Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

Blog d'espiritismo _ A verdade

Não há, pois, como considerar Cristão, alguém que não crê no sacrifício que o Deus Vivo fez por nós. Desta forma, como filhos de Deus , devemos tomar cuidado com seitas que se dizem Cristãs, mas que são a mais pura deturpação da verdade.

SINOPSE DO LIVRO:


Para melhor enredar os incautos e angariar prosélitos, o espiritismo nega a existência de Satanás, do Inferno, e do Juízo, entregando assim ao homem o poder de se aperfeiçoar através de vidas sucessivas (que nunca viverá)... e de merecer a salvação pelos seus próprios méritos.

Claro que cada um é livre para seguir a religião que entender! Claro que Allan Kardec tinha todo o direito de escrever e compartilhar o seu evangelho. Graças a Deus não vivemos numa ditadura, muito menos numa Inquisição, somos livres para nos expressarmos, o papel aceita tudo aquilo que lá escrevemos e há sempre alguém disposto a acreditar nas coisas mais estapafúrdias.

Mas, Kardec e os que o seguem, não têm o direito de usar, deturpar e falsificar o ensino das Escrituras. Não têm o direito de afirmar que a sua doutrina é cristã, quando negam os pilares do cristianismo. E, não têm o direito de se aproveitar da ignorância das pessoas e das suas fragilidades emocionais para as enredar numa teia mortal. Sim. O Espiritismo é mortal.
 
 
 
 
Foto: SIPNOSE DO LIVRO:Para melhor enredar os incautos e angariar prosélitos, o espiritismo nega a existência de Satanás, do Inferno, e do Juízo, entregando assim ao homem o poder de se aperfeiçoar através de vidas sucessivas (que nunca viverá) e de merecer a salvação pelos seus próprios méritos. Claro que cada um é livre para seguir a religião que entender! Claro que Allan Kardec tinha todo o direito de escrever e compartilhar o seu evangelho. Graças a Deus não vivemos numa ditadura, muito menos numa Inquisição, somos livres para nos expressarmos, o papel aceita tudo aquilo que lá escrevemos e há sempre alguém disposto a acreditar nas coisas mais estapafúrdias.     Mas, Kardec e os que o seguem, não têm o direito de usar, deturpar e falsificar o ensino das Escrituras. Não têm o direito de afirmar que a sua doutrina é cristã, quando negam os pilares do cristianismo. E, não têm o direito de se aproveitar da ignorância das pessoas e das suas fragilidades emocionais para as enredar numa teia mortal. Sim. O Espiritismo é mortal.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.