Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Lógica, razão e coerência?

 

1) No espiritismo, os "espíritos" afirmam que reencarnaram para expiação, purificando-se para pagar seus pecados (apesar dos espíritas não acreditarem no pecado).

Pergunto:

_ O mundo está melhor?

   Se somos 10 ao morrer, continuaremos a ser 10 após a reencarnação. Mesmo levando em conta a hipótese de haver outros mundos habitados, como afirmam os espíritas (a Ciência ainda não o provou). Mas, se este planeta é de expiação, se a reencarnação é um processo de aperfeiçoamento espiritual pelo qual todos temos que passar, a população Mundial deveria estar a diminuir, já que, há muito, deveriam existir seres melhores  que vão para as dimensões superiores. Então, porque é que isto não acontece?

   Por outro lado, porque a cada século, década, ano e dia que se passa percebemos um aumento progressivo em todo o mundo da miséria, violência, criminalidade, doenças incuráveis, sofrimento do homem, enfim, com o passar do tempoa vida torna-se cada vez mais perigosa, angustiante e difícil, quando era de esperar que com o passar do tempo e, consequentemente, após várias reencarnações os espíritos dos seres humanos estivessem a evoluir, purificando-se e tornando-se mais iluminados. Isso reflectir-se-ia num mundo mais justo, menos violento e mais próximo de Deus, o que não acontece contrariando o que os espíritas afirmam como sendo a "lógica" da doutrina da reencarnação.

   Qual será essa lógica perante o que lemos e vimos todos os dias?

2) Se a reencarnação é para os levar à eternidade, qual o corpo que ocupariam já que usaram tantos corpos? Na eternidade, como ficariam para prestar contas? Se neste momento se encontram noutros Planetas mais evoluídos, permanecem desencarnados ou reencarnados? Se estão reencarnados, como é que os Cientistas nunca conseguiram vê-los noutro Planeta? Como é que ninguém conseguiu provar que de facto há vida noutros Planetas?

3) Ninguém diz que foi e voltou relatando e mostrando como é, apenas se aceita a idéia?

Parece que no mundo mais evoluído não há máquinas fotográficas, (que por cá neste mundinho vão ficando ultrapassadas),  para retratar o que por lá se passa...

4) Porque é que os "espíritos" podem curar e fazer o bem ao corpo das pessoas, mas não podem dar a verdadeira paz, acabando com o vazio interior do homem?  Qual o interesse dos "espíritos" nesse engodo?

Resposta:

   Há razões muito fortes para que os espíritos enganem as pessoas  fazendo o “bem”, pois, se uma pessoa se convence de que aqueles que se manifestam numa sessão espírita são mesmo espíritos humanos desencarnados, ela deixará de buscar a sua salvação em Jesus Cristo tal como mostram as Sagradas Escrituras, pela Fé. A salvação, segundo o espiritismo,  não se dará mediante o arrependimento e o crêr em Jesus, e sim, segundo eles, mediante a reencarnação e as boas obras, dando prosseguimento ao processo de evolução espiritual.   

  Se esta hipótese fosse verdadeira, teríamos que tirar uma conclusão:

  A de que o sacrifício de Cristo só poderia ter sido inútil, já que havia outras chances de salvação. E sendo assim, Deus seria um ser injusto.

 É demasiado evidente que o espiritismo vive numa contradição.

 

Afirmam que Jesus foi o maior e mais evoluído espírito de luz que já passou pelo planeta Terra. Mas como, se este planeta é o de pior expiação e Jesus veio em forma humana? E este “espírito de luz” (Jesus) esteve enganado com relação à sua doutrina que afirma aos homens que somente seriam Salvos, lavados e remidos dos seus pecados crendo na Sua morte de cruz, no Calvário e na Sua ressurreição?

   A Palavra de Deus diz: “Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo; pois é com o coração que se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.” (Romanos 10:9-10).

   Entretanto, segundo a pseudo-verdade dos espíritas, bastaria que, para obter a salvação, os homens praticassem boas obras e reencarnassem algumas vezes.


   Admitida esta contradição, e, em nome da coerência,  percebemos o facto de que é impossível que os espíritos ensinem a verdade aos espíritas, uma vez que, à luz do ensino espírita, o maior Espírito de luz se enganou e enganou Kardec em relação à parte mais fundamental da sua doutrina. Então, porque daríamos crédito aos espíritos de menos luz, como por exemplo, Allan Kardec? 

    O que fica claro, é que é impossível saber a verdade através dos espíritos, pois até mesmo aquele que foi reconhecido por Kardec como o maior espírito de luz, segundo as revelações que ele divulgou, se enganou.

 

 Pesquisadora: Klênea Souza do Amaral Costa
Revista e corrigida por: Azenete Barbosa Luna
Digitada por: Annelise da Costa Lacerda F. Silva