Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Quem É o Consolador Prometido por Jesus?

O Consolador prometido por Jesus não tem nada a ver com a doutrina espírita, aliás, é Ele que convence as pessoas presas nas malhas do espiritismo a sair da mentira e a buscar libertação e salvação em Jesus Cristo.

 

"Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador [Espírito Santo] não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem e...m mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais;
E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado." (João 16:7-11)

 

Ele convence do pecado. O Espírito Santo convence de pecado os homens que não confiam em Jesus Cristo.

 

Ele convence da Justiça. O Espírito Santo revela aos homens a rectidão de Jesus Cristo e a falta de rectidão de todas as outras pessoas. Ele revela-lhes que, por causa do triunfo de Jesus (a Sua ressurreição dos mortos), agora, Deus declara os pecadores que confiam em Cristo e na Sua obra redentora justos. e capacita-os a tornarem-se justos, através da fé em Cristo.

 

Ele convence de Juízo. O Espírito Santo convence os pecadores do julgamento, mostrando-lhes a relação entre a morte e a ressurreição de Cristo, por um lado; e o julgamento do mundo, por outro lado. Por meio da Sua morte e ressurreição, Jesus tornou-se vitorioso sobre o inimigo, Satanás, que está condenado à morte eterna. Assim, a cruz significou o pagamento de uma dívida: a pena imposta ao pecado. Também significa que Jesus providenciou a expiação para todos aqueles que aceitam esse pagamento, e cancelou o poder do pecado e de Satanás sobre as suas vidas.

Este é o Consolador que, ainda hoje, convence espíritas a voltarem-se para Jesus Cristo e a abandonarem o engodo e a mentira que os aprisionava.

 

jesus-crucificado.gif

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.