Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Conversa entre um Cristão e um Espírita


Amigos, Leitores e comentadores deste blog:

 

Vou partilhar com vocês uma conversa que considero muito interessante, entre um cristão que conhece Deus e a Sua Palavra, e um Espírita que conhece as partes que lhe foram dadas conhecer pelos seus mestres. chamo a sua atenção para o facto de que, apesar de haver diferenças abissais entre o que um e outro crê, ambos se respeitam e são amigos.

Parece até engraçado, mas infelizmente ficamos com uma ideia de como as mentes são "lavadas" para que:

Vendo, não vejam.

Ouvindo, não ouçam.

E lendo, não entendam.

 

Espírita: Olha o meu amigo cristão a ler a Bíblia. Se estivéssemos no tempo da Inquisição éramos queimados vivos!

Cristão: Felizmente já lá vai esse tempo.

 

Espírita: Eu admiro os cristãos pelo seu interesse e zelo pela leitura bíblica, mas é um perigo ficar-se agarrado apenas a um livro, quando afinal existem milhões deles!

Cristão: Há, realmente, muitos livros, mas nenhum como este. A Bíblia e a palavra de Deus.Aqui está toda a verdade; a vontade de Deus a nosso respeito. Tudo o que devemos fazer para sermos salvos, felizes e abençoados, encontra-se neste livro.

Claro que isso não nos impede de lermos outros livros. E há muitos livros óptimos.

 

Espírita: Como podes garantir uma coisa dessas, se afinal nada do que ai está escrito foi Deus que escreveu? A Bíblia é obra de homens e nem mesmo Jesus escreveu alguma coisa nesse Livro.

Cristão: A Bíblia é um livro único no mundo, que se distingue de todos os outros, ditos sagrados, pela ausência de absurdos. Durante o período de 1600 anos, cerca de 40 escritores, com as profissões mais variadas e culturas mais diversas, mantiveram uma linha comum, uniforme e coerente, apontando para Jesus, o bendito Filho de Deus.

A inspiração divina deste livro está bem patente em centenas de profecias, muitas das quais já cumpridas nos nossos dias. Jesus, de facto não escreveu nada; todavia todos nós sabemos que o testemunho de alguém tem muito mais valor se for contado por outras pessoas, não é verdade? Assim a vida de Jesus, as curas que executou, os Seus milagres e comportamento, têm mais significado quando contados por Mateus, Marcos, Lucas e João, para além de muitos outros cristãos. Jesus é, realmente, o Bendito Filho de Deus!

 

Espírita: Ei, calma ai. Nada de confusões. Jesus é uma pessoa e Deus e outra. Jesus não é Deus!

Cristão: Quem é Jesus então?

 

Espírita: Jesus foi um bom homem, naturalmente, que fez coisas boas e tentou ensinar-nos como devemos proceder uns para com os outros, amando-nos e entreajudando-nos...

Cristão: Jesus era um homem sincero e honesto?

 

Espírita: Claro! Isso nem se pergunta! Jesus foi a pessoa mais honesta e sincera que viveu à face da terra! 

Cristão: Então, Ele é verdadeiramente o Filho de Deus porque Ele disse que o era. Eis algumas dessas passagens bíblicas:

"Eu e o Pai somos um" (João 10:30); "Quem me vê a mim vê o Pai"(João 14:9); "O Pai está em mim e Eu nele" (João 10:38) "Ninguém vem ao Pai senão por mim" (João 14:6). Por aqui se vê claramente que ninguém pode ser salvo, ir para o Céu, sem ser através de Jesus Cristo.

 

Espírita: Achas que nós estamos preparados para ir para junto de Deus? Nada disso! Temos ainda muito que fazer. Muitas arestas para limar!

Cristão: Está escrito na Bíblia que "O sangue de Jesus Cristo nos purifica de todo o pecado".

 

Espírita: Essa purificação só pode realizar-se através de diversas reencarnações. Nunca ouvistes dizer que "Cá se fazem, cá se pagam"?

Cristão: Quais as bases para aceitar a teoria da reencarnação? O que é que liga uma vida actual à anterior para se poder afirmar que é a mesma pessoa? A memória não é com certeza.

 

Espírita: A própria Bíblia fala dessas reencarnações quando diz que Elias veio primeiro. E João Baptista não era outro senão o próprio Elias reencarnado.

