Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

EVOLUÇÃO DO ESPIRITISMO NO BRASIL

4. EVOLUÇÃO DO ESPIRITISMO NO BRASIL

Vários são os factores apontados por estudiosos como causa da aceitação da evolução e propagação das práticas espíritas no Brasil.

Entre esses factores, destacam-se:

a) A crendice e superstição reinantes em milhares de pessoas que encontram nos amuletos, talismãs, patuás, rezas fortes, etc., quase sempre pendurados no pescoço ou em algum lugar de destaque em suas casas, verdadeiros protectores de todo e qualquer mal.

 

b) A herança recebida da crendice e superstição dos colonizadores portugueses, responsáveis pelo sincretismo religioso, fruto da união das crenças dos escravos africanos com seus ídolos e vodus, e da adoração excessiva e paganizante das imagens e crendices.

 

c) Lastimável quadro de pobres e indigentes que vivem á margem da sociedade e que, em troca dos recebimentos e favores vindos de actividades filantrópicas, tais como a distribuição de alimentos em vias públicas, visitas e assistência a creches, abrigos para idosos, etc., aceitam as doutrina espírita, enquanto seus anseios estão sendo saciados.

Por outro lado, aqueles que realizam essas actividades, não as consideraram uma consequência expontânea de amor ao próximo e de um acto de justiça, como assim nos ensinou Jesus Cristo, mas a intenção é a de se "aperfeiçoarem" através dessas práticas e assim reduzirem seus sofrimentos nas "encarnações" futuras. Daí a grande diferença entre caridade e filantropia.

 

 Porém, entre os factores também estudados, dois merecem destaque como sendo os responsáveis no poder de persuasão para atrair novos seguidores.

São eles:

a) "Você é médium! preciso desenvolver sua mediunidade."

É o que repetem milhares de espíritas a pessoas curiosas, oprimidas, doentes ou possessas, que procuram terreiros e centros espíritas em busca de "ajuda".

Este é o grande laço do passarinheiro, segundo a Palavra de Deus no Livro dos Salmos 91.3: Pois Ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa.

 

b) "A saudade dos parentes falecidos."

Muita gente fica curiosa ao ouvir dizer que um parente seu "baixou" durante uma sessão espírita e, "incorporado" num médium, confessou que desejaria conversar com alguns parentes vivos.

Há inclusivé casos de famílias inteiras, movidas pela curiosidade e desconhecimento total do Evangelho de Cristo que se tornaram praticantes do espiritismo após haverem recebido um desses "recados do além".

 

Os mortos não voltam. É o que nos revela a Bíblia.

Se os mortos voltassem Deus não teria permitido que na Bíblia fossem registadas as palavras de Davi em II Sm 12:22-23: "Vivendo ainda a criança, jejuei e chorei, porque dizia: quem sabe o Senhor se compadecerá de mime continuará viva a criança? Porém agora que é morta, porquê jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará para mim."

 Se constasse entre os desígnios de Deus a liberdade dos mortos se comunicarem com os vivos e vice-versa ou a possibilidade de reencarnação, não estaria também registado na Bíblia: "Aos mortos está ordenado morrerem uma só vez e, depois, o juízo." (Hb 9:2 7)

 

A Bíblia, através do I Sm 28, nos relata um caso de necromancia envolvendo o rei Saul e a pitonisa de Endor, onde Saul é morto como castigo de Deus por ter consultado uma necromante, que predisse sua morte e a de seus filhos para o dia seguinte, onde seriam mortos pelos filisteus.

Quando analisamos os capítulos seguintes do Livro de Samuel, observamos que as predições da pitonisa ou médium foram uma farsa:

 

a) Em 1Sm 31:14, narra o suicídio de Saul. Logo, ele não foi morto pelos filisteus.

b) 0 1Sm 31.8 desfaz a predição da pitonisa, pois assim narra este texto: "Sucedeu pois que, vindo os filisteus no outro dia a despojar os mortos, acharam Saul e seus três filhos caídos no monte Gilboa.

c) Em I Sm 31:2, narra que os filisteus mataram Jônatas, Abinadab e Melquisua, Filhos de Saul. Não foram todos os filhos de Saul que morreram, conforme predisse o "espírito" á pitonisa.

d) Pois assim está escrito em II Sm 2:8-9: 1. "Entretanto Abner, Filho de Ner, chefe do exército de Saul, tomou Isboset, filho de Saul, e levou-o a Maanaim, onde o declarou rei sobre Benjamim, Efraim.....e todo o Israel."

 

 Só a Deus cabe o dom da revelação através do Espírito Santo, a todo aquele que Ele quiser revelar, segundo a Sua vontade, para honra e glória do Seu nome.

Tem muita gente enganada acerca do espiritismo.

Os doutrinadores espíritas, para atraírem pessoas que não conhecem o poder de Deus pela leitura da Bíblia, falam em Nome de Jesus e afirmam que Espiritismo e Cristianismo são a mesma coisa. Dizem, inclusivé, que jamais se afastam dos ensinamentos de Jesus. Isto constitui uma afronta a Deus, pois Ele mesmo nos revelou em ITm 4.1: "Mas o Espírito diz expressamente que nos últimos tempos alguns apostarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios."

 

A verdade é que Allan Kardec codificou todo um sistema de doutrinas contrárias ao ensinamento bíblico e ao próprio Jesus Cristo.

Todas as doutrinas espíritas, sem excepção negam a verdade contida na Bíblia.

Milhares de pessoas, que ainda não alcançaram a mensagem do Evangelho de Cristo e que permanecem angustiados e decepcionados por não verem seus desejos e necessidades saciados, segundo seus anseios particulares, e ainda mergulhados na superficialidade dos seus velhos conceitos sobre Deus, deixam-se envolver com correntes ou tendências espíritas existentes neste mundo e ainda continuam, infelizmente, alimentando-se, como na Parábola do Filho Pródigo, das bolotas que os porcos comiam (ver Lc 15:16) e deixam de lado o imenso e glorioso banquete celestial que Deus nos oferece.

 

Porém, muitos deles, no fundo de seus corações, mesmo que o queiram ignorar, sentem que seus espíritos estão famintos e desejosos do verdadeiro Pão da Vida descido do Céu - Jesus Cristo.

O inimigo de nossas almas, cuja existência é negada pelos espíritas, aquele que, segundo a Palavra de Deus pelo profeta Isaías, foi derrubado ele e seus anjos do alto de sua soberba (Is 14:12-15), vem mantendo milhares de seres humanos mergulhados na confusão e escuridão das práticas espíritas, pois ele também quer ser cultuado como Deus.

 

A seguir: 5. DIVISÃO DO ESPIRITISMO 

 

 

Foto: Sessão Kardecista
Diabólico!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.