Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

O Espiritismo Não Tem a Resposta _ 2

 

"E, como explicar o caso de pessoas que, mesmo tendo sido boas durante toda a sua vida, são surpreendidas com doenças terríveis, que lhes causam sofrimentos terríveis, ou que são vítimas de acidentes horrorosos, enquanto que outras passam a vida sem conhecer tais infortúnios? Poderíamos alegar o "azar" de uns e a "sorte" de outros?"

 

Mais uma vez, vejo-me obrigada a perguntar:

_Será mais fácil explicar às pessoas que todo o mal que lhes acontece, é consequência de males cometidos por elas noutras vidas? Males esses que nem imaginam ter cometido? E se elas perguntarem onde teve início o mal que fizeram e contra quem o fizeram?

Quanto às pessoas que "foram boas, durante toda a sua vida", essa pressuposição não passa de um conceito humanista acerca da bondade humana. Deus diz-nos na Sua Palavra:

 

"Na verdade que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque” (Eclesiastes 7:20).

 

E Jesus reafirma:

 

"Ninguém há bom senão um, que é Deus." (Marcos 10:18)

 

Na sua carta aos Romanos, Paulo mostra ter entendido o ensino bíblico e a triste realidade do homem quando escreve:

 

"Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só” (Romanos 3:10-12)

 

Quanto às tragédias, sabemos que:

 

"Tudo sucede igualmente a todos; o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao puro, como ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento.”  (Eclesiastes 9:2);

 

"Tudo isto vi nos dias da minha vaidade: há justo que perece na sua justiça, e há ímpio que prolonga os seus dias na sua maldade." (Eclesiastes 7:15)

 

"Ainda há outra vaidade que se faz sobre a terra: que há justos a quem sucede segundo as obras dos ímpios, e há ímpios a quem sucede segundo as obras dos justos. Digo que também isto é vaidade." (Eclesiastes 8:14)

 

"Quantas vezes sucede que se apaga a lâmpada dos ímpios, e lhes sobrevém a sua destruição? E Deus na sua ira lhes reparte dores!" (Jó 21:17)

 

Faço minhas as palavras de R. C. Sproul:

"Não há pessoas inocentes no mundo!"

Eis o que a Palavra de Deus nos diz acerca da nossa natureza aos olhos do Criador:

 

"E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração." (Génesis 6:5-6)

 

"E o Senhor sentiu o suave cheiro, e o Senhor disse em seu coração: Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem; porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice, nem tornarei mais a ferir todo o vivente, como fiz." (Génesis 8:21)

 

"Seria porventura o homem mais justo do que Deus? Seria porventura o homem mais puro do que o seu Criador?" (Jó 4:17)

 

"Quem do imundo tirará o puro? Ninguém." (Jó 14:4)

 

"Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe." (Salmos 51:5)

 

"Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, falando mentiras." (Salmos 58:3)

 

"Quem poderá dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado?" (Provérbios 20:9)

 

"Este é o mal que há entre tudo quanto se faz debaixo do sol; a todos sucede o mesmo; e que também o coração dos filhos dos homens está cheio de maldade, e que há desvarios no seu coração enquanto vivem, e depois se vão aos mortos."  (Eclesiastes 9:3)

 

“Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as fornicações, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfémia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem." (Marcos 7:21-23)  

 

"E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente. Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração; os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza." (Efésios 4:17-19)

 

Há muitos mais textos bíblicos que revelam que todos os homens são realmente pecadores e que estão alienados de Deus desde que nascem. Por isso, a Sua Palavra diz-nos:

 

"De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados." (Lamentações 3:39)

 

slide_23.jpg