Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

O inferno existe?

Mais uma afirmação mentirosa no blog http://blog-espiritismo.blogspot.com/2009/08/nota-para-enquadramento-deste-texto.html 

"Não encontramos na Bíblia, Antigo ou Novo testamento, qualquer referencia a um lugar de tormento ardente, caldeirões, torturas eternas. Tal concepção, veiculada durante séculos como "papão" auxiliar na conversão das massas, repugna ao raciocínio dos nossos dias, que só pode conceber Deus como Infinitamente Justo e Bom. Ora, se a Justiça imperfeita dos Homens não condena ninguém a tais suplícios, pretender que Deus o faça é fazer fraca ideia dEle..."

 

A Bíblia, que este "iluminado" diz não fazer qualquer referência ao Inferno, faz na verdade muitas referências a esse lugar. A não ser que ele tenha uma "Bíblia" diferente de todas as que existem...

 

Se o inferno não é real, Jesus Cristo foi o homem mais enganador que já existiu! Desafio qualquer um para ler as palavras de Jesus Cristo e dizer-me que são palavras de um homem enganador! Jesus Cristo sabia exactamente sobre o que  estava falando!

Como é que Jesus descreveu o inferno?

Jesus Cristo falou mais em inferno que qualquer outro assunto. Veja como Jesus descreveu o inferno:

fogo _ Mateus 7:19, 13:40, 25:41
fogo perpétuo _ Mateus 18:8, 25:41
eterno juízo _ Marcos 3:29
fogo do inferno _ Mateus 5:22, 18:9, Marcos 9:47
juízo _ Mateus 23:14, Marcos 12:40, Lucas 20:47
condenação do inferno _ Mateus 23:33
ressurreição da condenação _ João 5:29
fornalha de fogo _ Mateus 13:42, 50
o fogo que nunca se apaga _ Marcos 9:43, 45
o fogo nunca se apaga _ Marcos 9:44, 46, 48
onde o seu verme nunca morre _ Marcos 9:44, 46, 48
pranto e ranger de dentes _ Mateus 13:42, 50
pranto e ranger de dentes _ Mateus 8:12, 22:13, 25:30
tormentos _ Lucas 16:23
atormentado nessa chama _ Lucas 16:24
lugar de tormentos _ Lucas 16:28
trevas exteriores _ Mateus 8:12, 22:13
tormento eterno _ Mateus 25:46
SE JESUS ESTÁ CERTO... Hebreus 9:27 diz, "E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso O JUÍZO:" é designado para o homem morrer uma vez... e um dia — VOCÊ morrerá... E no inferno ergueu os olhos, estando em tormentos... Lucas 16: 23 

Se escolher enfiar a cabeça na areia e acreditar que o Inferno, tal como o Diabo, não existem... saiba que, após morrer, começará a amaldiçoar o dia você nasceu.
Você gritará -" Oh Deus, por que você não me avisou?" - lembrar-se-á de todas as vezes que um "maluquinho" insistiu para que você recebesse a Jesus Cristo como Único Senhor e Salvador. Lembrar-se-à de ler aquela mensagem do evangelho. Você chorará:
- " Deus você não se preocupa?" mas, lembrar-se-á de João 3:16 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."   Você gritará: 
- " Deus é um Deus de amor - Ele não permitirá isto", mas você se lembrará de João 3:36"... mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece."."

E você logo chegará à dolorosa conclusão, que Jesus Cristo estava certo! Existe um lugar chamado inferno. E VOCÊ ESTÁ LÁ — PARA SEMPRE!

Sei que neste momento você pensa:
Mas Deus é um Deus de AMOR... Por que um DEUS DE AMOR me enviaria para o inferno?
Sim!! Deus é um DEUS DE AMOR - mas Deus também é um DEUS SANTO. Um DEUS SANTO exige pagamento pelo pecado. Caso contrário, Deus não seria e não poderia ser SANTO... seria como um de nós, pensaria como um de nós... 

E, é porque Deus é santo que o pecado deve ser condenado. Josué 24:19 diz, "(...) é DEUS SANTO;... que não perdoará a vossa transgressão nem os vossos pecados."

Também é verdade que Deus não quer você no inferno. O inferno não foi feito para o homem. Mateus 25:41 diz"o inferno foi,... preparado para o diabo e seus anjos."

Lembre-se que:
Exactamente porque Deus é um DEUS DE AMOR. Ele O AMOU tanto que enviou Seu Filho, Jesus Cristo, para nesta terra morrer uma morte cruel numa cruz, para pagar o preço que, um DEUS SANTO exige para seus pecados... Romanos 5:8 diz, "Mas Deus prova o seu amor para connosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores"

Assim sendo:
Deus não envia ninguém para o inferno.
Você escolhe o inferno quando rejeita a Cristo e acha que pode salvar-se por seus próprios meios e esforços. Quando você recusa o presente de amor da parte de Deus, a vida eterna em Jesus Cristo. . . você decide onde vai passar a eternidade. 
"Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação.." Hebreus 2:3
É VOCÊ QUE ESCOLHE O INFERNO! DEUS APENAS RESPEITARÁ A SUA DECISÃO!
PORQUE LHE DEU... LIVRE ARBÍTRIO, PODER PARA DECIDIR.
 

11 PERGUNTAS FEITAS AO DIABO

{#emotions_dlg.dnd}

A Bíblia alerta-nos para não ouvirmos o diabo. Diz mais: Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. (Tiago 4: 7)

Este texto tem como objectivo mostrar o que a Bíblia Sagrada nos ensina e revela sobre o inimigo das nossas almas, veja:   Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leäo, buscando a quem possa tragar; Ao qual resisti firmes na fé,(...) 1 Pedro 5: 8-9).

 

MEDITA NESTA MENSAGEM. VÊ QUE FOI ELABORADA COM BASE NOS VERSÍCULOS BÍBLICOS, POR ISSO É UMA ILUSTRAÇÃO DA MAIS PURA VERDADE. COMO DIZ O ESPÍRITO SANTO: "HOJE, SE OUVIRDES A SUA VOZ, NÃO ENDUREÇAIS OS VOSSOS CORAÇÕES." HEBREUS 3:7,8

 

11 PERGUNTAS FEITAS AO DIABO:

QUEM TE CRIOU?

Lúcifer: Fui criado pelo próprio Deus, bem antes da existência do homem. [Ezequiel 28:15]

 

COMO ERAS TU QUANDO FOSTE CRIADO?

Lúcifer: Vim à existência já na forma adulta e, como Adão, não tive infância. Eu era um símbolo de perfeição, cheio de sabedoria e formosura e as minhas vestes foram preparadas com pedras preciosas. [Ezequiel 28:12,13]

 

ONDE MORAVAS?

Lúcifer: No Jardim do Éden e caminhava no brilho das pedras preciosas do monte Santo de Deus. [Ezequiel 28:13]

 

QUAL ERA A TUA FUNÇÃO NO REINO DE DEUS?

