Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

O espiritismo e as suas mentiras sobre a Bíblia e a Família -1ª parte

A Bíblia, sobre família (post escrito pelo sr. Alamar Régis, Publicado por André )

O que diz realmente a Bíblia sobre valores familiares.  

 

Estimados amigos e leitores deste blog, copiei do blog de espiritismo estas explicações de "génio" sobre o porquê de os Espíritas não adoptarem a Bíblia Sagrada como manual de Fé, mas terem criado um Evangelho que deturpa completamente a Palavra de Deus, usando abusivamente alguns versículos bíblicos retirados do contexto numa tentativa de credibilizar as mentiras que tentam incutir nas pessoas. Peço desde já a vossa compreensão para os muitos erros ortográficos nele contidos, mas vou publicar o texto tal qual foi retirado do dito blog.

Como todos sabem, mesmo aqueles que não conhecem a Bíblia, a Família é a primeira instituição de Deus e a base de uma sociedade equilibrada. Infelizmente, como se pode ver actualmente, com o egoísmo e o egocentrismo a ocupar cada vez mais o coração das pessoas, é a Família que tem sofrido as maiores consequências do desamor que aumenta à velocidade com que o homem se afasta de Deus. Neste texto falacioso, o espiritismo demonstra toda a sua ignorância no que à Palavra de Deus diz respeito... Eles também deixam cair a máscara de cristãos porque, os verdadeiros cristãos acreditam que a Bíblia é a Palavra de Deus, na qual 66 livros juntos, revelam a redenção de Deus através de Jesus Cristo, o Salvador! Retirar um texto do contexto em que está inserido é desvirtuar a Bíblia Sagrada. Mas vamos ver às falácias que o Sr. André publicou:

 

"Valores familiares são, frequentemente, uma frase de propaganda usada por grupos religiosos, normalmente em uma colocação política. Eles implicam que a Bíblia é defensora de uma força-de-família. Aparentemente eles não lêem de fato o livro, como seria mais preciso dizer que, em equilíbrio, a Bíblia é a anti-família.  As duas declarações seguintes são citadas a favor da família: Êxodo 20:12 - "Honrarás teu pai e tua mãe" - Alamar Régis

 

Será que, para os espíritas, não se deve honrar pai e mãe? A Bíblia diz que sim.

 

"Porque Deus ordenou, dizendo: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser ao pai ou à mãe, certamente morrerá. Mas vós dizeis: Qualquer que disser ao pai ou à mãe: É oferta ao Senhor o que poderias aproveitar de mim; esse não precisa honrar nem a seu pai nem a sua mãe, e assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus. hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens." (Mateus 15:4-9)

 

Mateus 19:5-6 e Marcos 10:8-9 - Deus pode unir um casal em uma só carne. (Alamar Régis)

 

É verdade! Deus manda que o casal se una e seja uma só carne:

"E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne? Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem." (Mateus 19:5-6)

 

"E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem." (Marcos 10:8-9)

 

Segundo o Sr. Alamar:

"Essas se tornam apenas sloganes vazios quando considerados ao lado das muitas específicas declarações de anti-família na Bíblia."

 

Será? Estes ensinamentos são slogans vazios para o Espiritismo? Mas,  para qualquer Cristão verdadeiro, seguidor de Cristo, são princípios de vida e valores absolutamente seguros. Ninguém pode agradar a Deus e desfrutar de uma vida eterna na Sua presença se não observar e cumprir a Sua Palavra nesta vida, até porque, em Hebreus 9: 27, somos alertados: 

"E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, [...]"

Assim, nós cristãos, ficamos a saber depois de morrer não há hipóteses de remediar o que quer que seja. Para Deus, não funciona aquela máxima do Frei Tomás: "faz o que ele diz, mas não faças o que ele faz".


O Sr Alamar conclui: Desde o princípio dos tempos, a concepção de filhos é feito como um castigo: Génesis 3:16 - "Darás à luz teus filhos entre dores".

 

Ele só parece ter-se esquecido, ou não sabe de todos, que essa é apenas uma das consequências do pecado, da desobediência a Deus! Mas, se é verdade que sofremos  ao ter um filho, eu posso dizer como a maioria das mulheres: dei à luz três filhos de parto normal e, em momento algum, me senti menos abençoada por Deus por causa das dores...

