Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Pensem comigo:

_ Será que Deus seria justo ao destinar seres humanos a sofrer castigos por faltas que nem sequer imaginam ter cometido?

 

_ Como é que essas pessoas podem arrepender-se de erros que desconhecem e mudar de rumo não voltando a cometer os mesmos erros?

 

_ Qual a justiça de um Deus que cria pessoas imperfeitas e atrasadas e depois as castiga por causa do defeito de fabrico?

 

Como se tudo isto não bastasse, a reencarnação e a lei do carma chocam-se brutalmente com outro pilar do espiritismo: “fora da caridade não há salvação”.

 

Vejamos:
Segundo diz a lei do carma, todas as maleitas que sofremos no presente, foram contraídas numa existência passada e têm que ser pagas nesta, ou noutras existências futuras. O objectivo dos “pagamentos” é atingir a purificação total e completa, terminando assim o vai-e-vem. Na prática, se a doutrina kardecista fosse verdadeira, entrava em contradição consigo mesma e deixava de o ser! Como?

 

Pensem comigo: _ Se todos reencarnam para pagar o mal que fizeram numa existência anterior e se todo o sofrimento é uma consequência do mal cometido em vidas passadas, o melhor que pode acontecer é que os tais sofram as consequências devidas a fim de liquidarem a conta e serem purificados, certo?
Então, ninguém deveria fazer caridade a quem está em pleno processo de purificação porque, caso o faça, atrasa o aperfeiçoamento daquele espírito e, condena-o a mais umas quantas existências. Parece-vos lógico?

 

O problema é que, quem não faz boas obras atrasa o seu próprio processo de purificação visto que, não praticando a caridade, não alcançará a salvação, porque como ensinou Kardec: “fora da caridade não há salvação”. Confusos? Ora vejam o que diz “O Livro dos Espíritos”:

 

Kardec pergunta: Quesito 814. Porquê Deus concedeu a uns a riqueza e o poder e a outros, a miséria?
O espírito responde: — Para provar a cada um de uma maneira diferente. Aliás, vós o sabeis essas provas são escolhidas
pelos próprios espíritos, que muitas vezes sucumbem ao realizá-las.”

 

Então, para que servem as boas obras? Para atrapalhar os pobres espíritos em evolução?
Não entendo... Porque é que os espíritas ajudam aqueles que escolheram viver na miséria!? Não estarão assim a privá-los de se purificar e a atrasar o seu aperfeiçoamento?
Não devemos respeitar a liberdade de escolha de cada um?

 

1508208_1560831524197057_9021964608491244985_n.jpg

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Maria Helena 11.05.2015

    Justificação é a obra que Cristo realizou pelos filhos de Deus na cruz!
    É Ele que nos justifica! E, também é Ele que nos capacita a viver de acordo com os seus ensinos! E sim! Ele diz que devemos amar a Deus e prestar-lhe culto todos os dias porque Ele é Deus! Ninguém que ama verdadeiramente a Deus, que foi salvo por Cristo dos seus pecados, age de forma contrária ao que Ele ensinou sem que precise de se arrepender. Não somos salvos pelas boas obras, mas sim para as boas obras.

    Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
    Não vem das obras, para que ninguém se glorie;
    Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.
    Efésios 2:8-10
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.