Lúcifer: Como querubim da guarda, ungido e estabelecido por Deus, A minha função era guardar a Glória de Deus e conduzir os louvores dos anjos. Um terço deles estava sob o meu comando. [Ezequiel 28:14; Apocalipse 12:4]

 

ALGUMA COISA TE FALTAVA?

Lúcifer: (reflexivo, diminuiu o tom de voz) Não, nada. [Ezequiel 28:13]

 

O QUE ACONTECEU QUE TE AFASTOU DA FUNÇÃO DE MAIOR HONRA QUE UM SER VIVO PODERIA TER?

Lúcifer: Isso não aconteceu de repente. Um dia eu me vi nas pedras (como espelho) e percebi que sobrepujava os outros anjos (talvez não a Miguel ou Gabriel) em beleza, força e inteligência. Comecei então a pensar como seria ser adorado como deus e passei a desejar isto no meu coração. Do desejo passei para o planeamento, estudando como firmar o meu trono acima das estrelas de Deus e ser semelhante a Ele. Num determinado dia tentei realizar o meu desejo, mas acabei expulso do Santo Monte de Deus. [Isaías 14:13,14; Ezequiel 28: 15-17]

 

O QUE PROVOCOU FINALMENTE A TUA REBELIÃO?

Lúcifer: Quando percebi que Deus estava para enviar à terra alguém semelhante a Ele e, por consequência, superior a mim, não consegui aceitar o facto. Manifestei então os verdadeiros propósitos do meu coração. [Isaías 14:12-14]

 

O QUE ACONTECEU COM OS ANJOS QUE ESTAVAM SOB O TEU COMANDO?

Lúcifer: Eles seguiram-me e também foram expulsos. Formamos juntos o império das trevas. [Apocalipse 12:3,4]

 

COMO OLHAS PARA O HOMEM?

Lúcifer: (com raiva) Tenho ódio da raça humana e faço tudo para destruí-la, pois eu a invejo. Eu é que deveria ser semelhante a Deus. [1Pedro 5:8]

 

QUAIS SÃO AS TUAS ESTRATÉGIAS PARA DESTRUIR O HOMEM?

Lúcifer: Meu objectivo maior é afastá-los de Deus. Eu estimulo a praticar o mal e confundo as suas ideias com um mar de filosofias, pensamentos e religiões cheias de mentiras, misturadas com algumas verdades. Envio os meus mensageiros travestidos, para confundir aqueles que querem buscar a Deus. Torno a mentira parecida com a verdade, induzindo o homem ao engano e a ficar longe de Deus, achando que está perto. E tem mais. Faço com que a mensagem de Jesus pareça uma tolice anacrónica, tento estimular o orgulho, a soberba, o egoísmo, a inimizade e o ódio dos homens. Trabalho arduamente com o meu séquito para enfraquecer as igrejas, lançando divisões, desânimo, críticas aos líderes, mágoas, friezas espirituais, avareza e falta de compromisso (ri às escaras). Tento destruir a vida dos pastores, principalmente com ingratidão, falta de tempo para Deus e orgulho. [1Pedro 5:8; Tiago 4:7; Gálatas 5:19-21; 1 Coríntios 3:3; 2 Pedro 2:1; 2 Timóteo 3:1-8; Apocalipse 12:9]

 

E SOBRE O FUTURO?

Lúcifer: (com o semblante carregado de ódio) Eu sei que não posso vencer a Deus e resta-me pouco tempo para ir para o lago de fogo, a minha prisão eterna. Eu e os meus anjos trabalharemos com afinco para levarmos o maior número possível de pessoas connosco. [Ezequiel 28:19; Judas 6; Apocalipse 20:10,15]

 

Nos blog's espíritas, é afirmado categóricamente que o Diabo não existe. Neste blog: http://blog-espiritismo.blogspot.com alguém escreveu isto:

"Longe de nós, espíritas, querermos retirar às pessoas as crenças que lhes dão conforto, ,mesmo que estas contrariem a Razão e partam de princípios absurdos. Não nos parece que seja o caso de Diabo, ou dos diabos, mais o terror que ainda provocam nos dias de hoje, levando mesmo pessoas à loucura. Na série de artigos que temos alinhavado sob a etiqueta "Anjos e Demónios", já desmontámos suficientemente esta questão do "Diabo", mas em jeito de resumo, lembramos que - A figura do Diabo não aparece NUNCA na Bíblia, nem no Antigo nem no Novo Testamento."

 

Perante esta MENTIRA DESCARADA eu só pergunto:

Será que quem afirmou esta mentira alguma vez leu a Bíblia? Se a leu, porque usa a mentira para dizer que ela não diz algo que na verdade diz?

Quem será o maior interessado em que o ser humano o ignore? Em que doutrinas tentem passar a ideia de que ele não existe, uma ideia totalmente contrária à Palavra de Deus? O nome Diabo, Satanás, adversário, deus deste mundo, Principe das trevas, pai da mentira, Enganador, entre outros adjectivos, aparece inúmeras vezes referido na Bíblia ao contrário do que o blog acima afirma. Vejam algumas delas:

1 Pedro 5: 8; Mateus 4: 1; 25: 41; Lucas 4: 2; 8: 12; João 6: 70; 8: 44; 13: 2; Efésios 4: 27; 6: 11; 2Timóteo 2: 26; Tiago 4: 7; 1 João 3: 8; Judas 1: 9; Apocalipse 2: 10; 12: 9; 20: 2... Entre muitas outras citações.

Porque será que o Próprio Jesus Cristo nos falou no Diabo e no perigo de cair nas suas ciladas?

Questione-se!! Não se deixe enganar pelo que dizem... confira sempre na fonte, a Palavra de Deus!

 

 

 É a Bíblia que lhe mostra como não se deixar enredar em doutrinas de demónios liderados pelo Diabo.

 

A seguir:

O Inferno existe?

Pecado_ uma mera questão de linguagem ou um acto de consequências eternas?

PÓS-MODERNIDADE E NOVA ERA

   Assim surge um novo período a que se convencionou chamar, por enquanto, à falta de um nome definitivo, Pós-Modernidade. Este tempo em que vivemos, numa reacção ao tempo anterior, procura e encontrou uma nova espiritualidade e novos valores.

   Os conceitos absolutos do passado foram rejeitados e entrou-se num tempo em que o relativismo reina.

   Todas as opiniões têm valor, todas as posições são válidas, tudo é permitido e nada pode ser imposto. O padrão deixou de ser um Deus distante e longínquo, e o Homem passou a ser a medida de todas as coisas e a decidir o que para ele é verdade ou mentira. Onde fica o conceito de pecado? Existe ainda pecado?

 

   A Nova Era é uma corrente ideológica que está a afectar a forma de viver do mundo ocidental. Assenta em dois pilares fortíssimos: o humanismo e uma nova espiritualidade. Cansado das religiões tradicionais que não lhe dão a resposta que quer, o homem abre-se a uma busca interior e à procura da divindade. Vai encontrar essas respostas em duas fontes: o Oculto e as religiões orientais.