 

O Sr. Alamar insiste: Mateus 24:19, Marcos 13:17 e Lucas 21:23 - "Ai das mulheres grávidas e das lactantes naqueles dias!"

 

Como diz o velho ditado: "Quem não sabe, é como quem não vê!" Chegámos ao ponto que me fez começar a exposição por esta parte referida como "A Bíblia sobre a família"... 

A ignorância é das piores coisas que existem, falar sobre aquilo que se desconhece é humilhante porque depois fazemos figura de bobos da corte do diabo! Passo a explicar:

_ Os capítulos referidos Mateus 24, Marcos 13 e Lucas 21 falam-nos sobre os tempos terríveis que antecedem a segunda vinda de Jesus Cristo e mostram-nos o que acontecerá naqueles dias. Quando o evangelista diz:  "mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias..." há que pensar porque é que ele o diz. _ Porquê? Porque, como todos sabemos (deduzo eu), as crianças até certa idade não têm discernimento do bem e do mal, logo quando a Igreja de Jesus Cristo for arrebatada nenhuma criança fica cá... E, para Deus, um embrião que está no ventre da mãe é uma criança, logo será arrebatada. Agora imaginem-se grávidas ou a amamentar um filho.  Caso não tenham crido e recebido o Senhor Jesus Cristo como Senhor e Salvador, imaginem o vosso filho a desaparecer perante os vossos olhos!! Parece-vos inimaginável?? Agora pensem que vai ser assim mesmo!! Jesus Cristo alertou-nos, nós fazemos o que quisermos com o aviso que Ele nos deu. Quem desconhece de todo a Palavra de Deus e descontextualiza os textos para arranjar pretextos, escreve estes absurdos, não é Sr. Alamar?

 

E, para fechar com chave enferrujada, o Sr. Alamar conclui:

Chegará um dia em que somente as mulheres que nunca tiveram filhos e nunca deram de mamar serão felizes: Lucas 23:29 - "Porque sabei que virá tempo, em que se dirá: Ditosas as que são estéreis, e ditosos os ventres que não geraram, ditosos os peitos que não deram de mamar".

 

Mais uma vez, o espírita Alamar, pinçou este texto do contexto no qual Jesus  fala sobre a destruição de Jerusalém que aconteceria no ano 70 d.C., e diz uma barbaridade. Para um entendimento melhor, convido-vos a ler todo o texto:

 

"E quando o iam levando, tomaram um certo Simão, cireneu, que vinha do campo, e puseram-lhe a cruz às costas, para que a levasse após Jesus. E seguia-o grande multidão de povo e de mulheres, as quais batiam nos peitos, e o lamentavam. Jesus, porém, voltando-se para elas, disse: Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai antes por vós mesmas, e por vossos filhos. Porque eis que hão de vir dias em que dirão: Bem-aventuradas as estéreis, e os ventres que não geraram, e os peitos que não amamentaram! Então começarão a dizer aos montes: Caí sobre nós, e aos outeiros: Cobri-nos." (Lucas 23:26-30).

Esta profecia de Jesus cumpriu-se no dia em que Jerusalém foi completamente arrasada pelos soldados romanos. Nós, cristãos, acreditamos que pode ter um cumprimento duplo, e, à semelhança de Mateus 24, pode apontar para os dias que antecedem a volta de Cristo.
 

 

Mais um texto que o Sr. Alamar não entendeu: Génesis 22:1-12 e Tiago 2:21 - Abraão iria matar o filho único dele por ordem de Deus.

 

Aqui torna-se necessário publicar todo o episódio no qual vemos Deus a testar a fé de Abraão, mas, no qual, acima de tudo podemos ver a fidelidade de Deus!!! O mesmo Deus que, muitos anos mais tarde, não poupou o Seu próprio Filho e O entregou em nosso lugar.

