Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

O espiritismo é cristão? _ AS APARIÇÕES DE JESUS

O Espiritismo fala em “evangelizar”, em “consciência cristã”, em “Espiritismo cristão”.

Para sabermos se o Espiritismo é ou não cristão, nada melhor do que fazermos o confronto de suas doutrinas com as do Cristianismo.

 

As Aparições de Jesus

O que ensina o Cristianismo

A Bíblia relata da seguinte forma o aparecimento de Jesus aos discípulos após a Sua RESSURREIÇÂO:

“E eles, espantados e atemorizados, pensavam que viam algum espírito. E Jesus lhes disse: Por que estais perturbados e por que sobem tais pensamentos aos vossos corações? Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo. Apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho. Tendes aqui alguma coisa que comer? Então eles apresentaram-lhe parte de um peixe assado, e um favo de mel. O que Ele tomou, e comeu diante deles” (Lc 24.37-43). “Jesus disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente” (Jo 20.27).

O que ensina o Espiritismo

“As aparições de Jesus depois de sua morte são narradas por todos os evangelistas com detalhes circunstanciados que não permitem duvidar da realidade do fato. Aliás, elas se explicam perfeitamente pelas leis fluídicas e pelas propriedades do perispírito, e nada apresentam de anômalo... Reconhece-se nelas [nas aparições] todos os caracteres de um ser fluídico. Aparece inopinadamente e desaparece da mesma forma; é visto por uns e por outros sob aparência, que não o fazem reconhecido, nem mesmo por seus discípulos. Sua linguagem não tem a vivacidade de um ser corporal; tem o tom breve e sentencioso... Jesus mostrou-se, pois, com seu corpo perispiritual, o que explica não ter sido visto por aqueles a quem desejava mostrar-se; se estivesse em seu corpo carnal, teria sido visto por todos, como quando era vivo” (A Gênese, Allan Kardec, 14a edição, 1985, cap XV-61, p. 300/301).

“Depois de sua ressurreição, quando ele quis deixar a Terra, não morre; seu corpo se eleva, se desvanece e desaparece sem deixar nenhum sinal, prova evidente de que esse corpo era de outra natureza que não aquele que pereceu sobre a cruz; de onde será forçoso concluir que se Jesus pôde morrer, é que tinha corpo carnal” (Ibidem, p. 303-304).

Não ficou bem clara a posição de Allan Kardec a respeito do corpo carnal de Jesus. Se o corpo ressurreto “era de outra natureza”, isto é, diferente do que foi crucificado, é forçoso perguntarmos onde foi parar o corpo carnal. Ora, o próprio autor da tese espírita declara que Jesus “tinha corpo carnal”. Eis suas explicações:

“O desaparecimento do corpo de Jesus após sua morte foi objeto de numerosos comentários... Uns viram neste desaparecimento um fato milagroso; outros supuseram uma remoção clandestina. Segundo outra opinião, Jesus não teria jamais revestido um corpo carnal, mas somente um corpo fluídico... e dizem que assim se explica que seu corpo, retornado ao estado fluídico, pôde desaparecer do sepulcro, e foi com este mesmo corpo que ele se teria mostrado depois de sua morte. Sem dúvida, um fato destes não é radicalmente impossível... A questão é, pois, de saber se tal hipótese é admissível, se ela é confirmada ou contraditada pelos fatos” (Ibidem, cap XV-64, p.302-303).

Após mostrar-se simpatizante da idéia segunda a qual Jesus nunca teve um corpo carnal – “sem dúvida, um facto destes não é radicalmente impossível” -, o autor de A Gênese conclui que “Jesus teve, pois, como todos, um corpo carnal e um corpo fluídico, o que é confirmado pelos fenômenos materiais e pelos fenômenos psíquicos que assinalaram sua vida” (Ibidem, cap XV-66, p. 304).

 

Analisemos: O Espiritismo afirma que Jesus não foi reconhecido e não foi visto em suas aparições por tratar-se de um “ser fluídico”.

 

O que diz o Cristianismo:

Jesus conversou demoradamente com os dois discípulos a caminho de Emaús (Lc 24.15-31), com seus discípulos (Lc 24.36-51), com sete discípulos que estavam pescando, ocasião em que deu várias orientações a Pedro (Jo 21.1-23).