   Assim, a Nova Era é uma mistura de "fés", crendices e práticas que apenas têm em comum a sua oposição ao Deus do Cristianismo. O novo conceito de deus é panteísta e humanista. Deus deixa de ser pessoal e torna-se uma força activa, num princípio energético universal. Neste novo conceito, deus é tudo e tudo é deus. Tudo se origina nele e finalmente voltará para ele. Em tudo existe divindade, desde o mundo mineral ao animal.

  

   Assim sendo o homem não é mais um ser criado à imagem e semelhança de Deus, mas ele próprio é divino. Veio de deus e voltará um dia para ele quando, depois de muitas reencarnações, atingir de novo a perfeição e for absorvido no seio da divindade.

   Sendo assim, a ideia e o conceito de pecado não fazem sentido, aliás, deixam de existir. Como pode o homem ser pecador se ele é divino? Se ele é a medida e razão de tudo? O problema do homem da Nova Era é, então, apenas e tão somente a ignorância. Ele não sabe o que é nem de onde vem, por isso erra.

 

   Nesta mitura de Oriente e Oculto surgem deuses e espíritos guias, seres elevados e habitantes de outros planetas, que vêm até à Terra para ajudar o homem, e reerguer-se do seu estado caído, a desenvolver o seu verdadeiro potencial, e atingir de novo o estado pleno de divindade. Pecado é um conceito sem espaço nem existência neste mundo novo.

   Sendo o homem divino, não existindo absolutos, como fica o conceito judaico cristão de pecado? Simplesmente desaparece.

   Se não há pecado tudo é lícito e permitido.

   No fim não se morre, mas reencarna-se, tendo assim a oportunidade de se corrigir os erros cometidos nas vidas anteriores.

 

COMUNICAR O EVANGELHO HOJE

   É assim que se entende a dificuldade que os Cristãos de hoje têm em comunicar com os seus comtemporâneos. Estamos a falar de coisas e de conceitos completamente diferentes, sem pontos comuns. Outro problema é que estamos a usar muitas vezes as mesmas palavras, mas com significados muito diferentes.

   Como comunicar sobre Deus, pecado, salvação e eternidade a pessoas que têm uma visão, uma filosofia e uma ideologia completamente diferentes?

  

   Em primeiro lugar, precisamos verificar e reafirmar as nossas crenças e convicções pessoais. Nós, os Cristãos Bíblicos, e não os que são meramente religiosos, continuamos a crer num Deus pessoal, eterno e absoluto.

   Continuamos a crer que a Bíblia Sagrada é a Palavra inspirada e a revelação escrita desse Deus, por isso infalível. Continuamos a crer que Jesus Cristo, o Filho de Deus e Deus eterno com o Pai, veio ao mundo para pagar na Cruz do Calvário o preço dos nossos pecados, satisfazer plenamente a justiça divina e assim dar-nos um perfeito perdão, a salvação da nossa alma e a vida eterna com Ele no Céu.

   Cremos e ensinamos que toda a falta de conformidade com a vontade e a lei perfeita de Deus é pecado. Aceitamos que o homem é pecador, logo merecedor do castigo eterno, a não ser que creia em Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador.

 

   Depois precisamos de uma nova abertura ao Espírito Santo. Só Ele nos pode ajudar a encontrar os meios e os caminhos para anunciarmos a verdade eterna aos homens de hoje. O velhos métodos faliram, precisamos de ferramentas novas, mas dadas por Deus.

   Sim, afinal hoje é preciso escrever sobre o pecado, para reafirmá-lo e para denunciá-lo. Para avisar todos os que deixam de crer nele que, qualquer mentira, mesmo que repetida até à eternidade nunca se torna verdade.

   Para relembrar que o pecado nos separa do Deus Criador, do Deus de amor.

   Para afirmar que em Jesus Cristo este Deus se chega a nós para nos perdoar os pecados, oferecer a eternidade, e restaurar à nossa verdadeira condição, não de divinos, mas de filhos e herdeiros do Deus Eterno.

 

 

Autor: Dinis Rodrigues

In: Novas de Alegria

 

A seguir:

 

11 perguntas feitas ao Diabo

 

 

 

 

 

 

  

 

Pecado_ uma mera questão de linguagem ou um acto de consequências eternas?

   Vou dividir este tema em dois post's para não se tornar demasiado longo.

   Gostaria de vos deixar desde já este pensamento para reflectirem:

   "SE NÃO HÁ PECADO... TUDO É LÍCITO E PERMITIDO"

  

   O pecado. Hoje, este é um tema premente e fundamental, não só no Cristianismo, mas dentro da sociedade em geral.

Da sua correcta abordagem e compreensão depende o futuro da fé cristã, da sua relevância depende o futuro eterno de muitos chamados cristãos. Tem ainda implicações na maneira como as diferentes "famílias" cristãs entendem e cumprem a ordem de Jesus: "Ide e pregai o Evangelho a toda a criatura (...)" Marcos 16: 15. E, por fim, terá consequências no destino eterno de todos os que ainda não fazem de Jesus Cristo o seu Senhor e Salvador.

 

MAIS QUE UMA PALAVRA

   Eu sei que a maioria dos que vão ler este artigo não entendem, à partida, esta minha preocupação, refiro-me claro aos cristãos, porque para nós pecado é pecado.

   Já agora o que significa, para nós, essa palavra tão horrível?

   Uma boa definição será "falta de conformidade com a lei de Deus". É simples de entender.

   Pecado é toda a acção, pensamento ou palavra que vai contra a vontade e santidade de Deus. Por outras palavras, o homem erra o alvo de ser perfeito como Deus é ao agir de forma contrária à Sua lei. Falha, erra e torna-se réu.

 

   Seguindo o ensino da Bíblia Sagrada, porque Deus tem em Si mesmo o poder legislativo e executivo, então "toda a alma (pessoa) que pecar morrerá". Percebe-se, então, que o homem é pecador, logo está condenado por Deus à morte, separação eterna de Deus, vulgarmente dito (ao Inferno). É por isso que se torna necessário que o homem se chegue a Deus para receber d'Ele o perdão dos seus pecados e a salvação eterna da sua alma. Isto nos é dado única e exclusivamente atrvés de Jesus Cristo, que nos amou de tal meneira que deu a Sua vida por toda a humanidade na Cruz do Calvário há cerca de 2000 anos.

 

   Quando o homem se arrepende dos seus pecados, crê que Jesus já pagou o preço da justiça Divina, e pela O recebe como seu Salvador é perdoado, salvo e tem imediatamente a vida, presença, eterna de Deus. É fácil, (pelo menos parece fácil) e é também o único meio de resolução do problema do pecado e da consequente relação pessoal com Deus.

