Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Conceitos Espíritas Diabólicos - 1

Para parecerem intelectualmente evoluídos e conhecedores da Bíblia, os espíritas pinçam textos, retiram-nos do contexto e dizem coisas como esta:

 

"Os Dez Mandamentos como ensinamento enviado por Deus aos homens e portanto eterno (ou seja, em qualquer época da humanidade continua verdadeiro), o restante do pentateuco são leis feitas por Moisés para liderar aquele povo rude, materialista e ignorante das coisa de Deus, portanto humanas e falíveis. Por exemplo livro Deuteronómio, cap. 18, vs.11, Moisés proíbe de se falar com os mortos, ora ninguém proíbe de algo que não se pode fazer, e se o fez era porque estavam malbaratando a mediunidade."

 

Notem que, o povo que Deus conduzia dia e noite, que tirou da escravidão no Egipto, ao qual abriu o mar vermelho e alimentou no deserto, para este espírita iluminado, era um povo "ignorante das coisas de Deus"

Mas, vamos perceber a falácia deste argumento à luz da Bíblia:

O livro de Deuteronómio foi divinamente inspirado por Deus e escrito por Moisés.   

O  seu objectivo era  lembrar aos israelitas o que Deus havia realizado e encorajá-los a dedicar  as suas vidas ao SENHOR. É verdade que o livro de Deuteronómio, a olho nú,  parece um tratado entre um Rei e os seus vassalos. É  um alerta para lembrar aos israelitas quem é Deus e o que Ele havia realizado pelo Seu povo. Também  serve  para recordar que, por causa da  falta de fé, da desobediência e da murmuração, a antiga geração dos israelitas peregrinou 40 anos no deserto e, com excepção de Josué e Caleb, morreu no deserto.    

As lições são claras: por meio do histórico das milagrosas realizações de Deus em prol do seu povo, este deveria ter fé e seguir os caminhos do Senhor, agindo conforme Ele esperava; ouvir e obedecer à Palavra de Deus. Como nação eleita, Israel deveria amar o seu Senhor de toda a alma, coração e entendimento. O versículo 11 do capítulo 18, não é da autoria de Moisés, mas sim divinamente inspirado por Deus tal como toda a Bíblia.

No capítulo 20 de Levítico, que foi escrito antes de Deuteronómio, podemos ler no versículo 1: "Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:" e, se prosseguirmos a leitura perceberemos que Deus proibiu claramente toda e qualquer prática de ocultismo observadas e praticadas pelas religiões pagãs entre as quais se incluía o espiritismo (consulta aos mortos).

As nações vizinhas de Israel sacrificavam as suas crianças ao deus Moloque (Levítico 22:2-5) e utilizavam, tal como os espíritas, meios sobrenaturais, tais como o contacto com espíritos, para prever o futuro e obter direcção. Devido a estas práticas malignas, Deus expulsou essas nações ímpias de Canaã (Deuteronómio 18:12). Os israelitas, tal como os cristãos hoje, deveriam substituir tudo isso pela adoração ao ùnico Deus Verdadeiro.

A falácia usada no argumento espírita de que "Deus não proibiria algo que não se pode fazer" é de uma falta de conhecimento gritante. Dizer que Ele proibiu a consulta aos mortos porque o espiritismo estava a ser "malbaratado" é contra todo o ensino Bíblico. Deus sabia que o povo era curioso acerca das práticas cananitas. E, Ele também sabe que os mortos não podem comunicar-se com os vivos, mas que, Satanás está por trás do ocultismo e, é esse o motivo pelo qual Ele proibiu qualquer contacto com tais religiões.

Hoje, as pessoas continuam tão "ignorantes das coisas de Deus" como então e ainda se deixam fascinar por horóscopos, adivinhações, bruxarias e pela consulta aos mortos, achando que essas práticas lhes permitirão ter algum controle sobre o futuro. Mas, Satanás não é menos perigoso do que era na época de Moisés.

Deus revelou-nos na Sua Palavra tudo o que está para acontecer. As informações oferecidas por Satanás, quando não são distorcidas, são completamente falsas. Com a direcção confiável do Espírito Santo e da Palavra de Deus não precisamos procurar falsas informações no ocultismo e, como espiritismo e ocultismo são uma e a mesma coisa, o melhor é obedecer a Deus.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.