Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Uma cristã e um espírita conversam

Entrei num táxi. O taxista pousou o livro que lia no assento ao lado. Olhei, e percebi que lia um livro voltado para a espiritualidade, um livro de Allan Kardec com a visão kardecista de ver a realidade. Meti conversa com ele:

 

— Estou a ver que o sr. gosta de ler.

— Gosto sim. Leio de vez em quando e este livro, particularmente, é muito bom. 

— Mas, questionei, o que é que o sr. está a aprender sobre a realidade? O que é que está a entender pelo que lê?

Então, ele começou a explicar-me aquela ideia tão conhecida e famosa com origem na Índia, aquela ideia do carma que afirma que as pessoas teriam vivido diversas vidas antes de chegar a esta e que esse processo de idas e vindas resultaria numa espécie de contabilidade espiritual: numa vida, a pessoa acumularia pontos positivos e pontos negativos e, quando a pessoa voltasse cá, a sua vida (que ela mesma escolheria) seria definida em função do que ela havia acumulado na vida anterior. 

Conhecendo a doutrina kardecista, comecei a fazer-lhe perguntas:

— Ouça, como é que isso funciona?

Ele respondeu:

— É simples, se nós fizermos o bem, ajudarmos as pessoas e formos pessoas do bem, vamos acumulando pontos positivos e, quando voltamos para viver outra vida vimos numa situação melhor. Em contrapartida, se fizermos o mal, não ajudarmos o próximo e formos maus e perversos, vimos para saldar as contas pagando pelo mal que fizemos. É por isso que as pessoas sofrem, têm dificuldades, deficiências, doenças e outras coisas ruins e inexplicáveis – elas estão a pagar o mal que fizeram noutra vida.

— É mesmo? perguntei-lhe. Então ajude-me a entender isso porque eu tenho algumas dificuldades com esse ensino. Por exemplo: quando vemos uma pessoa na rua com deficiência física a pedir ajuda, o que é que está a acontecer-lhe? Porque é que ele está naquela triste condição?

— Como já lhe disse, respondeu-me o taxista, ela está assim porque está a pagar por algo que fez na vida anterior. 

— A sério? Mas então, se é verdade que a pessoa está a pagar pelo mal que fez na vida anterior a fim de evoluir, se eu a ajudar minorando o seu sofrimento e a tirar da rua, não só vou atrapalhar a sua evolução como também impedi-la de ter uma vida melhor na próxima reencarnação. Na verdade, segundo a sua lógica, se eu quiser realmente ajudar aquela pessoa sem olhar aos meus próprios interesses (fazer o bem para ganhar méritos, aperfeiçoar-me e voltar para viver uma vida melhor), o melhor que eu posso fazer por ela é aumentar o seu sofrimento a fim de a ajudar a pagar pelo que fez a fim de que possa evoluir e reencarnar para uma vida melhor. O problema é que se eu não fizer o bem e não ajudar o indivíduo praticando algum tipo de caridade não acumulo pontos positivos para a minha conta e estou "ferrada" numa próxima vida... Estou em dificuldades... O sistema está difícil de entender... se eu faço coisas boas, reencarno para uma vida melhor, mas ao não permitir que os endividados paguem aquilo que devem e que, segundo a doutrina kardecista, eles mesmos escolheram como pagar, isso quer dizer que a vida deles nunca vai melhorar por causa do meu egoísmo em acumular pontos positivos para mim... Há algo muito errado nesta doutrina.

O taxista travou bruscamente e começou a balbuciar:

— Nunca tinha pensado nisso... Realmente, não faz muito sentido...

Acho que ele foi refazer as contas da "caixa económica celestial"!

 

confuso.jpeg

 

À venda no Brasil nas livrarias Cultura e Saraiva

Ignorando a ordem expressa de Deus que proíbe ao seu povo a comunicação com os mortos:

«Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos (médiuns); pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.» (Deuteronómio 18:10-12).

Kardec, numa tentativa grosseira e falhada de se colar ao Cristianismo, inventou um novo nome (espiritismo) e uma nova codificação (kardecista) para a feitiçaria e a necromancia que Deus proíbe e condena severamente na Sua Palavra, 

 

Leia mais no livro:

espiritismo_capa_site_2.jpg

 

Psst...

«Anunciai, e chegai-vos, e tomai conselho todos juntos; quem fez ouvir isto desde a antiguidade? Quem desde então o anunciou? Porventura não sou eu, o Senhor? Pois não há outro Deus senão eu; Deus justo e Salvador não há além de mim.»
— Isaías 45:21

O Deus da Bíblia.jpg

 

Salvos pela graça [favor imerecido]

«E [Deus ] vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência; entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.
Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos RESSUSCITOU [regenerou] juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para connosco em Cristo Jesus.
Porque PELA GRAÇA SOIS SALVOS, POR MEIO DE FÉ; E ISTO [salvação e fé)] NÃO VEM DE VÓS, É DOM DE DEUS. NÃO VEM DAS OBRAS, PARA QUE NINGUÉM SE GLORIE; porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.»

— Efésios 2:1-10 

 

Salvos.jpg

 

Cristo morreu pelos nossos pecados

«Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis.
Pelo qual também SOIS SALVOS SE O RETIVERDES TAL COMO VO-LO TENHO ANUNCIADO; se não é que crestes em vão.
Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que CRISTO MORREU PELOS NOSSOS PECADOS, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que RESSUSCITOU AO TERCEIRO DIA segundo as Escrituras.
E que FOI VISTO por Cefas, e depois pelos doze.
Depois FOI VISTO, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.
Depois FOI VISTO por Tiago, depois por todos os apóstolos.
E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo.»

— 1Coríntios 15:1-8 

 

redenção.jpg