 

MUDANÇAS NA ERA MODERNA

   O problema só surge porque, com o avançar dos tempos e com as mudanças que se efectuaram na sociedade, tudo o que nos parecia certo e seguro nos anos sessenta e no princípio dos setenta foi completamente alterado.

   Até aos anos sessenta do século passado, de acordo com a maioria dos historiadores, vivíamos no período histórico a que se chamou a Idade Moderna. Neste espaço de tempo, no Ocidente, prevalecia a posição Teísta acerca de Deus _ crença num Deus pessoal, imanente e transcendente, que existe em três pessoas distintas: Pai, Filho e Espírito Santo.

   Esta visão da divindade baseava-se na aceitação de ideias absolutas. Deus é eterno, omnipotente, omnisciente e omnipresente. Por ser também santo, justo, amoroso, bondoso, misericordioso, tudo em perfeita harmonia e equilíbrio, diz-se que Ele é perfeito. Por isoo, toda a quebra da Sua lei divina e da Sua santa vontade é pecado.

  

   Tal situação veio a ser alterada por dois acontecimentos.

   Primeiro o surgir de um novo movimento ideológico, que é hoje dominante, chamado Nova Era. Em seguida, a falência dos pressupostos e da ideologia que sustentava a Idade Moderna.

   Uma das razões do fim da Idade Moderna foi o fim da crença de que a ciência e o materialismo levariam  a humanidade até à utopia e a um mundo novo e melhor. Duas gerras mundiais, várias gerras localizadas em todo o mundo, o aparecimento de novas doenças, a fome, as tragédias humanitárias sem precedentes, bastaram para que o homem percebesse que esse caminho não levava senão à destruição e ao caos. A isto juntou-se a crise da fé, o surgir de novas seitas e religiões, e a perca de credibilidade da religião organizada.

 

   As respostas tradicionais não chegam. As Igrejas lutam entre si e dentro de si, dando respostas para perguntas que já ninguém faz e que não são relevantes neste tempo. Perdem o seu poder e a sua capacidade de intervenção ao não saberem ler e adaptar-se às novas realidades. São precisas respostas que façam sentido hoje e que tragam soluções para os problemas actuais.

 

 

 

A seguir:

Pós-Modernidade e Nova Era

Autor: Dinis Rodrigues

in Novas de Alegria

 

 

 

    

VERDADE ABSOLUTA _ 2ª parte

 

Não é possível a santificação quando a verdade absoluta é descartada.

A santidade é ferida no seu âmago quando se nega a possibilidade da verdade. Para Jesus a santificação é possível pela verdade da palavra divina. Foi assim que ele orou ao pai:

"Santifica-nos na verdade: a tua palavra é a verdade." (João 17: 17)

 

Quando teólogos, filósofos e outros negam a Bíblia como Palavra de Deus, ao sabor da corrente do pluralismo e do relativismo, atacam o cerne do propósito de sermos à semelhança de Deus: "Sede santos, porque eu sou santo." (1 Pedro 1: 16).

A santidade é a vida vivida na verdade que é Cristo em amor.

 

O Evangelho de Jesus casa a verdade com o amor. Essa conjugação é declarada de forma inexcedível e em toda a sua crueza, na cruz em que Cristo morreu, Ali está a verdade da ruína da morte que o pecado produz, a justiça absoluta de Deus e o Seu amor em graça e perdão para connosco. É assim que devemos crescer em tudo como membros da Igreja segundo o dizer de Paulo pelo Espírito Santo: "Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é o cabeça, Cristo, (...)." (Efésios 4: 15)

 

A verdade em amor não é a negação do pecado e dos pecados, mas a sua denúncia segundo a graça, a misericórdia e a justiça do Deus que é santo.

Todo o pecado tem perdão segundo o Evangelho, menos o pecado de não reconhecer o pecado e de aceitar o perdão que só Jesus nos pode dar porque morreu em nosso lugar, sofrendo sobre si a penalidade do pecado. "Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação, sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo, conhecido, com afeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós, que, por meio dele, tendes fé em Deus, o qual O ressuscitou dentre os mortos e lhe deu glória, de sorte que a vossa fé e esperança estejam em Deus." (1 Pedro 1: 17-21)

 

É na verdade que Cristo é e que Ele declara, viveu, pela qual morreu e ressuscitou, que encontramos a genuína liberdade. É possível ser verdadeiramente livre na verdade de Jesus. Livres da mentira do pecado, do absurdo, da morte, do vazio, da desesperança, da ausência de sentido e propósito.

 

A verdade absoluta existe. A verdade absoluta é Jesus. Neste tempo de pluralismo e relativismo declaramos sem quaisquer reticências essa verdade. Fora dela estamos irremediavelmente perdidos por toda a eternidade. Resistamos como discípulos de Jesus às investidas da cultura pluralista e relativista, seguindo a verdade em amor.

 

Samuel R. Pinheiro

In: NA

VERDADE ABSOLUTA _ 1ª parte

Na fé cristã a verdade é uma pessoa, não uma fórmula matemática, fisica ou química.

 

A verdade ou é absoluta ou não é verdade. Verdade relativa é um contra censo. A minha verdade tem de ser a verdade de todos ou então não é  verdade. Não existe isso da "minha verdade" ou a "verdade dos outros". Ou é verdade ou não é verdade.

 

A questão da verdade sempre interpelou os homens. Muitos deles, infelizmente, não se deixam interpelar o suficiente por ela e não esperam ou não se detêm o suficiente para serem informados acerca dela.

 

O Evangelho dá-nos disso um exemplo na pessoa de Pilatos que diante de Jesus questionou acerca do que é a verdade. Só que retirou-se sem ouvir a resposta. Melhor dizendo retirou-se sem acolher a própria verdade que estava diante dele em carne e osso.

 

Em termos de fé, a verdade é fundamental. Fé na mentira leva à morte. Só a fé na verdade é genuína e autêntica. Só a fé na verdade é verdadeira.

Jesus Cristo apresentou-se como a verdade. Ou seja, na fé cristã a verdade é uma pessoa, não uma fórmula matemática, física ou química.

A verdade não é um axioma filosófico. A verdade não é uma figura de linguagem literária. A verdade é Cristo. Ele mesmo o disse. Ele mesmo o provou.

"Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim." (João 14: 6).

Jesus Cristo é a origem de toda a realidade. Ele é o Criador e o Sustentador de todas as coisas. Todo o Universo tem o seu fundamento n'Ele. Foi Ele que o trouxe à existência.

 

A verdade que não é vivida não se conhece efectivamente. Só conhecemos por dentro a verdade quando ela é interiorizada e expressa nos actos do quotidiano.

Quando os absolutos morais e éticos são questionados e colocados em causa, vive-se ao sabor do vento, das conveniências, do prazer imediato. Quando o relativismo invade e assenta arraiais no domínio ético e moral, perde-se o rumo, instala-se a confusão e domina a morte da ausência de sentido e propósito.

