Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Não fale com gente morta

O espiritismo não sai de moda. Especialmente no Brasil, o número de espíritas é imenso, sendo que sua grande maioria é também católica, indo à missa (às vezes) no domingo e frequentando o centro espírita em outro dia da semana.

 

O cenário religioso brasileiro é, assim, uma prova de que o espiritismo exerce grande fascínio sobre as pessoas. A razão disso está, sem dúvida, em suas propostas que abrangem uma lógica de fácil compreensão, algumas ideias fabulosas e certas doutrinas sobre o além que agradam muito o coração do homem que não conhece o evangelho.

 

De fato, a lógica do espiritismo é bastante simples. Por exemplo, os espíritas negam a doutrina da Trindade, evitando com isso as dificuldades de um dogma que a mente humana não consegue acolher por meio do mero uso da razão. Eles também insistem na lei da causa e efeito, afirmando que o que o homem faz aqui paga aqui.

 

Quanto a ideias fabulosas, os espíritas acreditam em vida em outros planetas, despertando a curiosidade das mentes menos privilegiadas. Já no tocante a doutrinas sobre a vida após a morte, eles ensinam que o espírito humano se aperfeiçoa por meio do seu repetido retorno à matéria (reencarnação), tantas vezes quanto isso for necessário. Nesse ponto em particular, a doutrina espírita se revela especialmente atraente porque alivia o coração das pessoas do temor de uma punição eterna — realidade que a Bíblia insiste em afirmar (2Ts 1.9).

 

O maior atractivo do espiritismo, porém, está na afirmação de que é possível e aceitável entrar em contacto com espíritos de pessoas mortas. Acerca disso, ensinam que alguns indivíduos, os médiuns, são dotados de certas capacidades especiais que os habilitam a fazer a ponte entre nós e as almas que já “desencarnaram”. Essa expectativa confere grande esperança para os enlutados que se apegam a essa prática com todo afinco, desejando ardentemente se comunicar com um ente querido que faleceu.

 

Por mais que essa prática pareça inocente e incapaz de produzir qualquer dano a alguém, o fato é que, na Bíblia, Deus a reprova com toda a veemência. Aliás, sua proibição é uma das mais antigas das Escrituras, sendo alistada entre as abominações que o povo de Israel deveria evitar a todo custo quando entrasse na terra prometida:

 

“Quando entrares na terra que o Senhor, teu Deus, te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por essas abominações o Senhor, teu Deus, os lança de diante de ti” (Dt 18.9-12).

 

Como se sabe, porém, o povo não obedeceu a essas ordens do Senhor. Até mesmo Saul, o primeiro rei de Israel, caiu no pecado de consultar uma médium e, de acordo com o relato bíblico, foi castigado por Deus com a morte por causa disso. É o que diz 1Crônicas 10.13:

 

“Assim morreu Saul por causa da sua transgressão cometida contra o Senhor, por causa da palavra do Senhor que ele não guardara; e também porque interrogara e consultara uma necromante e não o Senhor, que, por isso, o matou e transferiu o reino a Davi, filho de Jessé”.

 

A lição de Saul, contudo, parece não ter sido suficiente para Israel e, por isso, Deus enviou seus profetas para que admoestassem os espíritas da época. Foi Isaías quem, no século 8 a.C., pregou a seguinte mensagem contra os israelitas rebeldes:

 

“Quando vos disserem: consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos? À lei e ao testemunho! Se eles não falarem dessa maneira, jamais verão a alva” (Is 8.19,20).

Escritura não revela porque a prática de consultar mortos é tão odiosa aos olhos de Deus. É bem provável, porém, que a razão disso seja o fato de se tratar de um costume próprio das religiões pagãs que tinham intenso contacto com demónios (1Co 10.20,21). Certamente, consultar mortos dava ensejo a que espíritos malignos se manifestassem, fazendo-se passar por almas de pessoas falecidas, enganando, assim, tanto os médiuns como quem os consultava. No fim, todos eram levados para longe da verdade e caíam no desagrado do Senhor como ocorreu com o rei Saul.

 

Vê-se assim que, por mais que buscar fazer contacto com gente falecida pareça uma prática boa e até confortadora, a verdade é que a Bíblia a enumera entre os piores pecados que uma pessoa pode cometer. Isso porque essa prática abre espaço para a acção de demónios perversos que afastam os homens da verdade e os submetem à mais dolorosa escravidão, roubando-lhes a paz e distanciando-os ainda mais do Senhor.

