Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Os espíritas perguntam: Porque é que ...

  • "Uns nascem em famílias estruturadas, que lhes dão educação, bons exemplos de moral e os encaminham para o bem... Outros nascem em famílias desestruturadas, no meio à mais extrema miséria, sem nenhum tipo de referência moral, às vezes vítimas desde cedo de violência, estupro e todos os tipos de mazelas..."

 

O raciocínio espírita que ensina que quem sofre nesta vida é porque pecou noutras, diz-se lógico, mas não tem lógica nenhuma.

A verdade é que: _ muitos nascem em "famílias estruturadas, têm uma educação do melhor que há, são encaminhados para o bem" e... Cometem crimes terríveis, envolvem-se com drogas, violam, escravizam, maltratam, etc. Enquanto que, outros, que nascem exactamente nas mesmas condições, são pessoas honestas, amorosas, justas, virtuosas, etc.

Também não é menos verdade que, muitos nascem pobres, cercados de miséria e dificuldades e são cidadãos honestos, trabalhadores, amorosos, amáveis, etc.

Já outros, que nascem nas mesmas condições e seguem caminhos errados.

 

Tudo isto nos diz que a situação do ser humano ao nascer, não tem nada a ver com o seu futuro e a pobreza nunca foi, nem é, sinal de maldição como nos ensina a Palavra de Deus:

"Há alguns que se fazem de ricos, e não têm coisa nenhuma, e outros que se fazem de pobres e têm muitas riquezas."                                                              

(Provérbios 13:7)

 

"Vale mais ter um bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado é melhor do que a riqueza e o ouro."

(Provérbios 22:1)

 

"O galardão da humildade e o temor do Senhor são riquezas, honra e vida."                                      

(Provérbios 22:4)

 

"E a todo o homem, a quem Deus deu riquezas e bens, e lhe deu poder para delas comer e tomar a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é dom de Deus."          

(Eclesiastes 5:19)

 

Deus distribui a cada um bens, dons e talentos conforme Lhe apraz:

 

"Ouve tu então nos céus, assento da tua habitação, e perdoa, e age, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, e segundo vires o seu coração, porque só tu conheces o coração de todos os filhos dos homens”                

(1 Reis 8:39)

 

A "lógica" espírita não passa de um conjunto de divagações humanas, conceitos, preconceitos e vãs filosofias.

A Bíblia nega toda e qualquer afirmação da existência de outras vidas. A doutrina da "reencarnação" é uma grande injustiça para com o Criador, que, numa demonstração sublime de amor e misericórdia, entregou o Seu Filho Unigénito, para morrer por nós, pagando o preço pelos nossos pecados, para nos salvar.

Jesus Cristo morreu naquela infame cruz, para cumprir todo o plano e propósito de Deus. Ele pagou o preço exigido para a remissão dos meus e dos seus pecados. Ele fez tudo isto para nos propiciar a salvação, através de um sacrifício perfeito e definitivo:

"Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus”.

(Romanos 3:25)

 

Só "As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim”

(Lamentações 3:22)

 

O espiritismo apela àquilo que de pior se encontra no homem natural: justiça própria, vaidade e soberba.

E assim, sob uma perspectiva antropocêntrica, o homem afirma que é um "deus" e que tem todo o mérito, fazendo tudo isto parecer agradável ao dizer que o homem é bom e que só pelas suas boas obras alcançará a salvação.

À semelhança de muitas outras seitas e religiões, inventam outros meios para alcançarem a "salvação", meios anti-bíblicos, carnais, abomináveis aos olhos de Deus e agradáveis ao ego do homem, enganando assim muitos que pensam estar no caminho certo.

Deus alertou-nos: "Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados”.                  

(2 Timóteo 3:13)

 

Deus é amor, Ele é justo e é tão misericordioso que:

 

"... prova o seu amor para connosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”.            

(Romanos 5:8)

Tudo o que Ele Se propôs fazer para salvar o homem, já foi feito. A Sua Palavra diz-nos que:

 

"... Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigénito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".                                  

(João 3:16)

Não há dúvida que há coisas que nos fazem sofrer e situações dramáticas que nos chocam, para as quais não temos uma explicação que satisfaça, mas, se confiarmos em quem Deus é, aceitaremos sem murmurar e prosseguiremos firmes e fiéis apesar de não termos todas as respostas, porque, ao contrário de nós, Ele é Fiel e é Justo!

 

Do meu manuscrito