 

Quando a verdade absoluta dos valores e dos princípios é descartada não há campanha sobre as consequências dos actos que vingue e dê os resultados esperados. Quando Deus é esquecido, posto em causa, remetido para as rotinas dos rituais religiosos sem qualquer interferência na vida do dia a dia, os absolutos morais e éticos desaparecem e são substituídos por outros absolutos contraditórios como é o caso da tolerância que não é mais capaz de se insurgir e denunciar a mentira, e da afirmação que "tudo é relativo".

 

Como cristãos evangélicos seguidores de Jesus Cristo afirmamos que Ele é a verdade absoluta e que pela Sua vida e ensino temos valores e princípios espirituais, morais e éticos absolutos sem os quais a morte se instala eternamente.

A exigência de Cristo é nada mais, nada menos, do que a perfeição do Pai no amor:

"Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e vir chuvas sobre justos e injustos. Porque se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? não fazem os publicanos também o mesmo? E se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? não fazem os gentios também o mesmo? portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste." (Mateus 5: 43-48) 

 

Continua:

Samuel R. Pinheiro

Vice-director de NA

 

 

 

Quem é Jesus?

 

 

Jesus de Nazaré transformou o mundo.

Jamais houve e jamais haverá alguém como Ele.

Ele é o tema de mais livros, peças, poesias, filmes, e manifestações de adoração do que qualquer outro homem na história da humanidade.

Ele dividiu a história humana em a.C. e d.C. – "antes e depois de Cristo".

Ler as Suas palavras cuidadosamente – comparando-as com as de Maomé, Buda, e os escritos hindus, ou de qualquer outro líder religioso – é ficar atônito diante do Seu poder e singularidade.

Os que O ouviram, perguntaram surpresos: "Donde lhe vêm esta sabedoria e poderes miraculosos?" (Mt 13.54).

 Observar o que Ele fez é convencer-se intuitivamente das afirmações básicas da fé cristã. Tudo de bom que o cristianismo fez ao mundo é resultado da influência de Jesus.

Mas, quem era esse homem?

As Escrituras hebraicas predisseram com séculos de antecedência a vinda de um Messias divino para toda a humanidade, e Jesus é o cumprimento dessas profecias.

Por isso, é essencial que você conheça JESUS!

Veja o que a Bíblia diz sobre Ele:

Jesus é a imagem do Deus invisível, o primogénito de toda a criação (Colossenses 1.15)

Porque aprouve a Deus que, em Jesus, residisse toda a plenitude (Colossenses 1.19)

Jesus é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste (Colossenses 1.17).

Em Jesus habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade (Colossenses 2.9)

Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito [Jesus], que está no seio do Pai, é quem o revelou (João 1.18)

Jesus é o resplendor da glória e a expressão exata do Ser de Deus, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder... (Hebreus 1.3)

Em Cristo todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos (Colossenses 2.3).

O Verbo [Jesus] estava no mundo, o mundo foi feito por intermédio dele, mas o mundo não o conheceu (João 1.10)

O mistério que estivera oculto dos séculos e das gerações; agora, todavia se manifestou... isto é, Cristo em vós, a esperança da glória (Colossenses 1.26,27)

Jesus se nos tornou, da parte de Deus, sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção (1 Coríntios 1.30)

Jesus é a verdadeira luz, que, vinda ao mundo, ilumina a todo homem (João 1.9)

Deus, o Pai, constitui ao Filho, Jesus, herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo (Hebreus 1.2)

Jesus é o Mediador da Nova Aliança... (Hebreus 12.24)

Jesus é o Autor e Consumador da fé... (Hebreus 12.2)

Em Jesus temos a redenção, a remissão dos pecados (Colossenses 1.14)

Há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem (1 Timóteo 2.5)

Jesus disse: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim (João 14.6)

A opinião da Letícia sobre responder aos comentários dela em forma de post

Aqui está a forma como a Letícia recebeu a ideia de eu lhe responder em forma de post... logo após a emissão do primeiro, recuou usando desculpas e mentiras sobre a autenticidade e a forma como respondi a um comentário dela.

Vamos ver: 

Olá Maria Helena,

Letícia, deixou um comentário ao comentário

O espiritismo é RACIONAL? LÓGICO? Leia e tire as suas dúvidas. às 00:30, 2010-04-18.

Comentário:

Letícia: SE ACHAR MAIS ADEQUADO ME RESPONDER NA FORMA DE POST, ACHO ATÉ BEM BACANA POIS PERMITE UMA EXPLANAÇÃO CORRETA. EU COLOCO SIM MINHA OPINIÃO NA FORMA DO TEXTO DAS OBRAS BÁSICAS, FAZENDO MEU COMENTÁRIO AONDE ACHO ADEQUADO. VOCÊ CITA AS OBRAS BÍBLICAS PARA ME RESPONDER E USA ANALOGIAS ENTRE A BÍBLIA E AS OBRAS BÁSICAS PARA ME FAZER QUESTIONAMENTOS ENTÃO ACHO QUE ESTOU USANDO A MESMA METODOLOGIA QUE VOCÊ.

Engraçado... não tem sido isto que tenho feito?

Desde o primeiro post sobre os respectivos comentários que fiz exactamente o que a Letícia sugeriu... porque reagiu daquela maneira?

 

Letícia: ME RESPONDER EM POST É LEGAL, MAS NÃO DEIXAR QUE TODOS OS COMENTARIOS QUE FIZ ESTEJAM ACEITOS NÃO É CORRETO NA MINHA OPINIÃO, POIS NÃO PERMITE QUE OUTRAS PESSOAS LEIAM O QUE SÓ VOCÊ LEU E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES.

Tem toda a razão! Como os comentários que enviou eram bastantes num curto espaço de tempo, optei por publicá-los conforme os fosse respondendo em forma de post's... mas sempre disse que os publicaria todos. Publicando-os com o meu parecer baseado na Bíblia e aceitando todos os comentários que possam ser efectuados.

 

Letícia: AS MINHAS OPINIÕES ESTÃO COMUMENTE EM CAPS LOCK E NA MAIORIO ANTECEDEM OU SUCEDEM O TEXTO USADO COMO BASE PARA A MINHA RESPOSTA. OBSERVE ATENTAMENTE QUE, SE AINDA NÃO OS OBSERVOU, OBSERVARÁ CERTAMENTE.

NÃO VEJO MEUS TEXTOS SOBRE PERISPÍRITO, NEM SOBRE O COMENTÁRIO DE KARDEC A CERCA DA PLURALIDADE DAS EXISTÊNCIAS E DA ANALOGIA DELE COM O QUE DIZ A BÍBLIA...

Mas irá vê-los assim que os comentar e postar... conforme o combinado!