"E aconteceu depois destas coisas, que provou Deus a Abraão, e disse-lhe: Abraão! E ele disse: Eis-me aqui. E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi. Então se levantou Abraão pela manhã de madrugada, e albardou o seu jumento, e tomou consigo dois de seus moços e Isaque seu filho; e cortou lenha para o holocausto, e levantou-se, e foi ao lugar que Deus lhe dissera.
 Ao terceiro dia levantou Abraão os seus olhos, e viu o lugar de longe. E disse Abraão a seus moços: Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e havendo adorado, tornaremos a vós. E tomou Abraão a lenha do holocausto, e pó-la sobre Isaque seu filho; e ele tomou o fogo e o cutelo na sua mão, e foram ambos juntos. Então falou Isaque a Abraão seu pai, e disse: Meu pai! E ele disse: Eis-me aqui, meu filho! E ele disse: Eis aqui o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto? E disse Abraão: Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto, meu filho. Assim caminharam ambos juntos. E chegaram ao lugar que Deus lhe dissera, e edificou Abraão ali um altar e pós em ordem a lenha, e amarrou a Isaque seu filho, e deitou-o sobre o altar em cima da lenha. E estendeu Abraão a sua mão, e tomou o cutelo para imolar o seu filho; mas o anjo do SENHOR lhe bradou desde os céus, e disse: Abraão, Abraão! E ele disse: Eis-me aqui. Então disse: Não estendas a tua mão sobre o moço, e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus, e não me negaste o teu filho, o teu único filho. Então levantou Abraão os seus olhos e olhou; e eis um carneiro detrás dele, travado pelos seus chifres, num mato; e foi Abraão, e tomou o carneiro, e ofereceu-o em holocausto, em lugar de seu filho. E chamou Abraão o nome daquele lugar: O SENHOR PROVERA; donde se diz até ao dia de hoje: No monte do SENHOR se proverá. Então o anjo do SENHOR bradou a Abraão pela segunda vez desde os céus. E disse: Por mim mesmo jurei, diz o SENHOR: Porquanto fizeste esta acção, e não me negaste o teu filho, o teu único filho, que deveras te abençoarei, e grandissimamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos; e em tua descendência serão benditas todas as nações da terra; porquanto obedeceste à minha voz." (Génesis 22:1-12)

Abraão, glorificou a Deus e, grato, ofereceu-Lhe o holocausto com o cordeiro que Deus proveu. Já o Sr. Alamar, que não entendeu rigorosamente nada acerca da lição que é dada aos filhos de Deus através de Abraão, parece mais furioso com Deus do que o próprio, e diz: _O acto de Abraão é apresentado como uma virtude.

 

Eu, como filha de Deus, vejo neste texto a fidelidade de Abraão ao seu Deus e, acima de tudo, a fidelidade de Deus para com os seus filhos! Deus cumpre sempre as suas promessas e, Abraão tinha a promessa de uma grande descendência. Ele creu que, ainda que tivesse de imolar o seu filho Isaque,  Deus ressuscitá-lo-ia. Abraão tinha uma fé inabalável no seu Deus.

Tenho muita pena que os espíritas não conheçam este Deus _ Fiel até ao último momento _, o único Deus Verdadeiro que supre todas as necessidades dos seus filhos!! Mas, prossigamos no esclarecimento dos textos que o Sr. Alamar usou para descredibilizar a Bíblia como Palavra de Deus:

 

A esposa Agar de Abraão e Ismael, o filho deles, foram para o deserto, por nenhuma razão a não ser que a outra esposa dele, Sara, tivesse tido ciúmes (Génesis 21:14). A Bíblia não mostra nenhuma crítica quanto a ter duas mulheres, e Abraão e Sara continuam juntos.

 

Agar não era a outra mulher de Abraão, era a escrava de Sara e, naquele tempo, era costume do povo de onde Sara vinha, que a esposa oferecesse a sua escrava ao marido para lhe dar mais filhos. Sara, desobedecendo a Deus, numa tentativa de O ajudar, deu Agar a Abraão para que ele a engravidasse porque não acreditou na promessa de Deus de que ela, ela mesma, na sua velhice, conceberia como veio a conceber. Mas, vamos ler o texto:

 

"Ora Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos, e ele tinha uma serva egípcia, cujo nome era Agar. E disse Sarai a Abrão: Eis que o SENHOR me tem impedido de dar à luz; toma, pois, a minha serva; porventura terei filhos dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai. Assim tomou Sarai, mulher de Abrão, a Agar egípcia, sua serva, e deu-a por mulher a Abrão seu marido, ao fim de dez anos que Abrão habitara na terra de Canaã. E ele possuiu a Agar, e ela concebeu; e vendo ela que concebera, foi sua senhora desprezada aos seus olhos.

