Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

O Inferno em 2 Pedro e em Judas

Além de Paulo, duas outras cartas falam intensamente sobre ira e julgamento. De facto, o capítulo 2 de 2 Pedro, se lido isoladamente, parece um capítulo do Inferno de Dante, enquanto o livro de Judas se assemelha a um folheto medieval escrito para assustar camponeses e convencê‐los a frequentar a igreja e a dar o dízimo com frequência.

 

Estas duas cartas trazem termos relativos a:

 

Destruição:

 

"E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição."; "E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita."; "Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção,"; "Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios."; "O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para connosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se." (2 Pedro 2:1,3,12; 3:7,9)

"Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egipto, destruiu depois os que não creram;"; "Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem. Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prémio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré." (Judas 5,10,11)

 

Castigo:

 "Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"; "Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno." (2 Pedro 2:9; Judas 7),

 

Juízo:

"Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;"; "Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo." (2 Pedro 2:4,9; Judas 4)

 

Condenação:

"E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita."; "Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo." (2 Pedro 2:3; Judas 4),

 

Inferno:

"Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;" (2 Pedro 2:4)

 

Sofrimento retributivo:

"Recebendo o galardão da injustiça; pois que tais homens têm prazer nos deleites quotidianos; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em seus enganos, quando se banqueteiam convosco;" (2 Pedro 2:13) _ consequências que aguardam o incrédulo que não segue Jesus. O inferno é descrito como “escuridão das trevas”

"Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva."; "Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas." (2 Pedro 2:17; Judas 13),

termos que seriam bastante familiares ao conceito judaico dos autores, como vimos anteriormente.

Ora, esses livros enfatizam que o inferno está reservado aos anjos do mal e aos falsos mestres, que se deleitam em desejos carnais e distorcem o evangelho em busca de ganhos financeiros (2 Pedro 2:9; Judas 14‐15). Mas ambos os autores afirmam que a mesma punição está reservada a todos os ímpios (2 Pedro 2:9; Judas 14‐15).

Por mais desagradável que seja ler sobre essas imagens de ira e inferno, elas retratam uma parte importante da mensagem cristã, Deus punirá severamente aqueles que não dobrarem os seus joelhos diante do Rei Jesus.

 

Do livro:

ArquivoExibir[1].jpg

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.