 

Letícia: ACEITE-OS COMO COMENTÁRIOS, ACHO ESTREMAMENTE SAUDÁVEL PARA NOSSO DIÁLOGO E NEM QUERO QUE PAREÇA QUE ALGO ALI DE FATO TE CONSTRANGE POR QUALQUER MOTIVO. DANDO SOMENTE A MINHA OPINIÃO, SEM CITAR AS FONTES EM QUE ME EMBASO JÁ QUE ISSO A INCOMODA;

Constranger? Não percebo do que fala... eu continuo a não ver comentários só com a sua opinião, mas longos textos com as explicações de Kardec sobre o que ele apelidou de "espíritos".

 

Letícia: O FATO DE DAR QUALQUER OUTRO NOME OU DENOMINAÇÃO A CONDIÇÃO DE ELIAS COMO NÃO CORPORIFICADO O FATO É QUE SE ELE NÃO OCUPA UM CORPO ELE ESTÁ DESENCARNADO E SE É ESSA A SUA CONDIÇÃO... OBVIAMENTE PODE REENCARNAR!

A Bíblia Onde Kardec foi buscar Elias, diz que Elias não morreu, mas que foi arrebatado no corpo, facto presenciado por Eliseu e mais pessoas. Quem não morre não desencarna, logo... não pode reencarnar. Qualquer ensino sobre Elias que não corresponda à verdade Bíblica, não passa de deturpação da Palavra ou da opinião de alguém sobre a mesma.

 

Letícia: O FATO DE O INFERNO MATERIAL,ADAPTADO DE IDÉIAS PAGÃS, NÃO EXISTIR NÃO SIGNIFICA QUE O ESPIRITISMO NÃO O EXPLICA E DISCORRA SOBRE ISSO... LEIA O CÉU E O INFERNO QUE PODEREI RESPONDER OS QUESTIONAMENTOS QUE AINDA TIVER SOBRE O QUE PRECONIZA O ESPIRITISMO QUANTO A ISSO.

Discorre sobre, mas nega a existência do inferno e do diabo, certo? Sinceramente, pouco me interessam as considerações de Kardec sobre algo que Jesus afirmou existir. É Ele o meu Salvador, é nas Suas palavras que eu creio. Ora, se Jesus Cristo alertou para o perigo de sermos confundidos e enganados pelo diabo e, consequentemente para uma vida eterna no inferno... porque dar ouvidos a Kardec que diz algo totalmente contrário? Será que Jesus não sabia do que falava? O único interessado em que o ser humano não acredite na sua existência é o diabo.

 

Letícia: VOU FICANDO POR AQUI E QUERO FRISAR QUE A NECESSIDADE DE QUE VOCÊ ACEITE TODOS OS MEUS COMENTÁRIOS É CONDIÇÃO SINE QUA NON PARA QUE CONTINUEMOS NOSSOS DIÁLOGOS JÁ QUE, NA MINHA OPINIÃO, ISSO É INCORRETO,DESQUALIFICANDO OS SEUS COMENTÁRIOS A CERCA DELES JÁ QUE PODEM TER SIDO TIRADOS DO CONTEXTO E DO PROPÓSITO ( NÃO ALEGANDO QUE O FARIA PROPOSITADAMENTE, DE MODO ALGUM!) E TAMBÉM PORQUE COMO O BLOG É PÚBLICO COM TODOS OS SEUS TEXTOS, ACREDITO QUE OS MEUS COMENTÁRIOS A CERCA DELES TAMBÉM DEVAM SER.

Até agora, nenhum deles foi retirado de qualquer contexto... mesmo assim você mostrou-se ofendida ao vê-los respondidos à luz da Palavra de Deus.

Se optei por responder e expôr os seus comentários em forma de post, é porque sei que comentários demasiado longos não são lidos na maior parte das vezes, e que a impossibilidade de lhes dar uma sequência faria com que se tornassem ininteligíveis...

 

Letícia: PRESSUPONDO QUE NÃO SE INCOMODARÁ COM O MEU PEDIDO, AGUARDO SEU POST E ASSIM QUE O FIZER ME NOTIFIQUE POR E-MAIL QUE TEREI PRAZER EM RESPONDÊ-LA.

Continuo à espera de suas prometidas respostas, tendo-a informado sempre que posto os seus comentários com a respectiva resposta... mas parece que optou por não responder...

 

Letícia: FRATERNALMENTE E DESEJANDO UM BOM FIM DE SEMANA PARA VOCÊ E TODOS SEUS LEITORES,

LETÍCIA, BRASÍLIA/DF - BRASIL Caso pretenda gerir este comentário, poderá fazê-lo usando este link.

Continuação de uma semana abençoada para si também!

 

Vidas passadas

O homem vive apenas uma vez aqui na Terra.

A Bíblia Sagrada, regra de fé e prática dos cristãos ensina que “aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (Hb 9.27).

 Há só uma oportunidade de aperfeiçoamento, uma oportunidade de salvação, uma única chance de o homem ser recebido no céu após a sua morte. Esta oportunidade é tomada enquanto ele vive e pode tomar decisões.

 

Não morremos muitas mortes nem vivemos muitas vidas:

“Buscai o Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar” (Isaías 55.6-7).

O estado final do homem é irreversível, isto é, a sua situação após a morte, momento em que o espírito se separa do corpo.

Não há nenhuma condição de, no além, mudar a situação de condenado para salvo, de injusto para justo, de sair do inferno para o céu.

O Senhor Jesus explicou uma realidade espiritual através da parábola do rico e Lázaro. Este morreu e foi levado pelos anjos para o céu. O rico morreu e foi para um lugar de tormentos. O contexto diz que nenhum dos dois tinha possibilidade de mudar de lugar.

 

Ao ladrão arrependido, Jesus garantiu o céu: “Na verdade, te digo que hoje estarás comigo no Paraíso” (Lc 23.43).

 O ladrão sairia do céu para viver novas vidas aqui na Terra? NUNCA. Quando há sincero arrependimento, o perdão divino alcança-nos.

Não precisamos passar por sofrimentos para limpar nossa dívida. Jesus pagou tudo com Seu sangue.

No caso do ladrão, vê-se o maior exemplo da graça de Deus em operação. Não podemos ganhar a salvação e o céu mediante as nossas obras. Arrependimento e fé são suficientes.

Graça é favor divino em prol de quem não merece. É a única chance de salvação que Deus nos oferece.

O sacrifício de Cristo deu-se essa chance (v. Efésios 2.8-9).

Estevão, momentos antes de morrer, disse: “Senhor Jesus, recebe o meu espírito” (Atos 7.59). Estevão esqueceu-se de que precisaria voltar à vida corpórea e viver por um número indefinido de anos para se purificar? Não, não houve esquecimento.

 

Na verdade, a Igreja nunca falou, nem Jesus ensinou a existência de vidas passadas e retorno à vida presente para alcançar purificação.

Deus garante-nos vida eterna com Ele, ou vida eterna sem Ele.

Isto significa, viver eternamente no Céu, ou viver eternamente no Inferno: “O Diabo, o sedutor deles, foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, onde já se encontram não só a besta, como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos” (Ap 20.10). “E, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo” (Ap 20.15).

