Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

SE EU FOSSE DEUS, NÃO TERIA FEITO ISSO!

 

Mandar pessoas para o inferno não é a única coisa que Deus faz e que nos é difícil entender. A Bíblia está repleta de actos divinos que não fazem muito sentido para nós, que nos chocam.

Pensa nisto:

Logo no começo da Bíblia, lemos que as pessoas se tinham tornado tão más que Deus se arrependeu de as ter criado. Diante disso, o que é que Ele faz? Decide salvar um casal de cada espécie de animais, oito pessoas, e mata o restante. Mas Ele não se limitou a matá‐los… Afogou‐os num dilúvio terrível (Génesis 6:8).

Sei que estás a pensar: _ Um dilúvio? Ele afogou‐os a todos? Eu não teria feito isso. (E não adianta desculpar Deus dizendo que não há provas de um dilúvio literal porque as há)

 

Mais tarde, Moisés está no alto da montanha enquanto os israelitas lá em baixo constroem e adoram o bezerro de ouro.

Quando Moisés desce, Deus ordena aos levitas que peguem nas suas espadas e matem os seus irmãos, os seus amigos e os seus vizinhos (Êxodo 32:27). Três mil pessoas morreram naquele dia, e os levitas foram abençoados por causa da sua obediência! Eles não pararam para reflectir se as ordens do Oleiro eram justas ou não.

 

Anos mais tarde, Deus ordena aos israelitas que matem todos os habitantes de Canaã (Deuteronómio 20:16‐18). Homens, mulheres e crianças _ toda … e qualquer … pessoa. Muito embora seja misericordioso, Deus ordena ao povo que não faça nenhum prisioneiro. Todos deveriam ser mortos.

Estremeces e pensas: _ Se eu fosse Deus, não teria feito isso.

 

Enquanto os israelitas conquistavam a terra de Canaã, um homem chamado Acã rouba alguns tesouros da cidade de Jericó Ele mente sobre isso, mas, quando é confrontado, acaba por confessar o seu pecado e entrega os bens. Todavia, Acã e a sua família são apedrejados até à morte e todos os seus bens são destruídos (Josué 7)

Repugnado e confuso exclamas: _ Se eu fosse Deus, não teria permitido tal coisa, muito menos o teria ordenado.

 

Muitos anos depois, Deus ordena ao profeta Ezequiel que faça algumas coisas bem malucas: Ezequiel recebe ordem para se deitar sobre o seu lado direito ao longo de trezentos e noventa dias, de se deitar sobre o seu lado esquerdo durante noventa dias, de preparar a sua comida usando fezes humanas como combustível, de não lamentar a morte da sua esposa quando Deus a levasse e de pregar sermões repletos de retórica sexualmente explícita que, se fossem transformados em filmes de hoje, nã poderiam ser recomendados para menores de 18 anos.

"O quê?" Perguntas tu. E voltas a afirmar: _ Eu, definitivamente, se fosse Deus, não teria feito nada disso.

 

Pois…O facto é que as Escrituras estão cheias de acções divinas que não se encaixam nos padrões humanos de lógica ou de moralidade. Mas eles não precisam de se encaixar, pois nós somos barro e Ele é o Oleiro. Precisamos urgentemente de parar de tentar domesticar Deus ou de O confinar a categorias ou rótulos que reflectem os nossos sentimentos humanos, e não os Seus caminhos inexplicáveis.

Servimos a um Deus (se é que realmente servimos ao Único Deus verdadeiro) cujos caminhos são incompreensíveis e cujos pensamentos não são como os nossos. Afinal de contas, os pensamentos de Deus devem levar‐nos a alegrar‐nos, pois foram os Seus pensamentos que planearam a cruz, o lugar onde a justiça e a ira se encontraram.

  • Será que tu terias pensado em resgatar os pecadores dos seus pecados enviando o teu único Filho para assumir a forma humana?
  • Terias cogitado entrar na criação através do ventre de uma jovem judia e nascer num lugar onde se coloca comida para os animais?
  • Terias pensado em permitir que as criaturas que tu criaste torturassem o teu Filho, lhe cuspissem no rosto, o chicoteassem e o pregassem numa cruz? Pais, imaginam isto?

Bem… Aqui eu tenho certeza que, se eu fosse Deus, não teria permitido nada disso. O meu Filho? Não.

Percebes?

É de uma arrogância sem limites escolher quais são as verdades incompreensíveis que vamos abraçar. Ninguém quer descartar o plano de Deus para a redenção, muito embora ele não faça qualquer sentido para nós. Então, não devemos apagar o plano revelado de Deus quanto à punição só porque esse plano [o inferno] não nos agrada. Assim que o fizermos, estaremos a submeter as acções de Deus ao nosso próprio raciocínio e isso é uma atitude ridícula para um mero pedaço de barro.

"Eis que vim de Deus, como tu; do barro também eu fui formado." Jó 33:

 Continua no próximo Post

Do livro:

ArquivoExibir[1].jpg

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.