Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Espíritos da Mentira 2

Apresentado ao Ocidente, no século passado, sob a bandeira da Nova Era, o misticismo oriental tem provido um verdadeiro mercado fornecedor de métodos e técnicas para a "comunicação com os deuses", mediante o uso de drogas e da meditação como veículos comuns. Hoje em dia, templos para a interacção com qualquer dos milhões de deuses hinduístas são encontrados ao redor do mundo, inclusive em subúrbios de muitas cidades dos USA.

Visitei um templo enorme nos arredores de Chicago, o qual é bem freqüentado por habitantes suburbanos da classe média alta, com muitos dos adoradores chegando em últimos modelos de Mercedes e outros carros de luxo. A meditação Ioga, a qual abre as mentes das pessoas aos seres espirituais, é normal na ACM e nos clubes de atletismo. Inúmeras igrejas evangélicas já começaram as suas próprias classes sob o enganoso nome de “Ioga Cristã”. E assim, a meditação transcendental (MT) tem iniciado centenas de milhares por todo o Ocidente, fornecendo-lhes mantras, a fim de atrair as divindades hinduístas.

Religiões tais como a Santeria, o Vudu e a Macumba, nas quais os sacrifícios ritualísticos são feitos, a fim de se obterem os favores dos espíritos, têm atraído um crescente número até mesmo daqueles que em geral não são dados à superstição, como por exemplo, médicos, advogados, executivos, professores de faculdades, etc. A visualização ocultista, talvez a técnica mais efetiva para se obter um espírito guia, tem sido ensinada em hospitais, para efeito curativo, em classes de parto normal, nos seminários de negócios e vendas, nos programas de golfe, no basquete infantil e noutros campos de jogos (Ver a ”A Invasão Ocultista” de Dave Hunt). É uma técnica favorecida entre os que praticam o misticismo “cristão”, conhecido dentro dos círculos evangélicos, como “movimento contemplativo”. Os professores da “cura interior” professando ser cristãos, recomendam a visualização para a comunicação com Jesus, através da qual, afirmam eles, Jesus vai aparecer.

O contacto com entidades não físicas, que afirmam ser extraterrestres, é hoje tão aceita que o trágico evento do suicídio dos membros da seita “Heaven´s Gate”, os quais morreram, "a fim de serem levados para bordo" de uma nave espacial, é visto como anomalia. Os OVNIS, que não são físicos, são considerados por milhões como veículos de inteligências mais elevadas, as quais vão salvar a humanidade da destruição. As promessas feitas por esses ETs não físicos são as mesmas no mundo inteiro, não importa quem entre em contacto com esses seres espaciais. Além disso, vários métodos de contactar os espíritos, quer seja através de drogas, da meditação, visualização, cantiga de mantras, experiências de mesa, ou simplesmente um desejo de comunicação, por uma força de vontade, produz sempre a mesma mensagem antibíblica.

Um dos membros do nosso escritório teve um encontro recente com a proprietária de um negócio próximo ao nosso ministério. Visto como ele a escutou dizendo “Louvado seja o Senhor!”, indagou se ela era crente. Sua resposta o deixou atônito: “Sim… Sou uma xamã”, explicando que acredita em muitos senhores. O termo “xamã” vem da língua da tribo dos Tungus, na Sibéria, referindo-se ao curandeiro da tribo. A principal função do “xamã” é entrar em contacto com os espíritos, a fim de conseguir assistência para o seu povo.

Os antropólogos ficam intrigados com o facto de que em todas as partes do mundo onde é praticado o “xamanismo”, as coisas são basicamente idênticas. Essa consistência entre grupos de povos diversos (que não se comunicam entre si) é uma forte evidência da realidade dos espíritos com os quais eles interagem. E também apóia a crença bíblica de que existe uma central e maligna fonte de conteúdo e poder obtidos do reino espiritual.

Hoje em dia temos “xamãs” de toda espécie, até mesmo em Beverly Hills e em todos os pontos cardeais: norte, sul, leste e oeste. Nossos guias de parques nacionais se deleitam em mostrar aos visitantes os alojamentos e outras armadilhas do “xamanismo” americano. Os “xamãs” da classe média, os brancos, pululam por toda parte, até mesmo para desdém dos que vêem a exploração nada autêntica da “cultura nativa americana”. Evidentemente, os espíritos são puristas culturais, dado aos brilhantes registos que as multidões de americanos ingênuos têm contatado de “poderes animais” ou espíritos guias, simplesmente pela leitura ou por seguirem técnicas e direcção dos menos que autênticos “xamãs”. Raramente, se já aconteceu, pode-se ler nesses livros que podem surgir problemas ou que os espíritos podem não ser tão sábios e tão maravilhosos conforme são apresentados.

Recentemente, entrevistei um homem que passou a maior parte de sua vida comunicando-se com entidades espirituais. Não há motivo para se duvidar da sua “autenticidade”. Ele era um “xamã”, um curandeiro da tribo Yamomano, na floresta amazônica da Venezuela. Para admiração, diante da mentira propalada pelos círculos antropológicos, ¾ dos que vivem em povos tribais são puros, idênticos naturais do Éden e, portanto, melhor resguardados da influência exterior. O chefe Shoefoot e o seu povo, cuja existência é repleta de medos, estão documentados no livro “The Spirit of the Rain Forest” (O espírito da Floresta Chuvosa), escrito por Mark Ritchie (disponível na Island Lake Press, 1800-245-1022). [Deixo de contar a complicada história de Shoefoot e seu povo, para não tornar este trabalho longo demais – Mary Schultze]

 

 

http://www.cacp.org.br/espiritos-da-mentira/

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.