O ensino de novas vidas terrenas (reencarnação) é contrário à Palavra de Deus e especificamente contrário ao ensino do Senhor Jesus e à doutrina do Juízo Final.

 

Vejam: “Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus” (João 3.18). “Então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita; Vinde, benditos de meu Pai. Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Dirá também o Rei aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos” (Mt 25.34, 41).

 

Autor: Pr Airton Evangelista da Costa

 

ABRANGÊNCIA DO ESPIRITISMO?_ comentário da Letícia

Vou tentar responder a este comentário mantendo as minhas perguntas, ou afirmações, às quais a Letícia respondeu.

Respondo, usando textos Bíblicos, visto ela ter respondido à luz da doutrina espírita.

 

Minha pergunta: Segundo Kardec, Jesus Cristo foi o espírito mais evoluído que já habitou o Planeta Terra... não me diga que Ele não sabia dar o nome correcto às coisas...

Resposta da Letícia: NÃO, NÃO TE DIGO.

 

Resposta: Nem poderia! Jesus Cristo é o Senhor! Tudo o que Ele ensinou é a Verdade. Como Ele mesmo disse, vinha de Deus:

João 14: 7  Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.
8  Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
9  Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e näo me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
10  Näo crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo näo as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.
11  Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.

 

Minhas perguntas:De que igreja está a falar? Não é a igreja de Jesus Cristo. Qual era a diferença dos espíritos "encarnados" na época, se segundo a sua doutrina todos os que encarnam neste Planeta são atrasadíssimos?

Resposta da Letícia:O QUE É ATRASADO PARA VOCÊ? O ATRASADO A QUE SE REFERE A DOUTRINA É UMA LINHA TRAÇADA DA SIMPLES IGNORÂNCIA A PERFEIÇÃO, NA QUAL OS ESPÍRITOS QUE HABITAM A TERRA; EXCETO OS QUE AQUI VEM POR MISSÃO E ASSIM LOGICAMENTE SÃO MAIS EVOLUÍDOS QUE A GENERALIDADE POIS SUA MISSÃO TRATA JUSTAMENTE DE FAZÊ-LOS AVANÇAR PELO SEU TRABALHO E EXPLIFICAÇÃO DE HOMEM DE BEM OU HOMEM DE GÊNIO ,OU AMBOS. JÁ QUE A EVOLUÇÃO NÃO É SÓ MORAL, MAS TAMBÉM INTELECTUAL. VOCÊ PODE AFIRMAR NÃO SER ATRASADÍSSIMA COM RELAÇÃO AOS SANTOS, OU ESPÍRITOS EVOLUÍDOS? É ESSA A QUESTÃO! PODE AFIRMAR QUE AS QUALIDADE MORAIS E INTELECTUAIS DA GENERALIDADE HUMANA SÃO SIMILARES AS CONTEMPORÂNEAS A CRISTO? SE SÃO IGUAIS, SE NÃO HOUVE EVOLUÇÃO COMO O MUNDO, OS CONCEITOS E AS REALIDADES MUDARAM TANTO?

 

Resposta: Pra mim, atrasado é atrasado! Segundo o dicionário Aurélio: Atrasado adj. e s.m. Que ficou atrás, antigo, obsoleto: mentalidade atrasada. / Que chegou depois da hora; retardatário: o trem está atrasado. / Próximo passado: mês atrasado. / Pouco desenvolvido mental ou fisicamente; retardado.

A palavra "santo" significa "separado" segundo o dicionário Bíblico, já no dicionário Aurélio significa entre outros atributos:  / Que vive conforme a lei de Deus: é um santo homem; uma vida santa. Diz-se dos dias da semana que precedem o domingo de Páscoa: sexta-feira santa. / Que se refere à religião ou ao rito sagrado: santos mistérios, a santa Bíblia.

Jesus Cristo disse: "Sede santos como eu sou santo". Quanto aos espíritos evoluídos que se apresentam nas sessões de espiritismo ou falam à mente dos homens, nomeadamente nos casos de psicografia, são demónios, à luz da Palavra de Deus e, seres inteligentíssimos capazes de enganar a muitos como se pode constactar.

O único Espírito que age na vida do homem proveniente de Deus, é o Espírito Santo. Jesus prometeu que:

 João 15: 26  Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim.
27  E vós também testificareis, pois estivestes comigo desde o princípio.

16: 13  Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque näo falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.
14  Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar.
15  Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso vos disse que há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar.
E este Consolador, o Espírito Santo, Jesus disse onde Ele viria, onde seria derramado sobre os discípulos.

Lucas 24: 49  E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder.
Em Jerusalém... não em França, passados mil oitocentos e tal anos como pretendeu Kardec e ensina a doutrina espírita que se afirma como o próprio "consolador", uma heresia sem tamanho e uma mentira descarada.

Jesus cumpriu a Sua promessa em:

Actos 2:  1  E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
2  E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
3  E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
4  E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem (...)

17  E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizaräo, Os vossos jovens teräo visöes, E os vossos velhos teräo sonhos;

Dizia Pedro Cheio do Espírito Santo: 
18  E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizaräo;
19  E farei aparecer prodígios em cima, no céu; E sinais em baixo na terra, Sangue, fogo e vapor de fumo.
20  O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor;
21  E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
22  Homens israelitas, escutai estas palavras: A Jesus Nazareno, homem aprovado por Deus entre vós com maravilhas, prodígios e sinais, que Deus por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis;
23  A este que vos foi entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus, prendestes, crucificastes e matastes pelas mäos de injustos;
24  Ao qual Deus ressuscitou, soltas as ánsias da morte, pois näo era possível que fosse retido por ela;(...)

 32  Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos nós somos testemunhas.
33  De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis.(...)

Não copiei todo o capítulo, mas aconselho a sua leitura na íntegra!

Nem estou a "interpretar", a Palavra interpreta-se a si mesma.
Não há ninguém que se possa comparar a Jesus Cristo porque Ele é Deus que se fez homem, Ele é o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Derradeiro, O que FOI, O que É e O que há-de VIR.

Tudo muda no mundo, menos Deus porque Ele é o mesmo, ontem, hoje e eternamente e a Sua Palavra permanece para sempre,sobre ela, Ele mesmo disse: "Passarão os céus e a terra, mas a minha Palavra permanecerá para sempre".

 

Minha opinião: A minha réplica nunca lhe parecerá coerente enquanto os espíritos a mantiverem presa e refém, porque se baseia numa experiência pessoal com Jesus Cristo... e com a transformação da minha vida pela Palavra de Deus, aliás, não só a minha como a de milhões de pessoas! Como pode uma doutrina querer ter credibilidade quando procura sustentar-se num Livro que ao mesmo tempo procura descredibilizar?