Em nenhuma hipótese podemos considerar que não houve vivacidade nas palavras de Jesus, ou que seu tom fora breve e sentencioso.

O Espiritismo diz que Jesus mostrou-se com o seu “corpo perispiritual”.

O próprio Jesus responde: “Espírito [ou perispírito] não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho” (Lc 24.39).

O Corpo de Jesus
O que teria acontecido com o corpo carnal de Jesus?

O Espiritismo afirma que ele tinha um corpo carnal e um corpo fluídico, como todos os homens têm. Entendo que isto seja traduzido como corpo e espírito.

O espírito, na Sua morte, foi entregue ao Pai (Lc 23.46). O Seu corpo foi guardado no sepulcro (Lc 23.53).

O Espiritismo não firma uma posição sobre o assunto. Apenas informa que o “desaparecimento do corpo de Jesus após sua morte foi objeto de numerosos comentários”; que os evangelistas declaram que o corpo não foi encontrado no sepulcro; que uns viram nisso um fato milagroso; outros supuseram uma remoção clandestina (A Gênese, cap. XV-64, p. 302).

O Cristianismo afirma que o corpo de Jesus foi muito bem guardado por soldados fortemente armados, e a entrada do sepulcro foi fechada com uma pedra que recebeu o selo imperial romano (Mt 27.64-66). Por se tratar de algo completamente fora de cogitação, não prosperou a mentira dos judeus sobre o furto do corpo (Mt 28.11-15). A resposta para o “desaparecimento” do corpo é simples:  “Desde então, começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muito dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia” (Mt 16.21); (2) O Filho do homem “ressuscitará ao terceiro dia” (Mt 20.19; Lc 9.22). A ressurreição corporal de Jesus é a essência do Cristianismo.

 

Por fim, ouçamos o apóstolo Paulo:
 “Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi; que Cristo foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras, e que foi visto por Cefas e depois pelos doze. Depois, foi visto por mais de quinhentos irmãos... Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dos mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos. E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou. E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também vã a nossa fé. Cristo ressuscitou dos mortos e foi feito as primícias dos que dormem” (1 Co 15.3-20). 

 

Perante estas contradições ainda há quem acredite que o espiritismo é cristão?

 

 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Maria Helena 02.08.2011

    Olá Daniele, boa tarde!
    Acho que estamos perante um equívoco... o texto que lhe enviei para reflectir não foi retirado de nenhuma obra católica Romana e sim do site "Solascriptura", um site cristão.
    Dou-lhe toda a razão quando diz que a missa e os seus sacramentos não têm qualquer valor!
    Acredito que o seu comentário faria todo o sentido se eu fosse católica Romana e tivesse retirado o texto de um site católico romano, mas não é essa a verdade.
    O que mais importa no texto que lhe enviei para pensar fala sobre o sacrifício de Jesus e o motivo pelo qual Ele morreu por nós e, isso não tem a ver com os pensamentos ou ideias de um católico romano ou não e sim com a Bíblia que, para qualquer cristão convertido é a Palavra de Deus.
    Equivocou-se tremendamente ao dizer que eu sou católica romana, não sou! Já fui quando criança, por herança, mas quando conheci o Evangelho (Boas Novas da Salvação) deixei de prestar culto aos mortos e a imagens de escultura e passei a adorar somente a Deus!Quando entendi que a salvação é pela maravilhosa graça de Deus e que só Jesus é digno de toda a honra e adoração e o Único intercessor entre Deus e os homens abandonei o catolicismo romano. Para quê beber de várias "garrafas" quando Jesus Cristo é a fonte de Água Viva? Porque andar de "santo" em "santo" quando Jesus nos dá acesso directo ao Pai?
    A reencarnação é comum a vários sistemas religiosos sim, aliás ela começou no Jardim do Éden (primeiro relato bíblico) onde Satanás incorporou a serpente para enganar Eva, mas, não há nenhuma "religião" que possa salvar o homem, isso só Jesus Cristo Ressurreto o pode fazer.
    Que tal olhar para a Índia? Um País maioritáriamente reencarnacionista e um dos mais miseráveis da terra? Porque será?
    Daniele, acredite que, se Kardec tivesse usado livros ou escritos budistas ou hindús para basear a doutrina da reencarnação eu não teria criado este blog... mas Kardec usou O Livro que é a Palavra de Deus e deturpou textos que retirou do contexto visto que a Bíblia nunca, em momento algum fala em reencarnação e sim em ressurreição.
    Só o facto do espiritismo usar a Bíblia quando parece conveniente e ignorá-la quando mostra a mentira e o engôdo da doutrina espírita me leva a abordar o assunto à luz das Escrituras Sagradas.
    Qual é a interpretação que você faz deste texto?

    “Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi; que Cristo foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras, e que foi visto por Cefas e depois pelos doze. Depois, foi visto por mais de quinhentos irmãos... Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dos mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos. E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou. E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também vã a nossa fé. Cristo ressuscitou dos mortos e foi feito as primícias dos que dormem” (1 Co 15.3-20).

    Quando você entender que o Jesus seguido pelo cristianismo não é o "Jesus" de Kardec verá que o objectivo deste blog é apenas o de alertar pessoas que acreditam que o espiritismo tem fundamento bíblico e são enganadas nas sessões espíritas por demónios que se disfarçam de entes queridos falecidos cegando espiritualmente os incautos de forma que não lhes resplandeça a luz do evangelho da salvação!
    Não pretendo convencer ninguém de nada até porque o único que pode convencer o homem do pecado, da justiça e do juízo é o Espírito Santo de Deus!
    Deus a abençoe Daniele!
  • Sem imagem de perfil

    Daniele 02.08.2011

    Nossa, Maria Helena, sua interpretação acerca de meus comentários estão totalmente fora de contexto! Peço-lhe que não fique dividindo meus comentários, ele estava inteiro, um após o outro, totalizando três, onde coloquei claramente a palavra "continuação", que é para dar-lhe total entendimento, porque está em sequência. Você fica querendo introduzir os seus comentários, dividindo os meus e tirando-lhe a ordem.
    Tem certeza de que leu corretamente? Estou começando a acreditar que, ao contrário do que você pensou, meu português aqui do Brasil que está sendo inteligível para você em Portugal...Peço-lhe, encarecidamente, que releia-o da forma correta, mas, vou tentar explicar novamente:
    O texto que você colocou, tem seu conteúdo ORIGINAL no site Montfort, e é de autoria do Sr. Orlando Fedeli. Disse que ele sim é um CATÓLICO que afirma que qualquer ensinamento fora da Santa Igreja Católica Apostólica Romana é pura deturpação da verdade de Deus, inclusive, os da sua igreja Maria Helena. Não disse que você era católica, sei bem que você é da Assembléia de Deus. Quando me referi aos católicos, estava me referindo ao texto que você citou, que está incompleto e é da procedência de um historiador católico... Como posso ter dito que você era católica e estar me dirigindo à você se eu disse justamente que o autor, católico, faz em seu texto afirmações contra a minha crença e contra sua??? Você entendeu ou quis entender tudo errado...Preste atenção na imensa contradição que você cometeu ao dizer: "Dou-lhe toda a razão quando diz que a missa e os seus sacramentos não têm qualquer valor!" Pelo contrário, minha cara, ele afirma que é uma HERESIA ser contra a missa e seus sacramentos. O que você acabou fazendo, foi dar importância a parte do texto que lhe convém e discordar e eliminar a parte que não lhe convém. Você pegou um texto pela metade, sem sequer conhecer sua autoria, as convicções de seu autor e acabou sendo traída por você mesma. Você não se deu ao trabalho de tecer sua própria opinião, copiou e colou uma parte do texto, extraindo-lhe a integridade e ignorando que seu autor que é, comprovadamente, Orlando Fedeli, o mesmo que critica a sua crença também, dizendo que vocês também não serão salvos! Como pode! Você fez exatamente o que acusa em Allan Kardec, está deturpando um texto que você nem mesmo cohece a autoria, tirando-lhe partes, entendendo conforme lhe convém, para dar-lhe credibilidade e ficar me passando lições!!! Esse texto chama-se, com certeza, Argumentos CATÓLICOS contra os fundamentos do espiritismo, não há equívoco algum.
    Maria Helena, você sai pegando textos, de outras fontes, de autorias que te contradizem explícitamente, sem, ao menos, dar-se ao trabalho de tecer sua própria opinião, coloca-os em seu Blog, sem saber ao menos do que está falando, publica-os como verdade, faltando-lhe partes, sem nem mesmo entender seus argumentos. Você retirou justamente a parte que vai contra a SUA crença e deixou a que vai contra a minha! Quanta injustiça!!! E depois a cega sou eu...
    Perdoe-me a franqueza, mas se é inacapaz de compreender, de buscar a fonte, de saber se o que você acredita é condizente com um texto de um simples ser humano como nós, como está se julgando capaz de conhecer a verdade absoluta acerca da Palavra de Deus?!
    Que Deus dê-lhe muita luz, Maria Helena.
  • Sem imagem de perfil

    Liliana 03.08.2011

    Daniele, boa tarde!
    Deixei-lhe um comentário, mas não deve ter entendido o seu conteúdo.
    Agarrou-se a uma falsa questão acerca de um texto que já deve ter sido publicado por inúmeras pessoas e que, à semelhança de muitos textos tem verdades biblicas e ideias do autor. Aproveitar partes do texto que se encontram de acordo com a razão deste blog existir, que ainda por cima foram retirados de um site evangélico, é falta de inteligência e de conhecimento?
    O que chama então a sra. inteligente ao facto de Kardec maldosamente ir à Bíblia buscar o profeta Elias para dizer que João Baptista era a reencarnação do profeta de Deus quando o próprio João nega o facto e a Bíblia ensina que Elias não morreu?
    Eu chamo-lhe mentira escandalosa, mas você deve acreditar que quando a Bíblia diz que Elias foi arrebatado ao céu à vista de umas quantas pessoas e de Eliseu se tratava de uma alegoria?
    E quando João Baptista afirmou não ser a reencarnação de Elias? Outra alegoria? Ou João Baptista era um mentiroso?
    Será que só Kardec sabia que era um poeta celta noutra vida?
    Será que, quando em Inglaterra, numa sala, se encontravam 6 pseudo-reencarnações de Cleópatra e outras tantas de Napoleão Bonaparte mentiam alguns, ou mentiam todos?
    Gostaria de saber qual a resposta que você dá quando lhe perguntam: Se todos somos a reencarnação de alguém, quem foi o primeiro? Quando e onde pecou? Como aconteceu?
    Se, segundo o seu líder espiritual kardec, este é o planeta mais atrasado para os espíritos mais atrasados, porque Jesus Cristo, o mais perfeito de todos os espíritos esteve aqui?
    Considera-se uma pessoa atrasada? Se não se considera tal, facilmente perceberá uma grande contradição nos pensamentos do Allan.
    Vejo que continua a fugir quando lhe pedem para comentar textos bíblicos claros e sem margem para segundas interpretações, alguma razão para não conseguir expressar o seu pensamento acerca deles?
    Será que também para si todos os textos bíblicos que mostram que o espiritismo é satânico são alegorias?
    Ou será que á semelhança de outros Kardecistas chama as verdade bíblicas de parábolas?
    A Bíblia tem muitas parábolas, mas quem tem um relacionamento íntimo com o Senhor consegue entender que Ele explicou essas parábolas aos discípulos.
    Um texto bíblico que gostaria de a ouvir comentar é este:
    Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.

    Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar.

    Kardec ignorou propositadamente os versículos seguintes?
    Jesus prometeu que voltaria.
    E quando foi crucificado disse ao ladrão para onde iria, para o Paraíso! Não para um qualquer planeta...
    E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.
    E para onde eu vou vós conheceis o caminho.
    O caminho é Jesus.

    Cada um acredita em quem quer, verdade?
    Você prefere as mentiras da doutrina Kardecista, nós cristãos, a verdade que Jesus Cristo e os Evangelistas nos ensinam.
    Não tente fazer os outros de idiotas porque essa estratégia não cola. Quanto aos seus comentários, alguns são confusos e desprovidos de propósito.
    Fico por aqui.
    Deus abençoe a todos.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.