Cristão: Conforme está escrito em II Reis 2:11, Elias foi arrebatado para o Céu num carro de fogo sem, contudo, provar a morte, portanto este caso nunca seria um bom exemplo de uma hipotética reencarnação. Todavia, como sabemos, através do Antigo Testamento a das palavras de Jesus, Elias é o símbolo dos profetas e quando Deus Se refere a alguém que prepararia o caminho de Jesus, neste caso, João Baptista, designou-o por Elias, uma vez que a sua missão era muito importante e idêntica à do antigo profeta. Quando lhe perguntaram se ele era Elias ele disse que não.

 

Espírita: Além disso Jesus também disse a Nicodemos: "Necessário te é nascer de novo". O que é isto senão a evidência de uma reencarnação?

Cristão: De facto, Nicodemos pensou, naquela altura, exactamente aquilo que tu pensas agora e até perguntou:

"Como pode um homem nascer, sendo velho? (João 3:4). Porém Jesus para dissipar quaisquer dúvidas, esclareceu nos versículos seguintes que não se referia a um nascimento físico dependente da vontade do varão ou da carne, mas sim a um nascimento do Espírito (com letra maiúscula) o que se caracteriza por uma aceitação do Senhor Jesus como único e suficiente Salvador, a qual é consubstanciada por uma mudança radical nas nossas atitudes e procedimentos. Enfim, uma nova vida que só Deus pode conceder!

 

Espírita: As reencarnações funcionam como uma purificação; melhoria do carácter do ser humano...

Cristão: Nesse caso o mundo tenderia a ...melhorar?! E, com os anos que já se passaram deveríamos estar, nesta altura, num autêntico paraíso! No entanto, sabemos que é exactamente o contrário. Cada vez há mais guerras, mais ódio, etc..

 

Espírita: As reencarnações assim como vários aspectos inerentes às mesmas, são-nos revelados de um modo inequívoco por pessoas que já estão do outro lado. Nas nossas sessões apercebemos-nos de verdades transcendentes.

Cristão: Jesus é a única verdade. Ele disse: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida" (João 14:6). Nessas sessões espíritas às quais te referes, falais com os demónios. Deus condena tais práticas como está escrito no livro de Deuteronómio: "Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoireiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhante, nem mágico, nem quem consulte os mortos".(Deut. 8:10-11).

Como vês todas estas práticas diabólicas estão proibidas na Bíblia.

 

Espírita: Nós não consultamos os demónios. Estou cansado de te dizer que nós apenas falamos com os espíritos das pessoas que faleceram... Com os mortos!

Cristão: Deus sabe que os demónios se fazem passar por pessoas falecidas e que muitos acreditam nessa mentira. Por isso proibiu terminantemente o seu povo de  "consultar os mortos", conforme citei anteriormente (Deut. 18:11)

 

Espírita: Isso era naquele tempo, que por dá cá aquela palha se consultava os mortos. Agora as coisas são de outra maneira!

Cristão: Deus é o mesmo e as Suas leis não foram alteradas. E quanto a esses "mortos", eles não mentem? Nunca pensaste que eles poderiam fazer-se passar por aquilo que não são?

 

Espírita: Os mortos mentem como os vivos. Já lhes tenho apanhado muitas mentiras, a fazerem-se passar por pessoas importantes, mas eu identifico-os logo!

Cristão: A maior mentira desses espíritos imundos é dizerem que são seres humanos que já viveram, quando afinal não passam de demónios, anjos perdidos e expulsos do Céu.

 

Espírita: Não há demónios. As pessoas é que ás vezes são autênticos demónios!

Cristão: Através da parábola do rico e de Lázaro, nós verificamos que os mortos não voltam cá. Se alguém actua aqui na terra para perder as pessoas são os demónios. Jesus expulsou muitos deles, incluindo aquela legião que se introduziu numa vara de porcos, precipitando-se nas águas de seguida. Como podes tu dizer agora que não há demónios?

 

Espírita: Olha, meu amigo, um dia ainda havemos de ter uma conversa destas do outro lado da vida.

Cristão: Não teremos. Se continuares a pensar dessa forma e se não te arrependeres dos teus pecados, pedindo a Jesus que te salve, certamente não nos encontraremos.

Partiremos para lugares distintos!

 

Esta é apenas mais uma conversa igual a tantas outras entre o meu irmão em Cristo, Agostinho Soares dos Santos e um colega de trabalho. As conclusões pertencem a cada um de nós, pois temos uma inteligência dada pelo Criador, e uma Bíblia que é a Palavra de Deus.

E depois, quando a morte chegar, cada um dará conta de si mesmo a Deus.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.