 Contestação da Letícia: COMO PODE AFIRMAR QUE NÃO TENHO EXPERIÊNCIA PESSOAL COM JESUS CRISTO, SEM ME CONHECER? ISSO É UM ARGUMENTO PROLIXO E DESCONEXO, COMPLETAMENTE FORA DA QUESTÃO CENTRAL. O FATO DE NÃO CONCORDAR COM O QUE DIZ NÃO SIGNIFICA QUE EU NÃO COMPREENDO O QUE DIZ. DA MESMA MANEIRA QUE SUA FÉ NÃO TE LEVA A CRER NO QUE TE ARGUMENTO A MINHA FÉ, RACIOCINADA EM PRINCIPIOS IGUAIS MAS LEVANDO A CONCLUSÕES DIFERENTES, ME IMPEDEM DE COLOCAR O QUE ME DIZ COMO VERDADE NA MINHA VIDA. ASSIM COMO SUA VIDA FOI TRANSFORMADA A DOS ESPÍRITAS TAMBÉM FOI... SOMOS UMA FILOSOFIA QUE SÓ CRESCE, APESAR DE SER COMPARATIVAMENTE RECENTE. DESCREDIBILIZE MEUS ARGUMENTOS, MAS NÃO COLOQUE AÇÕES AOS ESPÍRITAS QUE NÃO OS CABE... JÁ QUE RESPEITAMOS E ESTUDAMOS A BÍBLIA COMO A BASE DO PRÓPRIO ESPIRITISMO. ARGUMENTE, NÃO JULGUE... É POSSÍVEL! É O QUE ESTOU FAZENDO.

Resposta: Afirmo sem margem de erro que a Letícia não conhece O Jesus Bíblico. Deus que se fez homem e deu a Sua vida por cada um de nós, Aquele que RESSUSCITOU ao terceiro dia e que voltará para julgar os vivos e os mortos. É, baseado, no ensino da doutrina espírita sobre a identidade de Jesus que digo que não O conhece! Acredito que conheça o "Jesus" de Kardec, um médium evoluído, mas o Salvador e Redentor da humanidade não.

Quanto ao crescimento da doutrina espírita é apenas mais um dos sinais do fim dos tempos que nos fala a Bíblia. Ela fala de "outros evangelhos", crescimento de seitas e heresias com o propósito de negar a DIVINDADE de JESUS CRISTO... nada de novo!

Não vou voltar a expôr neste post todas as contradições entre a Bíblia e a doutrina espírita, o espiritismo simplesmente nega a Bíblia como Palavra de Deus e deturpa-a profundamente. Não estou a "julgar", apenas a constactar factos.

A doutrina espírita, como muito bem disse, é uma fé baseada nos escritos de um homem que decidiu anular a Divindade de Jesus Cristo, bem como a salvação pela graça, pelo sangue de Jesus no Calvário!

 

Minhas perguntas: Porque é que toda a doutrina que Jesus Cristo e os apóstolos ensinaram seria anulada por espíritos que ninguém pode identificar? Porque tal como Kardec e você disseram podem ser mentirosos? Deus não manda espíritos... Deus envia o Seu Espírito Santo que convence o homem do pecado da justiça e do juízo. Que se deixa conduzir humildemente por Ele não é enganado nem confundido. A fé, é a certeza das coisas que se não vêm! Somos seres humanos falíveis! Deus pede que O sigamos e abedeçamos por FÉ, não por vista... Ele fala com cada um de nós individualmente, não precisa de enviar "espíritos" que negam a necessidade da salvação por fé e pela Graça de deus!

Letícia: ELES NÃO NEGAM NADA DISSO, AONDE SE INFORMOU DE MANEIRA TÃO EQUIVOCADA. SOU CONDUZIDA POR CRISTO E SUA MORAL E O FATO DE CRER NELE DE UMA MANEIRA QUE VOCÊ NÃO CONSEGUE ALCANÇAR OU COMPREENDER NÃO TE COLOCA EM POSIÇÃO DE AFIRMAR O CONTRÁRIO. OS BLOGS ESPÍRITAS CONSCIENCIOSOS TRATAM DE DIVILGAR A DOUTRINA DE CRISTO A LUZ ESPÍRITA. O SEU BLOG AO INVÉS DE PREGAR O AMOR E A VERDADE DE CRISTO À LUZ DA SUA CRENÇA TRATA DE – DESCULPE A FORÇA DA EXPRESSÃO MAS ME FALTA PALAVRA MAIS ADEQUADA – “ATACAR” ALGO QUE DESCONHECE. OU VOCÊ CONHECE A ESSÊNCIA E TODA ABRANGÊNCIA DO ESPIRITISMO?

Resposta: Mais do mesmo... a doutrina espírita nega a divindade de Jesus Cristo, a Sua ressurreição corporal presenciada pelos discípulos e algumas centenas de pessoas, a salvação pela fé e pela graça, nega os Milagres de Jesus, pratica o contacto com os "mortos" quando Deus o considerou abominável e Jesus Cristo o declarou impossível (contactam demónios, espíritos, que se disfarçam de mortos), Kardec ensinou que o caminho que conduz a Deus é largo, Jesus afirmou que era estreito e apertado, Jesus afirmou que o novo nascimento não dependia da vontade da carne, nem do varão, mas da transformação e renovação através do Espírito Santo, o espiritismo parou no versículo onde Ele diz "necessário te é nascer de novo" e ignorou toda a explicação de Jesus. Jesus Cristo alertou muitas vezes contra as astutas ciladas do Diabo, falou do perigo do Inferno e do engano que para lá conduz o homem. O espiritismo nega que tanto um como outro existam...

Enfim, quando diz que os blogs espíritas divulgam a doutrina de Cristo à luz espírita, eu tenho que perguntar:

Quem é que devemos ouvir? Jesus Cristo ou Kardec e os espíritos? É a doutrina espírita maior que Jesus?  Se Ele afirmou ser a LUZ DO MUNDO, que doutrina terá mais luz que Ele a ponto de "iluminar" a Sua doutrina?

O meu blog, trata da doutrina de Jesus Cristo à luz da única fonte que O revela, A Palavra de Deus mais conhecida por Bíblia Sagrada.

Sem dúvida, quanto mais leio, mais vejo a mão de Satanás no espíritismo. Toda a abrangência da doutrina espírita visa desviar o ser humano da graça de Deus que  amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê näo pereça, mas tenha a vida eterna.
17  Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, näo para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
18  Quem crê nele näo é condenado; mas quem näo crê já está condenado, porquanto näo crê no nome do unigênito Filho de Deus.
19  E a condenaçäo é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. (João 3: 16-19)

 

As mentiras que Kardec pretendia basear na Bíblia, continuam manipulando, deturpando, iludindo, mentindo, enganando e afastando o ser humano da Salvação que só é possível em Jesus Cristo, tal como escreveu o apóstolo Paulo na 1 carta a Timóteo cap 4: 1 Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostataräo alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demónios;
2 Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;(...)

(...) 7 Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas, e exercita-te a ti mesmo em piedade;
8 Porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir.
9 Esta palavra é fiel e digna de toda a aceitaçäo;
10 Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis.