Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Quando nascemos de novo

Quando nascemos de novo, não deixamos de ser filhos de nossos pais terrenos, mas a partir desse instante nos tornamos filhos de Deus.
Assim, na nossa identidade espiritual, no local da filiação consta Deus como nosso Pai.
O nosso novo nascimento não acontece como o natural, nascidos de uma mulher, mas, como disse Jesus, da água e do Espírito (João 3,5).
Somos feitos filhos de Deus não mediante o parto de mulher, mas mediante o sacrifício de Jesus na cruz (João 1,12).
Como crianças sem pai, perdidas e à mercê de toda a maldade humana, estávamos perdidos em nossos pecados e à mercê de toda maldade do diabo. Quando entregamos nossa vida para Jesus, fomos libertados da escravidão de Satanás e conduzidos para a verdadeira liberdade de Cristo Jesus.
Não precisamos viver amedrontados pelo que possa nos fazer o homem nem o diabo, porque não recebemos o espírito de escravidão para vivermos, outra vez, atemorizados, mas recebemos o espírito de adopção, baseados no qual clamamos: Aba Pai (Rm 8,15).
Além disso, o Senhor está connosco, por isso podemos dizer: “Comigo está o Senhor, nada temo; que mal me poderia ainda fazer um homem?”(Sl 117,6).
O Senhor “no seu amor nos predestinou para sermos adoptados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o aprovação de sua livre vontade”(Ef 1,5). E isso não acontece por merecimento, porque, pela graça somos salvos, mediante a fé; e isto não vem de nós; é dom de Deus; não das obras, para que ninguém se glorie (Ef 2,8-9).
Uma obra perfeita para que todos nós possamos ter uma identidade única em Jesus.
Somos filhos de Deus, mediante Jesus, e não podemos nos intimidar diante das pressões do mundo físico e espiritual nem deixar que outras pessoas ou mesmo o diabo questione a nossa filiação divina.
Temos certeza absoluta da nossa paternidade divina, porque “O Espírito mesmo dá testemunho ao nosso espírito de que somos filhos de Deus”(Rm 8,16).
Lembremos em todos os momentos, em nós habita o Espírito Santo e que é o próprio Espírito do Senhor que testifica ao seu espírito, afirmando esta verdade absoluta: somos filhos de Deus.
Assumamos essa nova identidade divina e tomemos posse de todos os privilégios que ela nos dá, mas não esqueçamos das responsabilidades que esse privilégio acarreta:
“Aquele que diz conhecê-lo e não guarda os seus mandamentos é mentiroso e a verdade não está nele. Aquele, porém, que guarda a sua palavra, nele o amor de Deus é verdadeiramente perfeito. É assim que conhecemos se estamos nele: aquele que afirma permanecer nele deve também viver como ele viveu.” (1 Jo 2, 4-6.
 
Mariana Trigo a 16 de Novembro de 2011 às 22:42
 
 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Maria Helena 18.11.2011

    José Paulo!
    Jesus Cristo alertou-nos para o crescimento das seitas e heresias conforme o tempo fosse chegando ao fim...
    O facto de o espiritismo estar a crescer é apenas o reflexo de um mundo que se afasta do Criador!
    O crescimento do espiritismo tem uma explicação muito lógica:
    3 E estando ele sentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Declara-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo.

    4 Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane.

    5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão.
    (...)
    9 Então sereis entregues à tortura, e vos matarão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.

    10 Nesse tempo muitos hão de se escandalizar, e trair-se uns aos outros, e mutuamente se odiarão.

    11 Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos;

    12 e, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.

    13 Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.

    14 E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
    (...)
    23 Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis;

    24 porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

    25 Eis que de antemão vo-lo tenho dito.

    26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto; não saiais; ou: Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.

    27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do filho do homem.

    28 Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres.

    29 Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados.

    30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.

    31 E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais lhe ajuntarão os escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.

    Só quem não conhece a Palavra de Deus se surpreende com o crescimento das doutrinas que ensinam o erro e a mentira!
    Foi sempre assim ao longo da história... mais os que condenaram Jesus Cristo que os que estavam ao lado d'Ele!
    Deus o abençoe José! E obrigado por nos mostrar que a Palavra se cumpre a cada dia!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.