Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Prova de amor

«E, havendo-o crucificado, repartiram as suas vestes, lançando sobre elas sortes, para saber o que cada um levaria.» (Marcos 15:24)

 

Jesus pagou um alto preço para nos dar salvação e perdoar o nosso pecado — injúrias, afrontas, desprezo, agressões e, por último, a cruel morte na cruz . Embora fosse "manso e humilde de coração", Jesus despertou forte ataque e oposição dos principais sacerdotes, anciãos e de toda a suprema corte judaica, a ponto de estes O entregarem a Pôncio Pilatos para ser julgado. Este governador, embora atestasse a inocência de Cristo, e mesmo advertido pela sua esposa para não O prejudicar, ousou mandar açoitá-Lo e entregou-O para ser crucificado.
Ser açoitado era um castigo horrível, pois a faixa de couro continha pedaços de ossos ou de metal. Tais objectos eram propositadamente usados para causar ferimentos e intensificar a dor dos que sofriam a pena. A crucificação foi ainda mais dolorosa por ser cravado vivo no madeiro, o que O levaria a expirar em poucas horas, devido ao alto grau de tortura a que foi submetido. 
Por sua vez, os soldados não aliviaram, mas soltaram todo o tipo de impropérios e escárnio contra Jesus. Ele suportou todas essas agruras por amor de nós, vis pecadores, e por obediência ao Pai. Ele, literalmente, deu-nos vida abundante e feliz.

«Não há nada tão purificador quanto uma visão clara da cruz de Cristo! Ela crucifica o mundo em nós, e nós no mundo. Como podemos amar o pecado quando nos lembramos que foi por causa dele que Jesus morreu? Certamente ninguém é tão santo quanto os discípulos de um Senhor crucificado» (R. C. Ryle)

Que o amor de Cristo nos constranja a vivermos para o louvor da Sua glória.

 

Pr. Abimael de Sousa
Devocional Cristão Evangélico

 

comprados.jpg