cruz, pois a natureza humana, na qual Ele sofreu e morreu, foi assumida pela pessoa de Deus.

 

«Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis. Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão. Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.»

 

1 Coríntios 15:1-4

foi por ti.jpg

Frank Brito