 

Pr. Marcos Granconato
Soli Deo gloria

 

maxresdefault.jpg

 

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    MarinhoSul 11.03.2019

    Nota: No Monte Tabor, estão os TRÊS elementos eletrofisiológicos onde a ciência espírita classifica este tipo raríssimo de manifestação espiritual, a MATERIALIZAÇÃO ECTOPLASMÁTICA:
    1°: Jesus, pede para não contar, e pq? Pq, mediante o povo judeu e os rabis, sofreriam sanções certamente, pois não acreditariam, e pq? Ora, se fosse algo físico, simplesmente contar e demonstrar, anularia qualquer dúvida.
    2°) O texto diz q depois q prostraram-se e foram olhar, já não havia mais ninguém a não ser eles, e dizem q tiveram UMA VISÃO, claramente.

    Os trê elementos eletrofisiológicos da materialização ectoplasmática:
    1°) A comunicabilidade espiritual, se dá pelo pensamento, não há outra forma. O pensamento ( hj, simplesmente provado pelas neurociências, neurogenética), e até física, de fora para dentro, e como dentro de nós, funciona através do controle do GENE, o pensamento, é neuroquímica. Para receber algo externo, deve-se ser em ATIVIDADE ELÉTRICA, em frequências muito baixas em torno de 10 Hz.
    O pensamento se dá em dois módulos de onda, curta e média Espíritos de alta envergadura moral, vibram em ondas curtas, logo, sincronizam seus pensamentos na vibração humana. Quando o intermediário ( médium), tem essa capacidade rara, em momentos raros, é possível por APENAS POUCO TEMPO, a materialização de um espírito. Este fenômeno, nesta frequência, gera um resultante, assemelhado à uma nuvem, e há tbm a transfiguração do médium, pois o pensamento externo em ondas, para ser entendido e a ocorrência da materialização, sintoniza com o médium, nessa faixa, e pelas mitocôndrias, estabelece o contato, e elas, são o orgão responsável pela respiração celular, q podem absorver esta onda, liberando a FUMAÇA, ou NUVEM, ou seja, O ECTOPLASMA, e não pode durar muito tempo, pelo desgaste q causa ao médium. O resultante, é a materialização, pois tudo q entra em atrito ar, com atividade elétrica, deixa um resíduo q é a nuvem, provocando tbm SONOLÊNCIA.

    Conclusão: Todos os elementos da materialização ectoplasmática tangível, estão nessa passagem, sem exceção: nuvem ( ctoplasma); sonolência, provocada pela sintonia nessa frequência, e a ozonização do ar em nível 3, q funciona como um anestésico na pessoa.
    Algo mais, para quem consegue pensar???
    Onde, vcs tem algum estudo ou registro de alguém q morreu, vindo fisicamente de volta à vida física, com sua mesma personalidade física?
    Só haveria uma única exceção, se Moisés e Elias, fossem ET.s, o raciocínio, a inteligência, não permite outro tipo de análise.
    Onde há respaldo para isso, no Velho Testamento?
    Aliás, vc hj, tem cientistas, e todos eles, q examinam médiuns, chegam às mesmas conclusões, e duas grandes ( recentes) escolas científicas de médiuns, nos Estados Unidos, lideradas, por dois grandes nomes das ciências norte-americanas, e outros grupos como SCOLE EXPERIENT.

    Tragam uma só prova, do q vcs creem, pode ser avaliado por qualquer grupo não só em ciências, mas tem teologia acadêmica, ou onde o Velho Testamento hebraico, sustenta isso???
  • Sem imagem de perfil

    MarinhoSul 11.03.2019

    Corrigindo: se dá em dois módulos de frequência. A 1ª ordem do pensamento em nós, é ATIVIDADE ELÉTRICA, depois sim, é neuroquímica, e isto, praticamente, não é mais dúvidas nas ciências modernas, e só assim, se explica o homem como integral, e a atividade espiritual ou divina, como vc quiser.
    Fisiologicamente, o pensamento é neuroquímica, e os sentimentos se dão em reações químicas, mas temos antes disso, uma atividade elétrica, onde o q é externo à nós, ( q recebemos), influências boas ou não, só podem ser percebidas, se foram antes atividade elétrica, e sofresse TRADUÇÃO no organismo, e o órgão responsável, seria o complexo cerebral pineal-tálamo, q á a última fronteira das neurociências, o lobo fronta ( três regiões), onde hj, já é demonstrado pelo moderno diagnóstico por neuroimagem, onde dos três trabalhos recentemente em neurofisiologia moderna foram publicados, um grupo é brasileiro, sendo um cientista praticamente ateu, e o outro, seu orientando, é espírita, e está ligado a Unv tbm de Coimbra e Londres. As outras duas publicações bem recentes, foram se não me engano nos U.S.A e Londres.

