Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Espiritismo, suas mentiras e heresias 1

Estimados amigos e comentadores:

 

O blog de espiritismo está a enviar e'mails em catadupa para o meu email. Na tentativa de pedir públicamente, no dito blog, para pararem de me enviar email's, deparei-me com alguns post's  pobres e que falam da minha pessoa, mas que ao mesmo tempo me avisam que não publicarão mais nenhum comentário meu contrário aos seus ensinamentos... Entre estes post's encontra-se um a justificar vergonhosamente o "porquê" de os Espíritas terem criado o seu próprio "Evangelho" procurando com ele substituir a Bíblia... Ou seja, divulgar as mentiras do diabo, omitindo a Verdade de Jesus Cristo! Já transferi esses comentários para uma pasta e vou, durante alguns dias, demonstrar que aquilo que eles escreveram, é mentira,  desconhecimento e arrogância dos espíritas em relação a Deus e à Sua Palavra.

A única motivação para fazer este trabalho, é saber que há muitas pessoas a cair no espiritismo achando que estão no caminho que os vai conduzir a Deus, mas que na verdade as condena a uma morte física e espiritual eterna, embora consciente e terrível!

Acredita que Jesus Cristo é o Filho de Deus? Acredita que Ele é Deus feito homem, que veio a este mundo morrer por nós, para que através da Sua morte, fôssemos salvos? Acredita que Ele é aquele de quem Isaías disse:

 "Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: MARAVILHOSO, CONSELHEIRO, DEUS FORTE, PAI DA ETERNIDADE, PRÍNCIPE DA PAZ; " (Isaías 9: 6)

Acredita que Ele, Jesus Cristo, Ressuscitou ao terceiro dia? Então acompanhe-me neste estudo e veja com os seus próprios olhos a passadeira vermelha que o espiritismo lhe estende rumo ao Inferno!

 

Postado pelo Sr. André.

1) Porque não existe uma Bíblia Espírita
Agora veja porque os espíritas adoptam o "Evangelho, segundo o Espiritismo" e não a Bíblia, integralmente
Porque os Espíritos preferiram não faltar com respeito à Deus, em colocar para os espíritas conceitos tão estúpidos, absurdos e ridículos acerca dele. Nós teríamos vergonha de ensinar que o próprio Deus mandara o profeta Ezequiel comer bosta com pão, conforme conta a sua "palavra de Deus". Mas eu vou colocar, aqui, algumas coisinhas, pra você ver, que deixam muito claro o porquê de o "Evangelho, segundo o Espiritismo" não conter tudo o que tem na Bíblia:

 

Resposta: Porque a Bíblia é a palvra de Deus, viva e verdadeira, e, como tal, desmascara os ensinos da doutrina espírita, cujo pai é Satanas. Esse facto também prova que o espiritismo não é uma doutrina cristã e que os seus seguidores também não o são. Vejamos: 

  _ Os cristãos acreditam que a Bíblia é a Palavra de Deus, na qual 66 livros juntos, revelam a redenção de Deus através de Jesus Cristo, o Salvador! A resposta está no facto de que Deus mesmo tem confirmado isso, por meio do que chamamos de o "testemunho interno do Espírito Santo".

Nas palavras da Confissão de Westminster (1647):

   "Pelo Testemunho da Igreja podemos ser movidos e incitados a um alto e reverente apreço pela Escritura Sagrada; a suprema excelência do seu conteúdo, a eficácia da sua doutrina, a magestade do seu estilo, a harmonia de todas as suas partes, o escopo do seu todo (que é dar a Deus toda a glória), a plena revelação que faz do único meio de salvação de homem, as suas muitas outras excelências incomparáveis e completa perfeição são argumentos pelos quais abundantemente se evidencia ser ela a Palavra de Deus; contudo a nossa plena persuasão e certeza da sua infalível verdade e divina autoridade provém da operação interna do Espírito Santo, que, pela Palavra e com a Palavra, testifica em nossos corações.

O testemunho do Espírito Santo com relação às Escrituras é semelhante ao seu testemunho com relação a Jesus, que encontramos referido em: João 15: 26; 1 João 5: 7;  (cf. 1 João 2: 20-27). Não se trata de fornecer novas informações, mas de iluminar mentes que doutra forma seriam obscurecidas para discernir a divindade e perceber o seu impacto único _ o impacto, no primeiro caso, do Jesus do Evangelho e, no segundo caso, o impacto das palavras das Santas Escrituras. O Espírito brilha no nosso coração para dar-nos a luz do conhecimento da glória de Deus na face de Jesus Cristo (2 Coríntios 4: 6), mas também a luz da Sua glória no ensino das Escrituras Sagradas. O resultado desse testemunho é um estado de mente no qual tanto o Salvador quanto as Escrituras tornam-se evidentes para nós como divinos: Jesus, uma Pessoa divina; as Escrituras, uma Palavra divina, e isso de um modo tão directo e imediato, como os gostos e as cores impressionam os nossos sentidos. A consequência disso é que nós não achamos mais possível duvidar da divindade de Cristo ou da origem divina da Bíblia.

 O próprio Deus autentica para nós as Sagradas Escrituras como a Sua Palavra, indo além do argumento humano (por mais forte que este seja) e do testemunho da Igreja (por mais impressionante que seja). Deus faz isso, mais precisamente, abrindo o nosso coração e iluminando a nossa mente para perceberem a luz perscrutadora e o poder transformador mediante os quais as Escrituras comprovam ser divinas. Esse impacto é, em si mesmo, o testemunho do Espírito "pela Palavra e com a Palavra em nosso coração". Argumentos, testemunhos de outras pessoas e nossas próprias experiências poderão apoiar e esclarecer esse testemunho, mas transmiti-lo, assim como transmitir a fé em Cristo como o Salvador divino, é a prerrogativa exclusiva do soberano Espírito Santo.

Maria Helena

20 comentários

Comentar post