Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Pelos frutos os conhecereis

Jesus Cristo veio sobre a terra e nasceu em Belém para salvar um mundo perdido.

O anjo falou aos pastores daquela região: "Não temais; eis aqui vos trago boas-novas de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor" (Lc 2.10-11).

Desde então Ele, Jesus Cristo, tornou-se de facto o Salvador de milhões de pessoas. Surgiram inúmeras igrejas e obras missionárias que se fundamentaram sobre Jesus e Sua Palavra, a Bíblia.

Os efeitos da Sua morte e ressurreição logo ultrapassaram os limites de Israel, da Ásia Menor, da Europa, e chegaram até os confins da terra. Há mais de 2.000 anos Sua Igreja cresce incessantemente.

  

A maioria dos feriados é festejada em conexão com Cristo: Natal, Páscoa, Pentecostes. Mas, Jesus, além de ter trazido perdão dos pecados, salvação e vida eterna a um incontável número de pessoas, também trouxe um novo mandamento, um dos frutos da Sua vinda também pode ser visto na área social.

O mandamento do amor ao próximo, que Jesus pregou e viveu, ganhou terreno em todas as partes onde surgiu o cristianismo.

Kurt Hennig escreveu sobre este tema na revista "Wegweisung": Apesar das muitas falhas e culpas da Igreja e dos cristãos, eles agiram no terreno social desde os dias de Jesus, antes que outros tivessem sequer sonhado com isso.

O mundo de hoje não quer mais aceitá-lo, mas é uma realidade, por exemplo, que a instituição do hospital foi uma idéia exclusivamente cristã; ou que houve alimentação de famintos desde a igreja primitiva, enquanto outros só pensavam em si; ou que, em companhia dos missionários, hoje em dia tão injustamente desprezados, sempre vinham junto os médicos, as enfermeiras e os professores missionários.

 

Simplesmente não é verdade que houve outras pessoas que tivessem exercido o amor ao próximo de maneira prática. Primordialmente foram os crentes, os seguidores de Jesus Cristo, que procederam assim e mais ninguém.

Nós complementamos, que também o analfabetismo foi vencido em grande parte pelo cristianismo.

Os reformadores trouxeram a Bíblia ao povo e assim surgiram escolas, literatura cristã foi publicada e os povos foram tirados do primitivo culto aos ídolos. 

Hoje, nos nossos dias, não deveríamos esquecer o que Deus diz no Salmo 82.2-4: "Até quando julgareis injustamente e tomareis partido pela causa dos ímpios? Fazei justiça ao fraco e ao órfão, procedei rectamente para com o aflito e o desamparado. Socorrei o fraco e o necessitado; tirai-o das mãos dos ímpios."

 

Este fruto do cristianismo, que surgiu por intermédio de Jesus Cristo, não é uma prova da verdade do Evangelho? Toda a Bíblia Sagrada não tem no centro da sua mensagem Jesus Cristo?

 

 

(Norbert Lieth)

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.