    O q a Bíblia nos traz Maria Helena, é essa realidade, mas com linguagem simples, como dos hebreus-judeus para época, q segundo muitos historiadores de hj, são as mesmas linguagens e crenças, experiências antropomorfizadasa, dos índios do Brasil por ex.
    Profeta em hebraico ( mais uma vez), é Navi. O termo profeta nos chega pelo grego Prophétes, mas no hebraico, tem uma inflexão mais profunda, chamar, evocar, através do Vidente, do audiente e ambos. Nós vemos isso nas passagens citadas e com Moisés, pois Paulo, diz quem trouxe a Lei a Moisés , foi Deus? Nâo, ele diz q foram anjos e um anjo entregou, e depois, ele os chama de ESPÍRITOS ADMINISTRADORES, dizendo tbm q Deus, é PAI DOS ESPÍRITOS, corroborando com Números e Maimônides ( figura obrigatória, para se entender a fonte original do Velho Testamento em hebraico). João, diz a mesma coisa, q se sonde o espírito, para ver sua procedência, e Isaías 8:19-20, mais claro ainda, pois diz: " Se vos disserem para procurarem aqueles q tem espírito familiares ou adivinhos, por acaso, não consulta cada povo SEU DEUS?
    À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles.
    NOta: Ele, faz uma recomendação, q se vá aos tais médiuns, mas q não se perguntem sobre futilidades como ADIVINHAÇÕES e sacrifícios, pois o contexto de Deuteronômio 18:20, diz claramente isso, o q motivava a preocupação e NÃO É DE DEUS, É DE MOISÉS, era a ADIVINHAÇÃO, associada sempre a sacrifícios de animais e até humanos, como passar criancinhas ao fogo.
    E sabe pq Maria Helena: Pq ADIVINHAR o futuro, tira todo o mérito da reencarnação, pois, se alguém, fosse dado o direito de ADIVINHAR o futuro, q sentido teria a reencarnação não só pregada , mas demonstrada pelo Espiritismo?????????
    Notou q esse versículo não diz respeito a vcs, vcs não são reencarnacionistas?
    Notou, como nenhum de vcs refletem?
    Ora, a adivinhação, simplesmente anula a reencarnação, por isso o ESPIRITISMO, está muito de acordo com Moisés, e mais: é um conjunto de fatores, ( vai ler história judaica, e a Bíblia original) com seu pastor e outros para aprenderem: É uma recomendação de MOisés, não de Deus, e para tão somente os hebreus, não vcs q não sabem um YOD, ( MENOR letro do alfabeto hebraico), e foi prescrita, pois Judeu algum usa isso, pois vc teria q usar o restante dos versículos do contexto da época, e sair matando filho desobediente, apedrejando mulher , matando tudo q tivesse fôlego de vida.
    Logo depois em Números Moisés diz contrariando o ciúmes de Josué, ( se não me engano), e outros, q queriam q se impedissem dois q profetizavam fora da tenda, e e Moisés diz: " Pq tem ciúmes por mim? Assim ADONAY, desse a todos, o SEU ESPÍRITO, e TODOS PROFETIZASSEM.
    Viu Maria Helena, q são as regras morais q determinam a aplicabilidade dos dons espirituais?????
    João e principalmente Isaías, deixam isso claro.
    Jesus, comunica-se com dois mortos, Moisés e Elias. Contrariou o próprio Moisés???
    Moisés, morre em NÚMEROS, e Deus 30 ou 40 dias depois diz aos hebreus: " meu servo Moisés, continua a continuará morto", e agora Maria Helena?????? Estava ou não morto???????????
  • Sem imagem de perfil

    MarinhoSul 11.03.2019

    Continuando e conlcuindo ( com repetições) para vcs fixarem, ou usarem a lógica:
    No livro de Jó, após o cativeiro babilÔnico, eles irão dizer assim: " Somos de ontem, nada sabemos; CONSULTEMOS nossos antepassados"
    E agora, perante todo o contexto, onde a lógica de vcs, irá esconder-se?
    Pastor, e crente, pensam? A psicologia, faz essa pergunta.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.