Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Erros que pôem a Bíblia em causa

   Um leitor colocou a seguinte questão: "Um jornal americano de língua portuguesa, trazido aqui para os Açores, continha um artigo sobre os "erros" da Bíblia. Entre eles, por exemplo, a Criação realizada em sete dias, o facto de a luz surgir antes do Sol e a paragem do mesmo no tempo de Josué. Juntava-se-lhe ainda a história de Adão e Eva, que não se sabe se eram brancos ou negros e de a Bíblia dizer que a Terra era chata e não esférica como se sabe actualmente. Ainda por cima, o mesmo jornal criticava um responsável evangélico por acreditar nestas "histórias para crianças". Ora, que resposta convincente poderei dar às pessoas que me apresentam estes textos e estas ideias?"

Bem, para algumas pessoas não existem respostas totalmente convincentes. Por muito que nos esforcemos, continuarão sempre a acreditar no que querem e a defenderem aquilo que predeterminaram, ainda que as explicações sejam boas e os assuntos fiquem por demais evidentes. Ás vezes, o paradoxo é que se aceitem as histórias mais iverossímeis e se regeitaem as verdades fundamentais. Há pessoas capazes de acreditar na mitologia, seja ela evolucionista ou religiosa, e de continuarem a ignorar o que a Bíblia menciona. Inclusivamente, ridicularizando quem nela acredita.

Ora, a Bíblia é o Livro do Deus Vivo e ainda ninguém lá encontrou nenhum erro. Não me refiro às ideias e conclusões apressadas, mas a erros comprovados. A Bíblia já possui muitos anos de existência, mas não está ultrapassada; as afirmações negativas a seu respeito, essas sim, é que estão ultrapassadas. Os pseudo erros, citados na actualidade, já foram apresentados e esclarecidos no passado. Por muito modernos que pareçam, "Já são tão antigos como Celso"!

Quanto à origem do mundo, a Bíblia apresenta uma sequência que já foi reconhecida e comprovada pela ciência. Eis a mesma: 1º) Um princípio; 2º) Uma Terra primitiva em trevas; 3º) Luz; 4º) Uma expansão e atmosfera; 5º) Grandes áreas de terra seca; 6º) Plantas terrestres; 7º) Sol, Lua e Estrelas, tornando-se discerníveis na expansão e o início das estações; 8º) Monstros marinhos e criaturas voadoras; 9º) Animais selvagens e mamíferos domésticos; 10º) O homem.

Ora, como a ciência moderna já confirmou que assim aconteceu, colocamos a seguinte pergunta: Qual a probabilidade de o escritor de Génesis acertar nesta sequência, se não fosse por intervenção divina?

Para uma melhor explicação, imaginemos uma caixa contendo dez números (de 1 a 10) de onde alguém iria tirando um de cada vez. A probabilidade de tirar o nº1 em primeiro lugar seria de um para dez. Depois, como ficam apenas nove números na caixa, a probabilidade de tirar o nº2 é de um para nove. Segue-se o nº3, cuja probabilidade é de um para oito e assim sucessivamente. A probabilidade global de acertar à primeira, tirando os dez números pela ordem crescente, seria de dez! (factorial) ou seja, 10x9x8x7x6x5x4x3x2x1= 3.628.800.

Portanto, a probabilidade global do escritor de Génesis acertar na sequência, atrás referida, seria de 1 para 3.628.800, ou seja, praticamente impossível, o que comprova ser este livro de inspiração divina.

Dizer que a luz não poderia surgir antes do Sol, é garantir a inexistência de quaisquer outras fontes luminosas, o que constitui um manifesto absurdo. Até mesmo nós, seres humanos, podemos produzir alguma espécie de luz. E Deus, que é a Luz por excelência, não poderia criar outras luzes?!

A erva verde e a vegetação de um modo geral foi criada no terceiro dia e, o Sol tornou-se discernível no quarto dia. É evidente que as plantas necessitam de luz, mas o Sol, se já estivesse na sua actividade plena, poderia matá-las enquanto estavam a ser criadas. Não digo "nascidas" mas "criadas", o que é diferente.

Quanto à criação das coisas e das pessoas, não poderia realizar-se em sete dias?! E se fosse em sete mil anos, já era mais aceitável? Ora, a Bíblia diz que, para o Senhor um dia é como mil anos e mil anos como um dia. Então, se Deus poderia criar tudo em sete dias porque é que iria demorar sete mil anos?

 Para nós, a impossibilidade está evidente. Não faríamos coisa alguma parecida com o Iniverso em sete dias nem em sete mil anos!Porém, para Deus nada é impossível.

Há quem diga que Deus não conseguiria parar o Sol. Uns, porque o Universo é uma máquina muito complexa e outros porque o Sol já está parado e é a Terra que se movimenta em torno dele e de si mesma.

O que podemos dizer é que tudo está em movimento. Diz-se que o Sol está parado em relação à Terra, mas todo o Sistema Solar (incluindo o Sol) gira em torno da Via Láctea (a nossa galáxia) a uma velocidade elevada. Portanto o Sol está em movimento, assim como todos os astros. A partir de 1912 a ciência descobriu que o Universo estava a expandir-se. Pois a Bíblia já o afirmava em várias passagens, não só falando da expansão mas também que Deus estende os Céus (Génesis 1: 8; Job 37: 18; Jeremias 10: 12; Isaías 40: 22; 40: 5; 44: 24; 45: 12; 48: 13; 51: 13).

Deus poderia parar a Terra, o Sol, a Lua e tudo o mais, pois tem todo o poder. Ele é o próprio Construtor desta enorme máquina chamada Universo e eu não conheço nenhum construtor que não consiga parar as máquinas que construiu. Isso de alguém construir máquinas que ficam incontroláveis, vê-se muito nos filmes, mas pertence mais ao domínio da ficção. "Dizer que Deus não poderia fazer isto ou aquilo é pretender saber mais do que realmente sabemos", diza um determinado cientista.

Não estou preocupado se Adão era branco, amarelo, negro ou moreno. Era um ser, certamente, com as potencialidades inerentes à raça humana. E o que menos interessa, tanto agora como naquele tempo, é a cor da pele. Está provado que descendemos todos de antepassados comuns. Algumas características como a cor da pele têm muito a ver com o clima da região onde as pessoas estão inseridas. Por exemplo, os judeus, todos descendentes de Abraão (e que não casavam com os gentios), possuiem características muito deferentes entre si, devido ao clima das regiões para onde emigraram. Isto não aconteceu ao fim de algumas centenas, mas de alguns milhares de anos.

A Bíblia não diz em lugar algum que a Terra era chata ou achatada. Tudo o que eu tenho lido na Bíblia aponta-nos para formas redondas, esféricas (Isaías 40: 22) e suspensa no vazio (Job 26: 7).

Não sei como é que algumas pessoas conseguem ver, na Bíblia, aspectos que não estão lá! Talvez por nunca a examinarem verdadeiramente, a lerem mal ou com más intenções, ficando cegos diante da realidade e, assim, perderem a grande oportunidade da salvação realizada por Jesus Cristo na cruz do Calvário, que a mesma nos indica.

 

Agostinho Soares dos Santos

 

Tem dúvidas? Contacte-nos

Envie as suas questões para a secção "Consultório" através dos contactos da revista ou directamente para: agostinhosoares@hotmail.com.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.