Então disse Sarai a Abrão: Meu agravo seja sobre ti; minha serva pus eu em teu regaço; vendo ela agora que concebeu, sou menosprezada aos seus olhos; o SENHOR julgue entre mim e ti. E disse Abrão a Sarai: Eis que tua serva está na tua mão; faze-lhe o que bom é aos teus olhos. E afligiu-a Sarai, e ela fugiu de sua face. E o anjo do SENHOR a achou junto a uma fonte de água no deserto, junto à fonte no caminho de Sur. E disse: Agar, serva de Sarai, donde vens, e para onde vais?

E ela disse: Venho fugida da face de Sarai minha senhora. Então lhe disse o anjo do SENHOR: Torna-te para tua senhora, e humilha-te debaixo de suas mãos. Disse-lhe mais o anjo do SENHOR: Multiplicarei sobremaneira a tua descendência, que não será contada, por numerosa que será. Disse-lhe também o anjo do SENHOR: Eis que concebeste, e darás à luz um filho, e chamarás o seu nome Ismael; porquanto o SENHOR ouviu a tua aflição. E ele será homem feroz, e a sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele; e habitará diante da face de todos os seus irmãos. E ela chamou o nome do SENHOR, que com ela falava:

Tu és Deus que me vê; porque disse: Não olhei eu também para aquele que me vê? Por isso se chama aquele poço de Beer-Laai-Rói; eis que está entre Cades e Berede. E Agar deu à luz um filho a Abrão; e Abrão chamou o nome do seu filho que Agar tivera, Ismael. E era Abrão da idade de oitenta e seis anos, quando Agar deu à luz Ismael." (Génesis 16:1-16)

Julguem vocês mesmos o tratamento de Deus para com Hagar.

Como já referi, Sara não confiou no Senhor e decidiu dar-Lhe "uma ajudinha". Até hoje a falta de fé de Sara gerou um povo, o Ismaelita que hoje conhecemos como Muçulmanos, e que nunca se deu com os descendentes de Isaque, o filho da promessa de Deus a Abraão!

 

O Sr. Alamar prossegue: A maioria de nós diria que incesto está contra os interesses da família, mas Lot, quem a Bíblia considera ser um homem de bem, fez sexo com as duas filhas dele (Génesis 19:33-36); e não houve nenhum castigo para Lot ou para as filhas.

A  ignorância total do sr. Alamar que nem sequer conhece aquilo de que fala é flagrante neste caso. Vejamos o que verdadeiramente aconteceu:

 

"E subiu Ló de Zoar, e habitou no monte, e as suas duas filhas com ele; porque temia habitar em Zoar; e habitou numa caverna, ele e as suas duas filhas. Então a primogénita disse à menor: Nosso pai já é velho, e não há homem na terra que entre a nós, segundo o costume de toda a terra; vem, demos de beber vinho a nosso pai, e deitemos-nos com ele, para que em vida conservemos a descendência de nosso pai. E deram de beber vinho a seu pai naquela noite; e veio a primogénita e deitou-se com seu pai, e não sentiu ele quando ela se deitou, nem quando se levantou. E sucedeu, no outro dia, que a primogénita disse à menor: Vês aqui, eu já ontem à noite me deitei com meu pai; demos-lhe de beber vinho também esta noite, e então entra tu, deita-te com ele, para que em vida conservemos a descendência de nosso pai. E deram de beber vinho a seu pai também naquela noite; e levantou-se a menor, e deitou-se com ele; e não sentiu ele quando ela se deitou, nem quando se levantou. E conceberam as duas filhas de Ló de seu pai. (Génesis 19:33-36)

 

Mais uma vez vemos como o Sr. Alamar deturpa a Palavra de Deus! Ló foi embriagado, foi enganado pelas suas filhas. A Bíblia não relata o fim das filhas de Ló, mas, em nenhum lugar diz que Deus se agradou de tal coisa. , à semelhança de todos nós, não era perfeito. E, também à semelhança de todos nós, teve oportunidade de se arrepender e de ser alvo da graça de Deus.


Prosseguindo: Para ganhar favor com um rei, Abrão disse que sua esposa era sua irmã, e a ofereceu ao rei para tomá-la como esposa. Isto aconteceu duas vezes (Génesis 12:19) (Génesis 20:2). Isaac fez uma coisa semelhante (Génesis 26:9). E Lot uma vez ofereceu as filhas virgens dele (Génesis 19:8). Jacob enganou seu irmão Esaú (Génesis 25:31-33). Após isso, Jacob então mentiu para seu pai (Génesis 27:19). Deus amou a Jacob e odiou Esaú, a vítima (Malaquias 1:3.

 

É verdade! Abraão mentiu. Era um homem, teve medo e, como muitos homens mentiu. Pecou, e Deus não desistiu dele porque ele era imperfeito (da mesma forma que não desistiu de nós). Isaque deve ter ouvido o pai ou algum dos seus servos contar a história e, quando esteve numa situação idêntica repetiu o erro do pai. A Bíblia não é um livro sobre homens perfeitos, mas sim sobre um Deus misericordioso que veio à terra redimir pecadores e que perdoa a todos aqueles que se arrependem. Deus já havia escolhido Jacó antes de ele nascer! A mãe dele, Rebeca, é que, à semelhança de Sara, decidiu dar uma ajudinha a Deus e complicou tudo. Os planos de Deus para a nossa vida não mudam porque pecamos. Se fosse assim, todos nós estaríamos irremediavelmente perdidos. Jacó pagou um alto preço pelo seu pecado. Semeou e colheu o que semeou. Arrependeu-se e Deus perdoou-lhe e abençoou-o. É bom termos um Deus misericordioso que nos ama apesar de nós.

Parece-me que o sr. Alamar escreve o que vê escrito nos livros que dirigem a sua vida, mas conhecimento da Bíblia...o!

Só assim se compreende mais esta "pérola": Consta que Jesus declara: Mateus 19:29 - Jesus prometeu grande recompensa para todos aqueles que largarem sua família em seu nome. Será que foi isto mesmo?

 

"E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna." (Mateus 19:29-30)

 

Quando a mente está cega, é difícil entender as coisas mais simples...
Eu conheci Jesus Cristo e a Sua Palavra em criança. Como vivia numa família católica, levei uma sova de criar bicho por ter ido aos "protestantes". Se naquela altura tivesse idade suficiente para escolher entre continuar a seguir Jesus ou a minha família, escolheria Jesus porque Ele, um dia me amou ao ponto de  morrer por mim e só Ele me pode salvar. Mas, só abandonaria a família se eles me expulsassem. O meu filho mais velho, 24 anos, é um jovem muito querido pelos amigos, mas a partir do momento que decidiu servir a Deus com a sua vida, muitos dos seus amigos têm-se afastado... Vocês que têm muitos amigos, se um dia aceitarem Jesus na vossa vida e começarem a falar do Seu amor, preparem-se porque muitos vos irão virar as costas.

 

A ignorância não tem limites: Lucas 14:26 - Jesus diz muito claramente que para ser seu discípulo tem que aborrecer seu pai, sua mãe, sua esposa, seus filhos, seus irmãos e suas irmãs.
Mateus 10:35-36 - "Porque vim separar ao homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; E o inimigos do homem serão os seus mesmos domésticos". Devemos questionar: Será que foi isto mesmo que Jesus disse? Esta passagem, desta forma, não indica uma atitude a favor da família por parte de Jesus.

 

Eu  pergunto: se você fosse intimado pela sua família nos seguintes termos _ Tens que escolher, ou nós ou Jesus Cristo _ o que escolheriam?
Jesus disse:

 

"Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.  Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus. Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada; porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; e assim os inimigos do homem serão os seus familiares. Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim. Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á. Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou. Quem recebe um profeta em qualidade de profeta, receberá galardão de profeta; e quem recebe um justo na qualidade de justo, receberá galardão de justo."  (Mateus 10:32-41)

 

O sr. Alamar denota falta de entendimento e orientação demoníaca com o único propósito de desvirtuar a Palavra de Deus. Perante tudo o que foi aqui escrito, cada um retirará o que considerar ser a verdade.  Só não poderá dizer que continua na ignorância sobre o propósito de Deus para a  Família. Creio  que também aprendeu algo sobre as tentativas de Satanás para nos desviar da Palavra, manipulando-a e deturpando-a, para nos conduzir a uma eternidade sem a Presença de Deus!

Deus disse em Oseias 4: 6: "o meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento" e está aqui demonstrado que Deus sabia do que falava!

Continua:

72 comentários

Comentar post

Pág. 1/2